Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

conquista

Estudantes de universidade federal conquistam terceiro lugar em torneio internacional de Física

Essa foi a segunda participação do Brasil na disputa mundial; equipe da UFABC representou o país nas duas edições da competição

  • Redação
“Esperamos mostrar que os jovens estudantes desse país merecem todo nosso investimento para irem cada vez mais longe”, disse a equipe brasileira. | Reprodução/Facebook.
“Esperamos mostrar que os jovens estudantes desse país merecem todo nosso investimento para irem cada vez mais longe”, disse a equipe brasileira. Reprodução/Facebook.
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um grupo de alunos da Universidade Federal do ABC (UFABC) conquistou o terceiro lugar no Torneio Internacional de Físicos (IPT - International Physicists’ Tournament, em inglês). A equipe representou o Brasil na final da disputa, que aconteceu na Rússia entre os dias 1 e 8 de abril.

O torneio reuniu estudantes de graduação e mestrado em física que competem por meio de desafios para resolução de 17 problemas na área que ainda não têm soluções concretas. 

LEIA TAMBÉM: RPG melhora desempenho em sala de aula

Nesta edição, a equipe teve que cumprir desafios sobre buracos negros sônicos, produzir origamis, um detector de partículas caseiro e analisar como reacender uma vela a partir da própria fumaça na maior altura possível. 

Histórico

Essa foi a segunda participação do Brasil na disputa mundial. A equipe da UFABC representou o país nas duas edições da competição; em 2017, na Suécia, os estudantes conquistaram o 11º lugar na classificação geral e 1º lugar na América. 

“Nunca pensei que alcançaríamos a final dada a quantidade de dificuldades que tivemos. Mas isso mostra que todo o esforço valeu a pena”, contou Ricardo Gitti, um dos participantes, em entrevista a um jornal local.  

A equipe foi composta pelos estudantes de graduação em física André Juan e Matheus Pessôa; os mestrandos Andrius Dominiqui, Lucas Maia e Lucas Tonetto; e os estudantes de engenharia Gustavo Saraiva e Ricardo Gitti. Na liderança do time está o mestre em física Henrique Ferreira. 

LEIA MAIS: O Brasil na elite mundial da matemática

“Esperamos mostrar que os jovens estudantes desse país merecem todo nosso investimento para irem cada vez mais longe”, disse a equipe em um post no Facebook após a consquita. “Que outros brasileiros alcancem conquistas cada vez maiores, sem passar pelas dificuldades que passamos”, completou. 

Incentivo

Para participar do torneio na Rússia, o time da UFABC realizou uma arrecadação online. O objetivo era financiar os custos de R$ 30 mil com a viagem da equipe, incluindo passagens e taxas de inscrição.  

“Além de participar do torneio, pretendemos reverter todo o conteúdo científico desenvolvido para a sociedade em divulgação científica, vídeos educacionais no YouTube e Facebook e apresentações/seminários em escolas públicas para incentivar os alunos no estudo de Física e aproximá-los da vida universitária”, explica. 

Entre os projetos que os estudantes pretendem desenvolver está a criação de um projeto educacional de extensão para incentivar o estudo de ciências exatas entre alunos do ensino fundamental e médio. 

“Queremos também expandir a divulgação científica no Brasil para que outros jovens tenham a oportunidade de explorar a Física da melhor maneira: conseguindo relacioná-la com o cotidiano e, acima de tudo, superando grandes desafios”, dizem. 

Até agora, a campanha arrecadou cerca de 45% da verba estimada. Mesmo com o fim do torneio, ainda é possível doar até o dia 25 de abril, através deste link

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Educação

PUBLICIDADE