Dorival promete retomar boas atuações no Athletico
Dorival promete retomar boas atuações no Athletico| Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Gazeta do Povo

Uma coincidência marcou a quarta derrota seguida do Athletico no Brasileirão 2020.

O time comandado por Dorival Júnior foi superado pelo São Paulo, de Fernando Diniz, por 1 a 0, nessa quarta-feira (26), no Morumbi, em jogo adiantado da 11ª rodada. E justamente o atual técnico do Tricolor paulista era quem estava à frente do Furacão na última vez que tal sequência aconteceu.

Tabela do Brasileirão 2020: veja a classificação e todos os jogos

Diniz caiu na parada para a Copa do Mundo de 2018, substituído por Tiago Nunes, então treinador do sub-23. Ele vinha de derrotas para América-MG, Sport, São Paulo e Botafogo. Antes da gota d'água, no entanto, acumulou um triunfo em dez jogos.

Desta vez, a série de reveses aconteceu diante de Santos, Palmeiras, Bahia e, por último, São Paulo. Apesar da sequência, não há nenhum indicativo de que Dorival não continuará no Athletico – pelo menos em curto prazo.

Mas o desempenho ruim visto recentemente já preocupa a diretoria. A próxima partida do clube está marcada para a próxima quarta-feira (2), às 20h30, contra o Red Bull Bragantino, na Arena da Baixada.

Perguntado sobre como recuperar o time, Dorival foi enfático e lamentou ausências de jogadores importantes.

“Trabalho. Não temos outro caminho. Aguardamos a recuperação de todos os jogadores que estão fora. Hoje já tivemos a volta do Bissoli, nossa equipe já se torna um pouco mais consistente. Fizemos um primeiro tempo em que poderíamos ter saído com a vantagem no placar, não soubemos aproveitar as oportunidades. Mas tudo é questão de tempo para levarmos a equipe novamente à condição que ela possui, a partir do instante que tenhamos o grupo composto. Tivemos quase dez baixas e isso acabou comprometendo o rendimento de toda equipe”, afirmou.

O treinador, que voltou a dirigir a equipe após se recuperar de Covid-19, não relacionou o zagueiro Aguilar, o meia Marquinhos Gabriel e o atacante Vitinho. O lateral Jonathan, o zagueiro Thiago Heleno e os atacantes Nikão e Carlos Eduardo, que já não atuaram na derrota para o Fluminense, também ficaram fora. Tirando Nikão e Thiago Heleno, machucados, o clube não revelou o motivo das outras ausências.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]