Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

pressão após derrota

Garantido pela diretoria, técnico do Coritiba defende planejamento de olho na Copa do Brasil

  • Luana Kaseker
Técnico do Coritiba, Sandro Forner, no jogo contra o Foz. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Técnico do Coritiba, Sandro Forner, no jogo contra o Foz. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Os resultados ruins do Coritiba em sequência têm gerado protestos da torcida contra os jogadores e contra o técnico Sandro Forner.

Após a derrota para o Foz do Iguaçu, Forner admitiu que a utilização de um time alternativo no Estadual, principalmente após ter conquistado a Taça Dionísio Filho e estar garantido na decisão, e a possibilidade de testar alguns jogadores pouco aproveitados faziam parte do planejamento da diretoria. O clube está priorizando a Copa do Brasil e montando uma equipe para a disputa da Série B.

>> TABELA PARANAENSE 2018: confira a classificação e os próximos jogos

>> COPA DO BRASIL: confira os resultados e o chaveamento completo do torneio

“Nós, não só eu, como a diretoria, estamos muito incomodados com o que aconteceu [derrotas]. A torcida tem o direito do cobrar. Eu entendo isso”, declarou em entrevista coletiva após o jogo.

“Tudo que estamos fazendo aqui é para ter chances de fazer um jogo melhor [contra o Goiás]. Faz parte do planejamento. No Paranaense, a gente já está na final e, na Copa do Brasil, passamos duas fases, que eram os nossos objetivos. E temos chances de passar na quarta também”, completou Forner.

Apesar dos planos do Coritiba terem sido traçados antes, Sandro Forner lamentou o desempenho dos atletas nestes últimos jogos e disse estar envergonhado pelos resultados – além da derrota por 3 a 1 para o Foz, o Coxa havia perdido para o Maringá, também no Couto, por 0 a 3, e para o Paraná, na Vila, por 2 a 0.

Me sinto envergonhado pelos resultados. Eu sabia quando coloquei este time, mas não neste nível. Mas, por outro lado, tenho feito as coisas não pensando só em mim. Se eu não tivesse seguindo um planejamento, eu teria hoje colocado outro time”, explicou. “Sei que estou pagando um preço alto pelas situações, mas me sinto tranquilo, confiante no meu trabalho e sabendo desde o começo e que era difícil, mas vou continuar fazendo o que tenho convicção e pensando no clube”, confia.

Apesar das derrotas e da pressão sobre o trabalho do treinador, o diretor de futebol do Coritiba, Augusto de Oliveira, declarou que o Forner permanece no comando da equipe. “O Sandro é o nosso treinador e, em nenhum momento, nos passou pela cabeça qualquer tipo de dúvida ou substituição”, confirmou.

O Coritiba recebe em casa o Goiás na próxima quarta-feira (14), às 19h30, pelo jogo de volta da Copa do Brasil. Na sequência, pelo Estadual, o Coritiba enfrenta o Cianorte no próximo sábado (17), às 16h30, também no Couto Pereira.

VEJA TAMBÉM:

>> BRASILEIRÃO 2018: veja a tabela completa da Série A

>> SÉRIE B: confira a tabela completa da Segundona

>> LIBERTADORES, SUL-AMERICANA, COPA DO MUNDO: veja todas as tabelas

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE