Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

série b

“Temos que descer o p** nos caras”, desabafa atacante do Coritiba

  • Moreno Valério
Faixa colocada pela torcida do Coritiba no final da partida contra o Sampaio Corrêa no Couto Pereira. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Faixa colocada pela torcida do Coritiba no final da partida contra o Sampaio Corrêa no Couto Pereira. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Após o empate por 0 a 0 do Coritiba com o Sampaio Corrêa, o atacante Guilherme Parede desabafou. O prata da casa deu respaldo para os protestos da torcida, além de cobrar o grupo de jogadores, para que joguem com mais vontade, como “uma Série B”.

“Torcedor tem toda razão de cobrar, estão tristes, chateados, estão p***. Temos que nos comportar como Série B. Coritiba é Série A, mas estamos na Série B”, desabafou na saída de campo, em entrevistas às rádios Banda B e Transamérica.

>> CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DA SÉRIE B

O jogador de 22 anos foi enfático ao dizer que essa atitude passa por vontade e vai além da técnica. “Torcida tá cobrando raça, cobrando vontade, temos que descer o pau nos caras. Ter mais vontade”, finalizou antes de descer para os vestiários.

Durante a partida, no final dos dois tempos, os jogadores se reuniram no centro do gramado e saíram de campo juntos. A intenção é de mostrar a união dos jogadores, que pretendem mudar essa situação como grupo.

Palavras do veterano e líder Wilson, que também se mostrou incomodado com o momento alviverde. “A gente está cobrando, conversando e todo mundo junto na boa ou na ruim. Por isso a gente se reuniu, para sair todo mundo junto”, esclareceu o camisa 84.

No entanto, não foi todo mundo que desceu junto. Nas duas situações o técnico Eduardo Baptista desceu sozinho para os vestiários.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE