Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Neymar
Neymar deixou o amistoso da seleção brasileiro machucado no primeiro tempo| Foto: Dida Sampaio/ ESTADÃO CONTEÚDO

O atacante Neymar está fora da Copa América. A notícia foi confirmada pela própria CBF em um comunicado publicado em seu site oficial ainda durante a madrugada desta quinta-feira (06) após a confirmação de que atleta rompeu o ligamento no tornozelo direito na partida da seleção brasileira contra o Catar na noite de quarta.

Modelo que acusa Neymar fala a canal de televisão: "Estupro e agressão"

De acordo com a nota, a lesão foi confirmada por exames de imagem realizados em um hospital em Brasília. Em nota, a CBF diz que, por causa da gravidade da lesão, o atacante não terá condições físicas e nem tempo de recuperação para participar da competição. A primeira partida do Brasil pela Copa América é no próximo dia 14, contra a Bolívia.

Mauro Naves é afastado da Globo por envolvimento no 'caso Neymar

Segundo a CBF, a comissão técnica começa nesta quinta-feira a definir quem será o substituto de Neymar.

Na noite de quarta-feira, quando a seleção venceu o Catar por 2 a 0, o camisa 10 deixou o gramado aos 19 minutos com o tornozelo envolto em muito gelo após uma torção. Sem conseguir caminhar, foi apoiado pelos médicos da seleção. Pouco antes, no banco de reservas, chorava cobrindo o rosto.

Visita de Bolsonaro

Ainda durante a madrugada, o presidente Jair Bolsonaro visitou o jogador para prestar solidariedade. No Twitter desejou rápida recuperação ao atleta.

Modelo reforça acusação de estupro

A modelo Najila Trindade Mendes Souza, suposta vítima de estupro de Neymar, confirmou sua versão em entrevista ao SBT na noite desta quarta-feira (5). Diante da pergunta se havia sofrido estupro ou se a relação tinha sido consentida, a modelo de 26 anos confirma a acusação que a levou a registrar um Boletim de Ocorrência na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher na última sexta-feira. "Fui vítima de estupro", afirmou. Quando questionada se havia sido estupro ou apenas uma agressão, ela confirmou: "Agressão juntamente com estupro".

Globo afasta repórter Mauro Naves

O repórter esportivo Mauro Naves foi afastado pela TV Globo nesta quarta-feira (5) por causa de um envolvimento no caso Neymar. A decisão foi comunicada ao vivo no Jornal Nacional. De acordo com a emissora, Naves passou o telefone do pai de Neymar ao advogado que representava Najila Trindade Mendes de Souza, a mulher que acusa o atacante do PSG de estupro. O jornalista, que trabalha na emissora carioca há mais de 30 anos, ficará na 'geladeira' até que o fato seja esclarecido.

Neymar evitou garrafada, diz pai

O pai do atacante Neymar detalhou nesta quarta-feira mais informações sobre o incidente entre o atacante e a mulher que o acusa de estupro. Em entrevista ao programa Cidade Alerta, da TV Record, ele afirmou que a possível agressão ocorrida em um quarto de hotel em Paris foi na verdade um ato para o jogador se defender e evitar ser atingido por uma garrafa de vinho.

O canal divulgou uma imagem retirada de um vídeo gravado durante o segundo encontro em Paris entre Neymar e a garota que o acusa de estupro. O material mostra que o jogador está deitado em uma cama, com as pernas para o alto e em direção à moça, que está de pé e próximo ao atacante. Na entrevista ao vivo concedida ao programa, o pai do camisa 10 confirmou a veracidade da imagem.

"Isso é um vídeo que foi 'printado' (captura de uma imagem). É um vídeo que vai provar que o Neymar foi agredido. Ela provoca uma agressão nele para que ele pudesse revidar. Quando ele percebe que está acontecendo uma armação, uma armadilha, ele se joga para trás na cama porque ia levar uma garrafada", disse o pai do jogador. "Nunca vi um agressor ficar por baixo em uma briga", comentou.

Mastercard sem Neymar

A Mastercard cancelou uma campanha publicitária que faria com o atacante Neymar durante a disputa da Copa América. A empresa realizaria uma série de ações em que o jogador seria o garoto-propaganda, mas decidiu suspender o projeto depois de nos últimos dias o camisa 10 da seleção brasileira ter sido alvo de acusações de estupro e agressão. Em contato com a reportagem, a empresa confirmou o cancelamento da campanha. "Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido", diz o texto.

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]