Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Brasileiro

Paraná empata com o Cruzeiro e fica na ZR durante a parada para a Copa

  • Daniel Malucelli
Silvinho busca a bola dentro do gol do Cruzeiro após empatar o duelo na Vila Capanema. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Silvinho busca a bola dentro do gol do Cruzeiro após empatar o duelo na Vila Capanema. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Após sair perdendo, o Paraná buscou o empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, nesta quarta-feira (13), pela 12.ª rodada do Brasileirão. A atuação frustrou a torcida na Vila Capanema e também os planos do clube de sair da zona do rebaixamento antes da pausa da Série A para a Copa do Mundo. Os gols saíram no segundo tempo. O atacante Rafael Sóbis marcou para a Raposa, aos 19 minutos, e o atacante Silvinho empatou para o Tricolor, aos 30 minutos.

>> TABELA BRASILEIRÃO 2018: confira os resultados e próximos jogos

O time de Rogério Micale - que acabou sendo expulso no segundo tempo, por reclamação - não conseguiu se impor diante da equipe mineira durante a maior parte do jogo. O Cruzeiro chegou ao gol em um pênalti questionável marcado pelo árbitro da Fifa, Dewson Freitas da Silva. O zagueiro Neris disputou a bola com o meia Patrick Brey e o juiz assinalou a infração. Rafael Sóbis cobrou no alto, sem chances para o goleiro Thiago Rodrigues.

O Paraná foi ao ataque e em uma rara chance de gol, Silvinho completou de cabeça o cruzamento do lateral Junior, no canto do goleiro Fábio. O cruzeirense ainda desdenhou do lance. “O gol foi mais sorte do que qualidade do adversário. Ele cabeceou errado e a bola bateu no pé do nosso zagueiro e acabou entrando”, lamentou Fábio em entrevista à rádio Transamérica.

O jogo esquentou na reta final e o árbitro tirou o cartão do bolso, mas apenas para o time da casa. Ao todo, oito jogadores tricolores foram amarelados. Na Raposa, apenas um recebeu cartão amarelo. A atuação da arbitragem foi o principal tema das declarações após o apito final.

“O arbitro acabou irritando. Cada jogo vem um juiz aqui nos prejudicando”, disparou o volante Torito González. “Ele estava super nervoso e confuso. Esse número de cartões que ele deu é absurdo, nunca vi isso no futebol”, complementou Leandro Vilela.

Os jogadores paranistas terão 10 dias de folga duranta a Copa do Mundo. O Tricolor só volta a jogar dia 18 de julho, daqui a 35 dias. O duelo será contra o Vitória, no Barradão. Já o Cruzeiro enfrenta o América-MG.

Veja imagens do jogo por Albari Rosa:

Confira o lance a lance e a ficha técnica de Paraná x Cruzeiro

***

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE