Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Marciel, à direita, é reserva do Corinthians e foi procurado  pelo Paraná. | MARCO GALVãO/ESTADÃO CONTEÚDO
Marciel, à direita, é reserva do Corinthians e foi procurado pelo Paraná.| Foto: MARCO GALVãO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Paraná tem um perfil bem definido para reforçar o elenco em 2018. Atletas baratos e que estão sem espaço nos ‘gigantes’ do futebol brasileiro.

É o caso das duas primeiras contratações para a próxima temporada. O volante Alex Santana – que jogou no Tricolor no primeiro semestre de 2017 – e o atacante Diego Gonçalves estavam encostados no Internacional. Ambos chegam por empréstimo de um ano à Vila Capanema.

Mesmo triplicando a folha salarial para a disputa da Série A (de R$ 450 mil mensais, o clube irá gastar até R$ 1,2 milhão), o Paraná tenta outros empréstimos. O clube também conseguiu um acordo com a Justiça do Trabalho e terá maior poder de investimento no futebol.

MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

O diretor Rodrigo Pastana esteve na última semana em São Paulo e buscou fechar negócio com o lateral-esquerdo/volante Marciel, do Corinthians. As conversas, porém, estão travadas. O clube paulista vendeu o lateral Guilherme Arana para o Sevilla, da Espanha, e está dificultando a ida de Marciel ao Tricolor.

Na linha de jogadores baratos, o zagueiro Charles, 29 anos, já está fechado para a próxima temporada. Ele estava no Joinville, mas agradou pelas duas temporadas que fez no Ceará, em 2015 e 2016, quando Pastana era diretor da equipe nordestina.

Para o ataque, Zé Carlos está sendo especulado nos bastidores. Entretanto, o custo-benefício do jogador de 34 anos foge do perfil traçado pelo Paraná. Ele disputou a Série B pelo CRB e marcou quatro gols em 22 jogos.

Renovações

O goleiro Richard é quem está mais próximo de acertar a renovação com o Tricolor. Ele pertence ao Água Santa e deseja seguir na Vila. Já o zagueiro Iago Maidana tem contrato até maio com o São paulo. O defensor deseja ficar e a diretoria está otimista no negócio. O Bahia, porém, demonstrou interesse no defensor de 1,95 m.

O caso mais complicado é o de Renatinho. O empresário do meia, Nenê Zine, está viajando e só retomará as conversas na próxima quarta-feira (13). O camisa 10 tem propostas do exterior e também foi sondado por outras equipes da Série A.

LEIA TAMBÉM:

>> Entenda o sorteio da Copa do Brasil 2018: confrontos, tabela e clubes classificados

>> Libertadores 2018: confira os times já classificados e como vai funcionar o sorteio

***

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]