Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O sucesso no poker online rendeu uma premiação milionária a Yuri Martins Dzivielevski, que também já atua como técnico | Brunno Covello/Gazeta do Povo
O sucesso no poker online rendeu uma premiação milionária a Yuri Martins Dzivielevski, que também já atua como técnico| Foto: Brunno Covello/Gazeta do Povo

Cassinos que jamais veem a luz do dia, bebida, fumaça, grana preta rolando no feltro verde. Popularizado via internet, o poker tomou novos rumos e detonou o estereótipo da atividade. Um dos representantes desta renovação é Yuri Martins Dzivielevski. Conhecido como theNERDguy ("Garoto Nerd", na tradução do inglês), o curitibano de 22 anos inaugurou o poker-zen.

VÍDEO: Veja cinco dicas do vice-campeão mundial para melhorar o desempenho nos jogos de poker online

Os resultados do novo estilo não poderiam ser melhores. Em setembro, Martins sagrou-se vice-campeão mundial de World Championship of Online Poker (WCOOP) – faturou US$ 708 mil (R$ 1,8 milhão).

Maior feito de um brasileiro na história da modalidade pela internet, a consagração coincide com uma revolução na vida pessoal. "Passei a cuidar mais do corpo e da mente e isso refletiu em tudo", afirma o jogador.

Antes da mudança, o poker era quase tudo para o moleque, que virou profissional aos 17 anos e desistiu de cursar uma faculdade para se empenhar na jogatina e ajudar a família. Hoje é menos. E rende mais.

Para tanto, foi preciso desenvolver uma estratégia de alta performance. "São passos que passei a adotar e que atingiram o meu desempenho. E creio que é algo que possa ser seguido por todos", diz.

Para começar, um cuidado maior com a alimentação, fundamental para quem permanece longos períodos (10 a 12 horas) sentado em frente da tela do computador. "Entrar no peso ideal me fez sentir mais disposição", comenta Martins.

A preparação mental, entretanto, é apontada como o principal ganho da nova fase. Fundamental para quem disputa até 20 mesas ao mesmo tempo e, por muitas vezes, está envolvido em cartadas de milhares de dólares.

"Concentração é um ponto importantíssimo. Além disso, iniciei um gerenciamento emocional. Especialmente, para aprender a controlar a ansiedade nos momentos decisivos", explica o jogador.

O jogador destaca um aliado nesse sentido: "Há quase dois anos passei a utilizar o Método DeRose, que é um amplo conjunto de técnicas corporais e conceitos filosóficos. Tem sido muito bom".

Novo passo

Agora, a intenção do vice-campeão mundial de poker online é transmitir os conhecimentos. Há cinco meses, Martins criou uma equipe e abriu um escritório – cinco jogadores frequentam diariamente o espaço no Batel.

"Eu sou o técnico. Faço seleções, contrato e oriento os jogadores. Eles jogam para mim e dividimos os rendimentos", explica o jogador curitibano.

Entre as principais lições: "Nem tudo é poker, é importante sair, namorar, pensar em outras coisas", finaliza.

5 dicas de um vice-campeão mundial para melhorar no poker

Curitibano, 22 anos, Yuri Martins foi vice-campeão mundial do World Championship of Online Poker (WCOOP) em setembro. Conheça os passos adotados pelo jovem jogador para alcançar o maior feito de um brasileiro na história da modalidade.

+ VÍDEOS

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]