Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Mesmo em destaque o Brasil ainda representa um montante pequeno se comparado ao mercado mundial.
Mesmo em destaque o Brasil ainda representa um montante pequeno se comparado ao mercado mundial.| Foto: Bigstock

O Brasil é o país da América do Sul que mais exportou serviços de tecnologia da informação e comunicação até 2018, movimentando U$S 2 bilhões naquele ano. As informações são do estudo Insights Report 2020, realizado pela Assespro-Paraná em parceria com o Departamento de Economia da Universidade Federal do Paraná. No cenário sul-americano o Brasil é o primeiro colocado com 43% das exportações, seguido pela Argentina com 33%.

No mundo, também em 2018, a Irlanda liderou o mercado das exportações totalizando 17%, seguido da Índia com 10%. Pensando em crescimento a China é o país que mais expressivo, representando um aumento de 349% em 10 anos, seguido pela Irlanda, com crescimento de 110%.

O mercado mundial das TICS movimentou aproximadamente US$ 606 bilhões apenas em 2018. Desse 78% correspondem a serviços de computação, 16% de telecomunicações e 6% de informação. O estudo levou em consideração dados da Organização Mundial do Comércio entre 2010 e 2018.

Mesmo com o destaque do Brasil, a América do Sul ainda não representa um número expressivo de exportações se comparado aos números mundiais, segundo Victor Manoel Pelaez, professor do Departamento de Economia da UFPR que está à frente da pesquisa. “Se levarmos em conta os países da porção da América do Sul, a participação é bastante modesta, com apenas 1% do total das exportações mundiais”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]