Rodrigo Bernardinelli (CEO), Peter Kreslins Junior (CTO) e Vitor Sousa (COO), fundadores da Digibee
Rodrigo Bernardinelli (CEO), Peter Kreslins Junior (CTO) e Vitor Sousa (COO), fundadores da Digibee| Foto: Digibee/Divulgação

A startup Digibee, especializada em integração de sistemas digitais, realizou uma captação de R$ 13,5 milhões em modelo venture debt – opção de financiamento para startups sem a diluição acionária dos investidores – e consolida seu rápido crescimento no mercado.

O modelo de negócios da Digibee oferece a integração de diferentes sistemas utilizados dentro de uma empresa, aprimorando processos e ferramentas para a realização mais ágil e otimizada das operações. A startup atende empresas de diferentes setores, seja na indústria, varejo, TI e serviços, e entre seus clientes estão marcas como Accenture, Bauducco, Carrefour, DASA, Porto Seguro, Cielo, Santander e B3.

“Temos um modelo de negócios SaaS, simples de entender e abrangente. Temos um único SKU que dá aos nossos clientes acesso ao software, infraestrutura, treinamento, serviços, monitoramento e operações. Nossa filosofia é estabelecer a plataforma, educar os clientes e dar a eles o conhecimento e as habilidades que precisam para seguir em frente, por conta própria. Se eles precisarem de nosso suporte ad-hoc, estamos a apenas um telefonema de distância.”, explica Vitor Sousa, cofundador e COO da companhia.

Fundada em 2017 em São Paulo por Rodrigo Bernardinelli, Peter Kreslins Junior e Vitor Sousa, a Digibee teve um grande crescimento durante a pandemia. De julho de 2020 a junho de 2021, a startup teve um aumento de 57% no número de clientes, enquanto seu quadro de funcionários praticamente dobrou (de 57 para 110 colaboradores). Em relação à receita, a startup declara um aumento de 246% no faturamento no último ano, alcançando uma receita mensal recorrente de R$ 2 milhões.