• 07/05/2020 16:48
Arrecadações

Startups curitibanas lançam campanha #ajudedecasa para apoiar comunidade local

  • 07/05/2020 16:48
  • PorPatricia Basilio, especial para o GazzConecta
    Campanha foi lançada dentro do serviço Ebanx Beep, uma ferramenta para vendas online.
    Campanha foi lançada dentro do serviço Ebanx Beep, uma ferramenta para vendas online.| Foto: Divulgação/Ebanx

    Para ajudar comunidades em vulnerabilidade de Curitiba, as startups conterrâneas Bcredi, Contabilizei, EBANX, HeroSpark, James, Juno, MadeiraMadeira, Olist, Pipefy e Rentcars.com se uniram e lançaram a campanha #ajudedecasa. O projeto vai beneficiar a Youngers e o Grupo Dignidade, instituições que estão distribuindo alimentos e produtos de limpeza para pessoas em situação de vulnerabilidade.

    Para arrecadar as doações, as startups criaram uma página na plataforma EBANX Beep. No site, o usuário escolhe a instituição que deseja beneficiar, o valor que deseja doar e também o método de pagamento: cartão ou boleto bancário. De acordo com a fintech, o valor das doações arrecado com a campanha será repassado integralmente às duas instituições e não será aplicada a taxa de processamento das transações.

    Parceira do projeto, a Youngers mapeou as necessidades de cada família dentro das comunidades curitibanas e criou um "vale-quarentena". Com ele, as pessoas podem fazer  compras em um dos mercados locais cadastrados no programa.  "Queremos dar um pouco de autonomia para as pessoas escolherem o que precisam. Elas trocam os vales por produtos vendidos nos mercadinhos do bairro, e a Youngers paga o mercado", explicou Geovana Conti, fundadora da instituição.

    O Grupo Dignidade, criado com o objetivo de promoção e defesa dos direitos humanos de pessoas LGBTQI+, por sua vez, está distribuindo alimentos não perecíveis e materiais de limpeza para a comunidade sem renda. Desde o início da quarentena, mais de 200 pessoas já foram impactadas pelas doações.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.