Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
39 empresas já aderiram a campanha Espalhe Solidariedade da fintech Polen.
39 empresas já aderiram a campanha Espalhe Solidariedade da fintech Polen.| Foto: Bigstock

Em meio à crise, a fintech de impacto social Polen desenvolveu uma plataforma para que empresas possam criar campanhas de arrecadação de doações a instituições não-governamentais que estão atuando no combate à Covid-19. Ao todo, 39 empresas já participam da ação Espalhe Solidariedade, engajando clientes e funcionários para doar qualquer valor a partir de R$ 5.

Segundo a cofundadora e CEO da fintech, Renata Chemin, o objetivo da plataforma é facilitar as doações a ampliar o número de pessoas atingidas pela campanha, movimento este que é potencializado quando as empresas atingem seus clientes. "O Polen possui hoje 39 campanhas ativas. Cada empresa está apoiando organizações que fazem sentido para elas. O objetivo é facilitar que qualquer um possa apoiar as organizações de uma maneira fácil e rápida", afirma. Em uma semana a campanha reuniu mais de 6 mil reais em doações.

A partir de um cadastro no sistema da Polen, cada empresa pode criar sua própria plataforma de arrecadação de recursos, criando um site com sua própria logomarca e identidade visual. As empresas que divulgam as campanhas não precisam pagar para se tornarem parte da rede. Até 10% dos valores arrecadados ficam com a fintech.

A startup já oferece um sistema de doações atrelado a compras online, por meio do qual clientes de e-commerces parceiros podem acrescentar qualquer valor à sua compra. O valor extra é destinado às instituições apoiadas pela fintech. Com a crise, a startup decidiu adaptar o serviço com a nova plataforma.

“Foi a maneira que encontramos de resolver [os impactos da crise], criando tecnologias para empresas apoiarem as causas de forma mais segura”, explica a CEO.

Entre as empresas que já apoiam a causa estão SideWalk, Darling e AAA Inovação - plataforma de educação empreendedora que arrecadou R$ 1 mil em três dias.

Na visão de Lucas Lima, CEO da AAA, é importante que as empresas utilizem suas redes de clientes e colaboradores para ajudar em momentos impostantes como este. “A ideia com essa causa é estimular as pessoas para que todos colaborem, tanto através dos conteúdos que temos publicado [gratuitamente através da própria plataforma] quanto por meio dessa iniciativa”, relata.

Colabore com mais de 300 causas

O catálogo da fintech reúne 300 instituições das mais diversas áreas de atuação, desde apoio a crianças carentes até instituições educacionais, além das que trabalham no combate ao Covid-19. Qualquer pessoa pode apoiar as causas com doações em forma de pagamentos via boleto ou cartão de crédito pelo site que reúne as iniciativas.

Por conta do coronavírus, muitas instituições no país mudaram seu foco de apoio. É o caso da Amigos do Bem, que desde 1993 desenvolve campanhas de educação, emprego, saúde e infraestrutura em comunidades carentes do sertão nordestino, e hoje também entrega kits de higiene e alimentos a famílias assistidas pela ONG.

Entre as iniciativas apoiadas estão TETO, Aldeias Infantis SOS Brasil,  Associação Prato Cheio, Sementes do Futuro, CUFA, Monte Azul, Santa Casa de Pelotas, Lar Mãe Mariana, Pequeno Cotolengo e Santa Casa de São Paulo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]