Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Palácio do Governo
O lançamento do programa InovaInvest foi realizado nesta quarta-feira (16).| Foto: Gazeta do Povo

O Invest Paraná, órgão de apoio ao desenvolvimento de negócios no estado, lançou nesta quarta-feira (16), em um evento online, um edital de chamamento para startups que queiram atingir novos mercados. O objetivo da iniciativa, batizada de InovaInvest, é trazer investimentos por meio de uma vitrine de iniciativas inovadoras de startups paranaenses, para suprir demandas do estado e da iniciativa privada nacional e internacional.

Podem se inscrever startups com base tecnológica em fase de operação ou tração, com soluções, produtos ou serviços inovadores. São admitidas soluções nas áreas de agronegócio, cidades inteligentes, educação, finanças, gestão, impacto, logística, indústria 4.0, marketing, vendas, serviços e tecnologia da informação. As empresas precisam tem CNPJ paranaense para participar do programa.

As empresas selecionadas passam a oferecer suas tecnologias à Inova Invest, que se aprovada pode se tornar um contrato de prestação de serviços com o governo do Paraná. A iniciativa também indica a solução da empresa para câmaras de comércio internacionais, e para a iniciativa privada em forma de rodadas de negócios.

O InovaInvest não tem data para fechamento das inscrições, que estão abertas pelo site. Entre os critérios de avaliação estão o grau de inovação, aderência da solução e potencial de inserção no mercado nacional e internacional.

A banca avaliadora, composta por órgãos como Celepar e Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), seleciona ferramentas para serem utilizadas e divulgadas para exportadoras, compradores e investidores estrangeiros. O objetivo é promover a expansão de empresas paranaenses em mercados nacionais e internacionais.

Renda e emprego para o Paraná

Segundo o diretor presidente da Invest Paraná, José Eduardo Bekin, o objetivo da iniciativa é se tornar uma vitrine de startups e soluções tecnológicas. “Queremos ser uma uma vitrine tanto para o governo do Paraná quanto para a iniciativa privada”, conta. Darci Piana, vice-governador do estado, complementa: “Chamando empresas para perto do governo e da iniciativa privada, caminhamos para se tornar um estado mais inovador. Este lançamento tem tudo a ver com o que pretendemos fazer pelo Paraná”, afirmou durante o evento online de lançamento.

Na visão do superintendente geral de inovação do Paraná, Henrique Domakoski, o papel do Estado é tonar o mercado mais acessível para empresas. “Nossa função como o governo é fortalecer o ecossistema regional, e os empreendedores, para que a inovação aconteça de maneira mais acelerada”, explica.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]