Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A startup vai ofertar novos serviços no Brasil.
A startup vai ofertar novos serviços no Brasil.| Foto: Divulgação

Há dois meses no Brasil, a plataforma de atividades físicas ClassPass quer acabar com o rótulo de concorrente do Gympass e ganhar identidade própria. Após receber um aporte de US$ 285 milhões e ser considerado um unicórnio (com avaliação de mercado acima de US$ 1 bilhão) nos EUA, a startup vai oferecer serviços em bem-estar e beleza — como massagem, acupuntura, manicure e corte de cabelo.

“Os novos serviços já estão sendo oferecidos no exterior. No Brasil, estamos fechando as primeiras parcerias. Em breve, teremos uma grande rede estará à disposição dos clientes”, adiantou Rodolfo Ohl, gerente-geral da ClassPass no Brasil.

Atualmente, a ClassPass atua em 28 países, possui mais de 1 mil clientes corporativos e uma equipe de 650 funcionários, 20 deles no Brasil. Entre as principais companhias globais atendidas pela startup estão Facebook e Google.

O aplicativo da Classpass vai permitir enviar convites aos amigos. <br />Foto: Divulgação
O aplicativo da Classpass vai permitir enviar convites aos amigos.
Foto: Divulgação

Ohl, que já liderou outras startups no Brasil, como Asana e Survey Monkey, afirmou que a plataforma também vai investir em inteligência artificial este ano e oferecer recursos que permitirão ao usuário convidar amigos para participar de atividades físicas e ao empresário de academia expor seu negócio de forma mais assertiva.

“Nossos algoritmos demoram duas semanas para ‘aprender’ os horários com maior vacância nas academias. Assim, o usuário que quiser pagar menos, poderá ir no período mais vazio. Por outro lado, aquele que escolher as redes de ginástica mais disputadas, pagará mais por isso”, explicou o administrador de empresas.

Venda de horário ocioso

Parceira do Grupo Bio Ritmo no Brasil, a Classpass oferece planos individuais mensais, que vão de R$ 35 a R$ 499 reais. Segundo Ohl, o usuário compra um determinado número de créditos na plataforma e os troca por serviços em academias, estúdios e, em breve, salões de beleza e spas. “Conseguimos aumentar em 20% a receita dos parceiros, vendendo os horários ociosos deles”, destacou.

+ Siga o GazzConecta no Instagram!

Em 2020, o executivo afirma que a ClassPass vai primeiramente intensificar as operações em São Paulo e no Rio de Janeiro e depois expandir geograficamente pelo país, por meio das principais capitais, entre elas Curitiba. E a estratégia não é à toa. O Brasil já representa o terceiro maior mercado global da startup, atrás da Grã Bretanha e dos EUA.

“Só 5% das pessoas realmente fazem atividades físicas nas academias. Ou seja, nossa verdadeira concorrência é a inatividade. Com o investimento recebido, queremos expandir os serviços e sermos reais para cada vez mais brasileiros”, concluiu Ohl.

LEIA TAMBÉM
>>> Ebanx lança conta digital e cartão pré-pago
>>> Hisnëk recebe R$ 1 milhão de investidores anjo
>>> Startup do Vale do Silício compra brasileira Teravoz

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]