Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Para se tornar “superapp”, Magalu compra Canaltech e entra no mercado de mídia
| Foto: Reprodução/Canaltech

A Magalu anunciou nesta quinta-feira (6) a aquisição dos portais Canaltech, Unilogic e da plataforma de análise de mídia Inloco. As três compras fazem parte da estratégia da rede para consolidar-se no mercado como um superapp, o “Magalu ao Seu Serviço”. O aplicativo reúne um conjunto de soluções para varejistas parceiros da rede ofertarem, dentro do sistema de e-commerce da marca, produtos para audiências qualificadas e com o menor custo possível, levando em consideração otimização logística e outros recursos. O valor das compras não foi divulgado.

O Canaltech, cuja audiência atualmente é de 24 milhões de visitantes únicos em seu site, 2,5 milhões no canal do Youtube, além de 792 mil seguidores em suas redes sociais, entra nesta estratégia como um recurso fundamental do Magalu Ads, uma ferramenta dentro do conceito do superapp que visa aumentar a audiência dos canais Magalu e a eficácia dos anúncios online, através de produção de conteúdo exclusivo de acordo com os interesses dos compradores e publicidade nativa.

Juntos, os canais digitais de Magalu, Netshoes, Zattini, Estante Virtual, Época e, agora, Canaltech, somam 210 milhões de visitas mensais, segundo a ferramenta de medição Similarweb. No total, serão cerca de 80 milhões de visitantes únicos mensais.

"A ideia é, com o conteúdo do Canaltech e a tecnologia da Inloco Mídia, monetizar essa audiência", diz Frederico Trajano, CEO do Magalu. "A união de e-commerce, conteúdo e publicidade é um negócio em expansão em todo o mundo. Queremos fazer parte dele e, assim, oferecer novos serviços aos nossos sellers. Nossa plataforma tem tudo para ser uma das maiores e mais eficientes do mercado".

Já a Inloco entra nessa equação oferecendo aos vendedores parceiros a possibilidade de direcionar anúncios de acordo com a proximidade de potenciais clientes, reduzindo custos de frete e prazos de entrega, além de captanear para as lojas físicas, potenciais compradores.

No fim do mês passado, a Magalu já havia anunciado a aquisição da startup de digitalização de pólos fabris, Hubsale, como parte desse pacote de soluções. Com as novas compras, a rede atinge a marca de dez aquisições de empresas de tecnologia nos últimos três anos, rumando assim para o desenvolvimento de um dos maiores ecossistemas de e-commerce brasileiro.

Em nota, a empresa explicou que para a tomada de decisão para aquisição das duas novas empresas, foi considerado um estudo feito pelas consultorias norte-americanas eMarketer e Adyoulike. “Em 2020, dois terços de todo o investimento mundial em publicidade programática serão destinados a anúncios para celular. O mercado global de publicidade nativa deve crescer 372%, entre 2020 e 2025 - passando dos atuais 85,8 bilhões para 402 bilhões de dólares”, exemplifica a rede.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]