Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
PwTec vence o Pitch Live 2021 e leva o cheque de R$ 50 mil
PwTec vence o Pitch Live 2021 e leva o cheque de R$ 50 mil| Foto: Hully Paiva/SMCS

A PwTech, startup que desenvolveu uma tecnologia capaz de descontaminar a água de rios, poços e lagoas, foi a grande campeã do Pitch Live 2021, competição de startups do Vale do Pinhão, levando o prêmio de R$ 50 mil.

O anúncio da vencedora ocorreu na noite dessa quarta-feira (20), no último dia do 31º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (Congresso da Abes 2021), em Curitiba. Na segunda-feira (18), foi realizada a competição final do Pitch Live, quando 12 concorrentes se apresentaram para um corpo de jurados formado por nomes de referência do Vale do Pinhão. Ao todo, 82 startups se inscreveram para a competição.

Michel Balassiano, um dos sócios da PwTech, comemorou a vitória: “Este reconhecimento do Vale do Pinhão nos estimula ainda mais a buscar soluções para que água de qualidade chegue a toda população e nos lugares mais remotos”.

A mentora da PwTech, Vanderlúcia da Silva, foi premiada com R$ 10 mil por ter preparado a startup para as apresentações finais do Pitch Live e também por passar suas experiências sobre inovação tecnológica.

Pitch Live 2021: voto popular

Ainda no Pitch Live 2021, a curitibana Open MEI foi eleita a campeã na votação popular. A startup oferece uma plataforma digital especializada em contabilidade para microempreendedores individuais (MEI) e recebeu o prêmio de R$ 10 mil por ter conquistado a maioria dos 4 mil votos do público.

Cesar Augusto Ribas, um dos sócios da Open MEI, recebe o cheque de R$ 10 mil como startup mais votada pelo público no Pitch Live 2021. Foto: Hully Paiva/SMCS
Cesar Augusto Ribas, um dos sócios da Open MEI, recebe o cheque de R$ 10 mil como startup mais votada pelo público no Pitch Live 2021. Foto: Hully Paiva/SMCS

“Para nós, é muito importante receber este prêmio de startup favorita do público, pois estamos empenhados em apoiar quem quer abrir seu negócio ou escalar”, comentou Cesar Augusto Ribas, um dos sócios da Open MEI.

Além dos premiados, também foram certificadas as startups que ficaram em segundo e terceiro lugares, tanto na final quanto no voto popular. Stattus4, de Sorocaba (SP), e a curitibana Ybyram Gamificação Sustentável ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente, na final de segunda-feira. Já a curitibana Nobis e a PwTech conquistaram o segundo e terceiro lugares no voto popular.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]