Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação | Foto:

O ano de 2019 foi marcado pela inauguração de várias obras marcantes de arquitetura ao redor do mundo, do primeiro restaurante subaquático da Europa aos emblemáticos estádios e museus do Catar, passando pelo aeroporto futurista assinado por Zaha Hadid Architects, em Pequim.

2020 promete não ficar atrás quando o assunto são grandes e imponentes projetos, e alguns edifícios que deram o que falar ao longo dos últimos anos e meses devem ter seus últimos detalhes concluídos neste primeiro ano da nova década.

Reunimos alguns dos projetos mais aguardados para ficar de olho ao longo deste ano.

1000 Trees

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação | Qingyan Zhu 朱清言

300 mil metros quadrados cobertos por mil árvores em pleno centro de Xangai, na China. O projeto do Heatherwick Studio para a Tian An China tem como pretensão ser uma grande montanha verde no centro de uma cidade que é conhecida por ser cinza.

Com um formato que lembra o de uma montanha, o 1000 Trees tem várias colunas brancas que saem de vários dos diferentes andares. O edifício ocupa dois lotes urbanos e já está em fase de conclusão.

Aeroporto Internacional de Santiago

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O novo Aeroporto Internacional Arturo Merino Benitez, na capital do Chile, começou a ser construído em 2016 e segue com a previsão original de inauguração para 2020. A posição estratégica da cidade de Santiago já fazia do antigo modal aéreo um dos mais importantes do continente, mas com a inauguração da nova estrutura, a capacidade de trânsito de voos internacionais deve aumentar na cidade.

O projeto de ampliação das infraestruturas existentes do Aeroporto Internacional de Santiago previa a reforma do antigo terminal, a construção de um novo terminal internacional, estacionamentos, novas instalações de tratamento de água e uma usina de energias renováveis.

Audemars Piguet Hotel des Horlogers

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Situado no Vallée de Joux, na Suíça, o hotel de esqui Audemars Piguet Hotel des Horlogers é um projeto com estrutura em zigue-zague proposto pelo BIG-Bjarke Ingels Group em parceria com o escritório Cche Architecture.

Serão 6.400 metros quadrados com cinco componentes que, graças ao zigue-zague, seguem a linha decrescente do vale. A edificação leva à descida do vale e o percurso conecta o hotel ao Musée Atelier, outro marco arquitetônico da região.

Audrey Irmas Pavilion

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Projeto da OMA Nova York em Los Angeles, o Audrey Irmas Pavilion é uma proposta de expansão do Templo de Wilshire Boulevard, primeiro trabalho com temática religiosa do celebrado escritório norte-americano.

Com uso misto, a estrutura vai servir ainda de teatro, museu, galeria e escritório, em plena região central da cidade hollywoodiana, na Califórnia.

Bee’ah Headquarters

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os Emirados Árabes Unidos segue sendo um dos mais importantes palcos da arquitetura inovadora internacional, com seus impressionantes arranha-céus. Mas nem todas as grandes obras do país seguem rumo ao céu. Em 2020, uma das mais importantes estruturas a serem inauguradas na região de Sharjah é a sede da Bee’ah, projetada pelo escritório Zaha Hadid Architects.

Sua composição baixa e desenvolvida de forma a otimizar a ventilação natural resulta em um complexo que lembra as dunas de areia do deserto, mas faz muito mais do que isso: o projeto segue rigorosos padrões de sustentabilidade, integrando sistemas de energia renovável, gestão ambiental e de resíduos, e segue um plano construtivo pautado em zero desperdício e consumo baixo de energia.

EDEN

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Primeiro projeto residencial do Heatherwick Studio na Ásia, o Eden tem a proposta de ser exatamente o que o nome indica: quase um paraíso particular para cada um dos moradores do edifício de 20 andares na vizinhança de Orchard Road, em Singapura.

Com 104,5 metros de altura, o prédio já está de pé com suas sacadas em formatos peculiares que lembram o de conchas, que ocultam jardins individuais para cada apartamento.

Estádio Olímpico Nacional de Tóquio

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Enquanto algumas das obras construídas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrem neste ano, já foram concluídas ainda em 2019, outras estão em fase de conclusão. É o caso do Estádio Olímpico Nacional da capital japonesa, projetado por Kengo Kuma, que ocupa o mesmo local da versão anterior, construída em 1964.

Composto por três anéis com capacidade para 80 mil espectadores, o estádio é construído em madeira e deve ser o local da cerimônia de abertura do evento esportivo, agendada para o dia 24 de julho.

Grand Egyptian Museum

Foto: Divulgação Heatherwick Studio
Foto: Divulgação Heatherwick Studio

Com a responsabilidade de construir um museu no Egito à altura das pirâmides que tornam a área tão emblemática, a Heneghan Peng venceu em 2003 uma competição internacional para a construção do Grande Museu Egípcio, uma estrutura bem ao lado das pirâmides de Gizé, na cidade do Cairo.

O novo museu terá 100 mil metros quadrados e vai abrigar a maior coleção individual de artefatos do antigo Egito.

Le Monde Group Headquarters

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na França, uma das obras mais esperadas é a nova sede do grupo Le Monde, importante conglomerado midiático europeu, cuja estrutura será composta por vitrais em diferentes formatos e tamanhos.

Com uma estética que lembra uma grande imagem pixelada, o edifício foi desenhado pelo escritório Snøhetta, em parceria com um estúdio local, o SRA, e a proposta é que o espaço se integre com a praça onde está sendo construída, criando a sensação de que é, também, do público.

Nanjing Zendai Himalaia Center

Os 15 projetos de arquitetura mais aguardados de 2020

Na cidade chinesa de Nanjing, o Zendai Himalaia Center será um grande complexo formado por edifícios que remontam à cadeia de montanhas do Himalaia. O projeto de urbanismo desenvolvido pela MAD Architects resgata a filosofia oriental chinesa, fazendo uma releitura da cooperação entre o homem e a natureza para dar forma a um moderno espaço público.

Pier 55

Os 15 projetos de arquitetura mais aguardados de 2020

O Heatherwick Studio é um dos grandes responsáveis por algumas das mais importantes obras de arquitetura que deverão ser inauguradas no mundo inteiro em 2020. Além dos já citados 1000 Trees e do residencial Eden, outro destaque do escritório é o Pier 55, que será construído no Rio Hudson, em Nova York.

Orçado em 170 milhões de dólares, o projeto assinado pelo estúdio de Thomas Heatherwick consiste em um exuberante parque urbano suspenso sobre mais de 300 pilares de concreto, construído ao longo de 60 metros nas margens do rio.

Rosewood Tower, em São Paulo

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No Brasil, uma das obras mais esperadas de 2020 fica em plena capital de São Paulo, à beira da Avenida Paulista. Primeira obra do escritório francês Ateliers Jean Nouvel no país, o arranha-céu fará parte da Cidade Matarazzo, um complexo histórico de 27 mil m² tombado pelo patrimônio histórico, e deve abrigar um hotel com algumas unidades residenciais.

Tainan Axis, em Taiwan

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em Taipei, Taiwan, o projeto da MVRDV vai substituir uma antiga estrutura de concreto que abrigava um shopping center por um parque formado por um lago central rodeado por palmeiras.

No lugar do shopping construído nos anos 80, o espaço agora vai abrigar uma área de interação urbana que deve trazer mais verde para a região central da cidade, com direito a piscinas e dunas artificiais.

Torres ATRIO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Projetadas em parceria entre a Rogers Stirk Harbor + Partners e a El Equipo de Gincarlo Mazzanti, as torres Atrio estão em construção no centro de Bogotá e representam um importantíssimo empreendimento comercial de uso misto.

Composto por duas torres – sendo uma delas a mais alta da Colômbia – o projeto conta ainda com um amplo espaço público aberto ao nível do solo. Com 42 pavimentos (201 metros) e 58 andares (268 metros) de altura, respectivamente, as torres disponibilizaram um total de mais de 250 mil m² de espaços para escritórios, serviços públicos e salas comerciais, um edifício por onde passam mais de 70 mil pessoas diariamente.

Valle San Nicolás

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A cidade mexicana de Valle de Bravo é o endereço de um novo haras, incorporado a um condomínio residencial. A cidade, que se transformou de um vilarejo colonial para um luxuoso espaço com hotéis e condomínios residenciais que atrai turistas locais e internacionais, dada beleza natural da região, proporcionada principalmente pela construção de um lago cristalino artificial, o Avandaro, criado na década de 30 graças à construção de uma usina hidrelétrica.

O projeto da Valle San Nicolás é da Sordo Madaleno Arquitetos.

*Com informações Archdaily Brasil

LEIA TAMBÉM

Balneário Camboriú tem cinco dos dez prédios mais altos da América do Sul; saiba o porquê

Nova York aprova lei que exige prédios com menos vidro para segurança dos pássaros

As melhores fotografias de arquitetura de 2019

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]