Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
residencial-alamo-monarca-incorporadora-decorado (7)
Praça Álamo do novo residencial de mesmo nome no Bigorrilho, da Monarca Incorporadora, assinada por Benedito Abbud| Foto: Divulgação

O bairro do Bigorrilho, em Curitiba, vai ganhar um novo imóvel residencial até agosto de 2023. Será o edifício Álamo, da Monarca Incorporadora, na Rua Dona Alice Tibiriça, 358, com destaque para o paisagismo exuberante de Benedito Abbud, um dos nomes mais ilustres do setor no Brasil.

O empreendimento terá duas torres e apartamentos de 131 a 271 m² privativos, de 3 e 4 suítes, com projeto arquitetônico da Baggio Schiavon Arquitetura. Abbud revela que o imóvel pode ser considerado um refúgio urbano e que o projeto vai dispor de álamos gigantes, jardins de cura para relaxamento e colmeias de abelhas nativas sem ferrão, tudo para contemplar os cinco sentidos.

Siga HAUS no Instagram

| Divulgação

“Fala-se muito em salvar o planeta, mas não adianta fazer isso se o homem acabar com ele. É preciso ter uma visão conjunta e equilibrada de três esferas: sustentabilidade ambiental, social e pessoal. De um ponto de vista pessoal, se não estamos bem, também não podemos ajudar o outro”, avalia o paisagista, que teve seu projeto aplaudido no MIPIM 2019, um dos maiores eventos internacionais do mercado imobiliário, realizado em Cannes, na França.

Decorado

A Monarca acaba de inaugurar o decorado do empreendimento, com cerca de 160 m², assinado pelo escritório Ana Letícia Virmond Arquitetura. São ambientes amplos, bem arejados e iluminados, com predomínio de tons cinzas, off-white, preto e amadeirados, e formas arredondadas que parecem abraçar os visitantes.

Suíte do decorado da incorporadora Monarca
Suíte do decorado da incorporadora Monarca| Marcelo Araújo

O que são jardins de cura?

Desde a década passada os healing gardens têm sido objeto de diversos estudos. “Eles verificaram que pacientes de hospitais que tinham mais contato com a natureza, que saíam para tomar sol, sentir a brisa, ver a água, tinham uma recuperação mais rápida do que aqueles que ficavam reclusos”, defende Abbud.

Mais tarde, o termo evoluiu para o conceito de biofilia (ato de viver entre o verde e a natureza, sobretudo, nas grandes cidades). “Curitiba se encaixa muito bem neste perfil, e os maiores escritórios de arquitetura do mundo utilizam esse conceito”, declara o profissional.

Living do decorado
Living do decorado| Marcelo Araújo

Quanto à árvore Álamo, que dá nome ao empreendimento da Monarca, Abbud revela que não foi uma escolha aleatória, sendo uma planta que provoca a sensação de monumento, em razão de sua verticalidade. “Como tem uma forma colunar, o Álamo emoldura a paisagem sem excluir a visão do cenário externo”, define.

Tipos de jardins

Já na praça de entrada o público irá se deparar com jabuticabas que, além de serem espécies nativas, estimulam também o paladar. Neste cenário, estão presentes também as plumerias rubras, conforme detalha Abbud.

Espaço gourmet integrado com o living do decorado
Espaço gourmet integrado com o living do decorado| Marcelo Araújo

“Trata-se de uma vegetação de jasmim manga, que exala um aroma delicioso no fim da tarde. Acrescentamos as cerejeiras para dar uma cor e também homenagear o povo japonês, tão importante no Paraná. O projeto tem ainda pitangas e capim dos Pampas, que fazem um belo efeito quando balançam com o som do vento”, descreve.

Veja mais imagens do decorado do Álamo:

Banheiro da suíte principal do decorado
Banheiro da suíte principal do decorado| Marcelo Araújo
Um dos quartos do decorado
Um dos quartos do decorado| Marcelo Araújo
Adega é um dos destaques do living do decorado
Adega é um dos destaques do living do decorado| Marcelo Araújo
Corredor principal do decorado
Corredor principal do decorado| Marcelo Araújo
Quarto feminino do decorado
Quarto feminino do decorado| Marcelo Araújo
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]