i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Cidades europeias propõem batizar ruas em homenagem a Marielle Franco

  • PorAléxia Saraiva
  • 15/03/2019 16:00
Escadaria em homenagem a Marielle Franco no bairro de Pinheiros, em São Paulo (SP). Foto: Twitter/ @luduvicu
Escadaria em homenagem a Marielle Franco no bairro de Pinheiros, em São Paulo (SP). Foto: Twitter/ @luduvicu| Foto:

Um ano após o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (Psol), diferentes cidades europeias relembraram o crime demonstrando a intenção de homenageá-la, batizando ruas com seu nome. Foi o caso das cidades de Florença, na Itália, e Paris, na França, que nesta quinta-feira (14) divulgaram propostas de criar espaços em memória da vereadora.

Em Florença, os autores da proposta foram a Conferência Geral Italiana do Trabalho (CGil), considerado o mais importante sindicato do país, e a Casa do Brasil em Florença. Em seu site, eles pedem à Prefeitura de Florença que considere dar o nome da vereadora a uma rua ou praça da cidade. Eles argumentam que a comunidade brasileira na cidade é forte e ativa, e que a prefeitura deveria prestar essa homenagem.

“Marielle Franco hoje é o símbolo, no Brasil e no mundo, da luta das mulheres, da defesa dos direitos humanos, da nova resistência contra todas as formas de opressão. Seu assassinato é mais um exemplo dos perigos enfrentados pelos defensores dos direitos humanos. Por estas razões, consideramos um dever prestar homenagem à memória de Marielle“, afirma a nota.

Na França, a prefeita de Paris Anne Hidalgo tornou pública sua proposta de homenagear Marielle. Em sua conta do Twitter, ela escreveu: “Marielle Franco foi assassinada há um ano. Vereadora do Rio de Janeiro, ela se engajou na luta contra o racismo, a homofobia e as violências policiais. Em sua memória, nós iremos propor a criação de um lugar dedicado a ela no próximo Conselho de Paris”. 

O Conselho de Paris delibera sobre temas importantes da cidade de Paris e tem de 8 a 10 encontros por ano, que duram de três a quatro dias. A próxima sessão acontecerá nos dias 1º a 3 de abril. Uma lista prévia de temas a ser debatidos é divulgada com 12 dias de antecedência do evento.

LEIA MAIS

Projeto social transforma restos de muros grafitados em joias exclusivas

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.