Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Projeto vencedor para a associação Eco Frank é de autoria de Amanda Sayuri Hashimoto, Gabriela Simm Stanga e Leonardo Costa Monte Júnior, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Projeto vencedor para a associação Eco Frank é de autoria de Amanda Sayuri Hashimoto, Gabriela Simm Stanga e Leonardo Costa Monte Júnior, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).| Foto: Divulgação

Foram divulgadas as propostas vencedoras do concurso nacional de projeto de qualificação de uma área de lazer da Eco Frank, uma associação de materiais recicláveis do Uberada, em Curitiba. A inscrição estava aberta apenas para estudantes de Arquitetura e Urbanismo. Ao todo foram inscritas 31 equipes de quatro estados brasileiros (PR, SC, PA e RS), representando 14 faculdades. O concurso foi idealizado pela Modular Jr., empresa júnior de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A proposta vencedora é a de nº 449621764, composta por Amanda Sayuri Hashimoto, Gabriela Simm Stanga e Leonardo Costa Monte Júnior, da UFPR, devido a boa utilização dos espaços, uso de soluções economicamente viáveis e de acordo com a realidade da associação, proporcionando um projeto que se encaixa no programa base. Destaca-se, ainda, a valorização da cultura local, com a utilização de grafite como um elemento de destaque, uma proposta coerente e que será de fato utilizada e bem aproveitada pelos associados da Eco Frank.

Siga a HAUS no Instagram

Área interna do projeto vencedor para a associação do Uberaba.
Área interna do projeto vencedor para a associação do Uberaba.| Divulgação

O segundo colocado foi o projeto de nº 450923728, composto por Jéssica Thaise Kasmirski Pessatti, da UFPR. Ele se destaca pela criação de um pátio na área de intervenção interna e propôs uma boa solução para a questão de ventilação junto aos banheiros. Ressalta-se, ainda, na área de intervenção externa, a criação de uma aproximação da rua com o interior da associação, por meio de uma abertura na fachada.

Perspectiva do projeto que ficou em 2º lugar no concurso.
Perspectiva do projeto que ficou em 2º lugar no concurso.| Divulgação

O terceiro colocado foi o projeto de nº 451676846, de Christian Ferreira de Oliveira e Maria Luiza Dias Ballarotti, também da UFPR. O projeto destaca a criação de ambientes integrados e coerentes, ambas as áreas de intervenção apresentam uma união e um nexo. Projeto de alta qualidade e de ótima utilização dos recursos representativos e diagramação da prancha.

Projeto que recebeu 3º lugar no concurso.
Projeto que recebeu 3º lugar no concurso.| Divulgação

A comissão julgadora levou em conta os seguintes critérios na avaliação: a economia e viabilidade técnico-construtiva, qualidade da apresentação, clareza, coerência, funcionalidade e atendimento ao programa de atividades, aspectos plásticos, estéticos, simbólicos e éticos, originalidade, segurança, acessibilidade e sustentabilidade.

A banca de jurados contou com seis especialistas: Ana Priscilla Romero, arquiteta, mestra em Sustentabilidade na Construção Civil; Fabio Domingos Batista, professor do curso de Arquitetura da FAE e sócio do escritório Grifo Arquitetura; Andrea Berriel, professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPR; Ormy Hutner Junior, sócio do escritório Tellus Arquitetura e conselheiro do CAU/PR; Ana Flavia Bassani, arquiteta e urbanista, proprietária do escritório Cotí Arquitetura; e Renato Silva, presidente da associação Eco Frank.

A elaboração do projeto executivo do projeto vencedor será realizada nos próximos meses em conjunto com a Modular Jr. e a arquiteta e professora da UFPR Andrea Berriel.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]