Mansão construída com contêineres ganha mostra de decoração em Curitiba; conheça os 21 ambientes

Em cartaz entre 15 de agosto e 21 de setembro, Mostra Container apresenta 21 ambientes em casa que destaca soluções de sustentabilidade

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

por HAUS

14/08/2018

compartilhe

Uma casa de 375 m² construída do zero com contêineres no Butiatuvinha (Estrada Ângelo Pianaro, 1.631), em Curitiba, abre suas portas para visitação nesta quarta-feira (15). Batizada de Mostra Container, a exposição conta com 21 ambientes assinados por mais de 30 profissionais que ilustram como é possível projetar uma casa de dois pavimentos dentro das noções de sustentabilidade e consciência ambiental.

Além da estrutura em contêiner, que reaproveita os materiais provenientes do transporte marítimo de cargas, a construção teve o steel frame, caracterizado pela execução mais rápida e por gerar menos resíduos do que a construção em alvenaria, como outro de seus métodos construtivos. Painéis fotovoltaicos foram instalados e produzem mais de 20% da energia elétrica utilizada na casa, que conta com abundante iluminação natural e lâmpadas e eletrodomésticos mais eficientes energeticamente.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

>>> Nova vila gastronômica no Centro de Curitiba evidencia cultura urbana e sustentabilidade

Tais soluções fizeram da construção a primeira de Curitiba a receber o selo sustentável na modalidade casa da Green Building Council Brasil (GBC Brasil), certificação de referência em construções sustentáveis.

A Mostra Container está em desenvolvimento desde 2015. Neste período, os arquitetos e designers tiveram a oportunidade de desenvolver suas aptidões em construção sustentável por meio de cursos ofertados pelo projeto. Além disso, também foram realizadas palestras sobre o tema em universidades do Paraná que contaram com a participação de mais de dois mil alunos, como conta Tatiana Hultmann Stavitzki, idealizadora do projeto e coordenadora geral da mostra.

>>> Cientistas criam concreto mais leve a partir de areia e impressão 3D

“Nosso grande intuito é contribuir para mudar a consciência das pessoas sobre a sua forma de viver e construir. Precisamos nos unir e encontrar soluções para o problema do uso indevido dos recursos naturais, estarmos alinhados para um mundo melhor”, completa, em nota, a coordenadora.

As visitas são gratuitas e serão realizadas nos seguintes horários: 2ª a 6ª-feira (13h30, 15h30, 17h30, 19h30) e sábado (de 11h30 às 12h30), com agendamento prévio pelo site da mostra.

Conheça os ambientes que compõem a Mostra Container.

Sala de Jantar e Estar

Fotos: Letícia Akemi / Gazeta do Povo

A amplitude é o grande destaque das salas de Jantar e Estar, assinadas pela artista Tatiana Hultmann Stavitzki, a engenheira Nazaré Alves, o designer Jonathan Cardozo, a arquiteta Priscila Ferstemberg e a designer Mauren Buest. Ambientada em tons neutros, ela mescla a sofisticação das obras de arte e peças de design à robustez do contêiner, cujas portas, abertas, invadem o espaço na altura do segundo pavimento. A iluminação automatizada permite a configuração de diferentes cenários, enquanto a imponente lareira em modelo europeu traz aconchego para o espaço.

Espaço Zen

Um ambiente de contemplação e de fuga do estresse do dia a dia é o que o arquiteto Luiz Maingué traz no Espaço Zen. Inspirado nos jardins japoneses, ele explora o contraste entre o preto, o branco e o verde da vegetação. Outro destaque do espaço é a cisterna vertical de 4 metros de altura, que capta as águas das chuvas e as redistribui para uso na casa. A saúde e beleza das plantas é garantida por um sistema automatizado de irrigação.

Quarto da Adolescente

A linguagem contemporânea, com linhas puras e tons neutros, norteou o projeto do Quarto da Adolescente, assinado pela arquiteta Gisela Ribeiro, com apoio na execução da engenheira Nazaré Alves. A versatilidade é o ponto forte do projeto, que funciona como ambiente de descanso, estudos e relaxamento e tem nos móveis funcionais seu destaque. Assim, a minibiblioteca se transforma em cama auxiliar, enquanto o móvel de apoio foi estofado para virar um banco.

Copa e Churrasqueira

A interação familiar e o fortalecimento das conexões interpessoais foram o ponto de partida da Copa e Churrasqueira assinada pelo arquiteto Givago Ferentz. Em estilo contemporâneo, o espaço traz paleta que mescla tons neutros e coloridos (como preto, cinza, amarelo e laranjado) e materiais (ferro, cimento e madeira), além de manter aparente a estrutura do contêiner. Grandes janelas em vidro permitem a abertura ou o fechamento total da área da churrasqueira.

Banheiro Acessibilidade PNE

O banheiro assinado pela arquiteta Caroline Güral tem a arquitetura inclusiva como premissa e, assim, atende aos requisitos da NBR 9050, que trata da acessibilidade das edificações. Para isso, ela abusou do uso das cores, texturas e elementos táteis, que fazem com que o ambiente fuja do padrão visual dos espaços destinados às pessoas com deficiência (PCD). Outro destaque é o painel colorido que reveste o teto.

Sala Íntima

O descarte da indústria moveleira é destaque na Sala Íntima projetada pelas designers Schaelly Campos e Mauren Buest. Ele está presente nos móveis multifuncionais do espaço, que tem na composição das portas em “escama de peixe” outro de seus atrativos. O baú escondido no armário, o sofá extensível e os elementos naturais complementam o projeto e trazem aconchego ao espaço.

Escada

Ponto de conexão entre os dois pavimentos do imóvel (“viver e estar”), a Escada assinada pela artista plástica Tatiana Hultmann Stavitzki traz cor inspirada na Pantone 2018, presente no tom mais claro de violeta. Construída em madeira com certificado de origem florestal, conta com iluminação dimerizável e controlada pelo celular ou pela assistente Alexa, que interage em diversos espaços da casa. Debaixo dela, um espaço especial foi dedicado à cadela mascote da casa e também à uma pequena adega.

Refúgio do Casal – Suíte Master e Closet

Quente e aconchegante, a madeira recebeu destaque no projeto assinado  pela arquiteta Mayana Thomé para o quarto do casal. Com design leve e estilo contemporâneo, o ambiente apresenta soluções de sustentabilidade, como o papel de parede líquido que reveste o closet (o produto é ecológico, 100% natural e funciona como isolante acústico, além de ser antialérgico) e a lareira ecológica, que não libera fuligem, odor ou fumaça e utiliza etanol como combustível.

Banheiro dos Meninos

Concreto, pedra, vidro e madeira são alguns dos materiais que se misturam no Banheiro dos Meninos, assinado pelas arquitetas Lucille Amaral e Kelly Trindade. Com piso azul “Bic” e armários na cor preta, o espaço brinca com elementos lúdicos presentes nos nichos e na cuba da pia, que reproduz uma linha férrea em escala minimalista. A referência aos trens, que norteia o projeto de todo o dormitório, também aparece no trilho instalado no teto do banheiro.

Biblioteca e Home Office

A estante metálica, que imprime personalidade ao projeto, é o ponto focal da Biblioteca e Home Office assinado pela designer de interiores Nina Oven e pela arquiteta Paola Burkot. Com 12 m², o espaço une funcionalidade e estética ao acomodar um grande acervo de livros, assim como documentos e fotos da família. Móvel, a mesa de trabalho pode ser encaixada entre o balcão e a estante, liberando espaço para a prática de meditação ou outras atividades.

Suíte dos Meninos Viajantes

Tendo a diversão como inspiração, a suíte projetada pelos arquitetos Rafael Wagner e Débora Pootz apresenta uma grande área livre central, ideal para brincadeiras e reunião de amigos. O destaque do cômodo fica para o grande beliche que ocupa uma das paredes. Inspirado nas cabines dos antigos trens de passageiros, ele traz duas camas embutidas na parte de baixo e um espaço superior com futons que funciona como área de brincadeira e lazer.

Lavanderia

Para fugir do óbvio, as arquitetas Milene Guerke Vieites Gil e Ana Paula Leal e a designer Anna Karolinna Venturi buscaram inspiração nos metrôs de Londres e de Nova York para projetar a Lavanderia. Nela, a paleta de cores privilegia cores mais urbanas, como o concreto e o azul escuro, que trazem personalidade à área de serviço.

Banheiro Teen

A bancada em “L” em compacstone, que garante melhor aproveitamento do espaço, e o seat garden, que funciona como apoio para os cuidados de beleza e higiene pessoal, estão entre os destaques do projeto assinado pela arquiteta Tatiana Merheb Jordão. Baseado no estilo contemporâneo, o espaço traz base em tons neutros, com pontos de cor nos detalhes da decoração, como os quadros.

Cozinha

Pensada para a convivência e funcionando como o “coração” da casa, a cozinha assinada pela arquiteta Daniela Cerbatto e a designer Claudia Novak não abre mão da funcionalidade. Em forma de “U”, ela é inspirada no estilo minimalista escandinavo e traz cores neutras na marcenaria e na bancada, executada em Mármore Paraná.

Studio do Cineasta

Um ambiente que estimulasse a concentração e a criatividade foi a proposta que a arquiteta Lucille Amaral trouxe para o Studio do Cineasta. Para isso, ela fez da grande janela que se abre para a paisagem, integrando o interior do imóvel à natureza, o destaque do espaço. Abaixo dela, a bancada em madeira maciça, feita com o tronco de uma árvore que caiu naturalmente, funciona como apoio. As portas contam com fechadura eletrônica, abertas somente por digital, uma vez que o cômodo abriga os equipamentos de trabalho do morador.

Lavabo

Com cores sóbrias, o lavabo é o segundo ambiente da casa que leva a assinatura do arquiteto Givago Ferentz. Nele, os porcelanatos em tons escuros cobrem o piso e as paredes e conversam com a louça sanitária, que na cor preta segue a mesma paleta monocromática.

Ateliê e Brinquedoteca Multifuncional

O Ateliê e Brinquedoteca Multifuncional ocupa uma área de 20 m² dividida em quatro setores: área de diversão, de estudos, de lazer e quarto de hóspedes. Assinado pelas arquitetas Lucia Loxca, primeira refugiada Síria a se graduar no Brasil, e Carolene Coimbra, o espaço tem nas cores, especialmente no amarelo citrino, um de seus destaques. A eficiência energética é garantida pelas duas amplas janelas e pela linha única com trilhos de LED. Além da setorização do ambiente, a atenção ao mobiliário, como o sofá que pode ser transformado em cama de casal ou em duas camas de solteiro, é outra solução que reforça o caráter multifuncional do ambiente.

Banheiro do Bosque

O Banheiro do Bosque une elementos clássicos, modernos e industriais em um espaço funcional, prático e sofisticado. Assinado pelos arquitetos Mirian Rodrigues e Diego Viali, o projeto cria uma atmosfera que remete à energia e ao bem-estar proporcionado pela natureza, presente no jardim vertical automatizado que ambienta área da banheira.

Sala de TV da Família

A iluminação clean e aconchegante é o destaque sala de TV assinada pelo arquiteto Zeh Pantarolli e pelo designer Diego Miranda Leite. Com 30 m², ela tem nas texturas dos xales, nas almofadas e nas cores baseadas no Feng Shui outros elementos que reforçam a aura de conforto. Instalada ao lado do sofá, a bancada funciona como mini-escritório no espaço, que se integra totalmente à varanda.

Varanda do Bosque

Também assinada por Zeh Pantarolli e Diego Miranda Leite, a varanda é um espaço de contemplação, pensada para que o morador tenha conforto ao admirar a vista do bosque. Para isso, sua ambientação prioriza elementos em madeira e tons terrosos.

Banheiro Tech

Os recortes nas paredes e no forro são o ponto focal do Banheiro Tech, assinado pelo designer Jonathan Cardozo. Plotados em tons de azul, eles reforçam o estilo futurista, trazendo uma proposta ousada ao ambiente. O espelho redondo é outro destaque do projeto, marcado pelas linhas retas no revestimento, louças e mobiliário.

LEIA TAMBÉM

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você