Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação| Foto:

Morreu nesta sexta-feira (11) aos 93 anos o engenheiro geotécnico Sigmundo Golombek, que ajudou a projetar as rodovias dos Bandeirantes e dos Imigrantes, as principais vias estaduais de São Paulo. Ele já estava internado há 30 dias no Hospital Albert Einstein e faleceu em decorrência de insuficiência respiratória, de acordo com seu filho Milton Golombek. Deixa cinco filhos, 10 netos e 10 bisnetos. O sepultamento será neste domingo (13), às 11h30, no Cemitério Israelita do Butantã.

Nascido em São Paulo em 1923, Golombek formou-se engenheiro na Escola Politécnica da USP e um pouco mais tarde foi professor da Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie, atividade que exerceu por 19 anos.

Morre Sigmundo Golombek, engenheiro que projetou as principais rodovias de SP

A mais destacada obra de Golombek talvez tenha sido o seu pioneirismo ao abrir a primeira empresa de consultoria independente na área de fundações e contenções, a Consultrix. Até então, as empresas faziam elas próprias o projeto de fundações, o que nem sempre redundava na melhor solução técnica.

“Trata-se uma grande perda para a engenharia geotécnica brasileira”, afirma o engenheiro Ilan D. Gotlieb, presidente da associação que reúne as empresas de projetos de fundações. “Golombek deixou um exemplo de trabalho, ética e competência técnica insuperáveis”.

LEIA TAMBÉM

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]