Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Obra-ícone de Lina Bo Bardi, Masp ganhará novo prédio interligado por túnel sob a Av. Paulista
| Foto: Divulgação/Metro Arquitetos

Áreas expositivas ampliadas em 66% em um prédio de nove andares interligado à uma das obras-ícones da arquitetura moderna paulistana. Assim pode-se resumir o projeto do novo Masp, prédio vizinho a um dos projetos mais conhecidos - e visitados - da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, que será revitalizado e integrado ao complexo do Museu de Arte de São Paulo com projeto do Metro Arquitetos e de Júlio Neves, antigo diretor do museu.

Batizado Pietro Maria Bardi, novo edifício tem previsão de inauguração para 2024.
Batizado Pietro Maria Bardi, novo edifício tem previsão de inauguração para 2024. | Divulgação/Metro Arquitetos

Siga a HAUS no Instagram

O novo prédio ocupará as instalações do antigo edifício Dumont-Adams, que após décadas inativo terá seus cerca de 7 mil m² (anteriormente residenciais) transformados em salas expositivas, laboratório para restauração de obras, salas de aula, café e restaurante.

Pé-direito duplo e planta livre permitem diferentes composições para as salas expositivas.
Pé-direito duplo e planta livre permitem diferentes composições para as salas expositivas. | Divulgação/Metro Arquitetos

Para as primeiras delas, a engenheira Heloisa Maringoni realizou um estudo que permitiu a retirada de lajes e a consequente ampliação do pé-direto dos pavimentos expositivos, o que, juntamente com a planta livre, permitirá distintas formas de montagem dos espaços e exposições. Um sistema de climatização de última geração também será instalado para permitir que o espaço receba obras com características mais rígidas de conservação.

Café e restaurante estão previstos no programa do novo edifício.
Café e restaurante estão previstos no programa do novo edifício. | Divulgação/Metro Arquitetos

O térreo receberá o café e o restaurante do museu, liberando o espaço no subsolo do atual prédio do Masp - inaugurado em 1968 e que passará a se chamar Lina Bo Bardi - para o acervo permanente da instituição. Para o novo edifício, batizado Pietro Maria Bardi, também será transferida a bilheteria do museu, o que irá, de fato, liberar todo o vão livre do icônico edifício assinado por Lina.

União

Revestido por uma pele metálica perfurada, que criará um colchão de ar e contribuirá para a eficiência térmica dos espaços internos, o edifício Pietro Maria terá uma linguagem limpa e contemporânea, compondo um monólito de tonalidade escura que não compete visualmente e compõe bem com as tradicionais vigas vermelhas que caracterizam o Masp de Lina.

Túnel subterrâneo fará a ligação dos dois edifícios do Masp.
Túnel subterrâneo fará a ligação dos dois edifícios do Masp. | Divulgação/Metro Arquitetos

A união dos dois edifícios, assim como a do casal que teve um relevante papel para as artes e a arquitetura nacionais, se dará por um túnel subterrâneo sob a Avenida Paulista.

O custeio das obras, que já começaram, se dará exclusivamente por meio de doações de pessoas físicas, e cerca de 90% dos recursos já foram levantados. Já a inauguração do edifício Pietro Maria Bardi, que marcará a nova fase do Masp, está prevista para o primeiro trimestre de 2024.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]