Curitiba recebe proposta de moradia sustentável para pessoas em situação de rua

Batizada de ModuLar, proposta divide espaço entre quartos temporários e serviços, e integra a 3ª Mostra Arquitetura para Curitiba 

Construções sustentáveis foram pensadas para contexto de desigualdade e desemprego convivendo com o restante da população. Foto: Divulgação

por Aléxia Saraiva

09/10/2019

compartilhe

Curitiba, 2029. O cenário é de muitos profissionais fazendo home office, de carros já elétricos e compartilhados e de permanentes desigualdade e desemprego. Muitos já não têm patrimônio nenhum.

Nesse contexto, surge o ModuLar: pequenas edificações de uso misto que concentram quartos para pessoas em situação de rua no andar superior e serviços diversos no térreo. Isso tudo construído em faixas de rua já inutilizadas, reaproveitando o espaço urbano.

Andar térreo é destinado a serviços; andar superior tem quartos e instalações sanitárias. Foto: Divulgação

Em linhas gerais, essa é a proposta do projeto liderado pelo engenheiro mecânico Aloísio Leoni Schmid e pelo arquiteto Luiz Paulo Coelho de Almeida Reis para a 3ª Mostra Arquitetura para Curitiba — que, nesta edição, traz o tema “Cidade presente, cidade ausente”.

“Nosso processo criativo consistiu, primeiro, no lançamento do tema de moradia para pessoas sem teto”, detalha Schmid. “Depois, com os estudantes, tivemos a oportunidade de encontrar uma pessoa com passagem pelo hotel social da prefeitura, que nos trouxe uma dimensão muito realista do nosso público-alvo”.

No terraço, painéis solares produzem energia elétrica e cobertura verde produzem alimentos. Foto: Divulgação

O ModuLar não seria apenas um abrigo temporário: seria uma solução completa em si. Enquanto um bloco abriga as pessoas em situação de rua, outro semelhante serve de hotel, com fundos destinados a manter o primeiro. Os quartos preveem camas retráteis, guarda-volumes e instalações sanitárias compartilhadas.

Já no térreo, foram pensados serviços que poderiam empregar e, ao mesmo tempo, atender os moradores temporários: alimentação, salões de beleza, copiadoras, comércio em geral.

Quartos são equipados com camas retráteis e guarda-volumes. Foto: Divulgação

A sustentabilidade também faz parte da proposta. A energia elétrica é produzida a partir de painéis fotovoltaicos dispostos no telhado. Entre eles, faixas de cobertura verde produzem alimentos para serem consumidos no local. Além disso, a construção é de madeira laminada colada, que cria sumidouros de dióxido de carbono — um sistema que ajuda a reduzir os gases de efeito estufa da atmosfera. Por fim, isolamento de vibrações e ruído aumentam o conforto dos ModuLares.

3ª Mostra Arquitetura para Curitiba

A terceira edição da exposição bienal que apresenta provocações e possibilidades para a cidade traz o tema “Cidade Presente, Cidade Ausente”. A exposição consiste em 21 propostas desenvolvidas em parcerias de arquitetos com estudantes de todos os cursos de arquitetura da cidade. Os grupos se debruçaram sobre os projetos durante quatro meses.

Foto: divulgação

Participaram deste projeto os arquitetos e urbanistas Luiz Paulo Coelho de Almeida Reis, Juliana Girardeli Gomes, Alessandro Yamada, Alessandra Teixeira Veiga e Samara Silva; os engenheiros mecânicos Aloísio Leoni Schmid e Rafael José Novacki Gomes e as estudantes Viviani do Prado e Luana Cardoso Jacobi.

O grupo foi patrocinado pela Pisossul Engenharia & Construção; a Eletrorastro e a Tadao Orgânicos.

Serviço

3ª Mostra Arquitetura para Curitiba

De 15 de outubro a 15 de dezembro no 2º andar do Memorial de Curitiba (R. Dr. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco).

LEIA TAMBÉM:

Lado B da Rua XV inspira projeto de “moradia fraternal” e novo espaço para ambulantes

 

Arquitetas questionam como cidades podem ser mais inclusivas para mulheres

Maior mostra de arquitetura de Curitiba oferece alternativas para espaços vazios da cidade

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você