i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Projeto vai colocar QR code em imóveis históricos de Curitiba com detalhes das construções

  • PorLuan Galani
  • 16/05/2018 13:30
Foto: Arquivo/Gazeta do Povo/Antonio More
Foto: Arquivo/Gazeta do Povo/Antonio More| Foto: Gazeta do Povo

Projeto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) está catalogando o patrimônio histórico de Curitiba e disponibilizando todas as informações neste site. O portal está sendo alimentado aos poucos com todas as pesquisas realizadas desde 2011 por mais de 560 alunos, liderados pelas arquitetas Giceli Portela e Iaskara Florenzano. No futuro próximo, a intenção é instalar QR code em frente a todas as construções, em um azulejo, para as pessoas terem acesso à história completa da edificação em tempo real de interesse.

Perfil arquitetônico da rua Trajano Reis.  história, os prédios principais o que está conservado/abandonado
Perfil arquitetônico da rua Trajano Reis. história, os prédios principais o que está conservado/abandonado| Gazeta do Povo

As pesquisas históricas, de fotografia, desenho e maquete já se debruçaram sobre o São Francisco, com especial atenção para as ruas Trajano Reis, Paula Gomes e Saldanha Marinho, casas de madeira, casas modernistas e praças centrais, como a Tiradentes e a Eufrásio Correia.

A intenção é que o material disponibilizado, que ultrapassa 400 obras, esteja em uma linguagem acessível para todos, e não apenas em jargão técnico para arquitetos e profissionais de restauro. Agora os estudantes e os professores se dedicam a esmiuçar o patrimônio industrial do Rebouças.

O primeiro QR code já foi instalado no imóvel sede da UTFPR, que é uma Unidade de Interesse de Preservação de Curitiba (UIP).

LEIA TAMBÉM

Opinião: como o capitalismo tornou as cidades impessoais e matou as culturas regionais

Conheça Antônio Calderari, o arquiteto por trás da mansão da Casa Cor PR 2018

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.