Os 8 projetos arquitetônicos mais aguardados de 2019

Ao redor do mundo, obras monumentais exaltam a criatividade dos arquitetos e prometem trazem ar futurista para as cidades

por HAUS*

08/01/2019

compartilhe

Depois de conhecer os projetos que marcaram a arquitetura no ano passado, é hora de vislumbrar o que a criatividade dos arquitetos nos reserva para 2019. Espalhados ao redor do mundo, e tendo os países asiáticos como um de seus principais destinos, projetos monumentais prometem redefinir conceitos, reafirmar a preocupação com a sustentabilidade, resgatar a história do mundo e quebrar recordes.

Conheça na seleção de HAUS oito dos empreendimentos com conclusão prevista para este ano que há muito atraem a atenção do mundo!

Tank Shanghai

Imagem: divulgação

Com previsão de conclusão para março de 2019, o Tank Shanghai irá concretizar uma proposta de remodelação de uma antiga paisagem fabril. Isso porque o projeto, assinado pelo escritório Open Architecture, irá transformar antigos tanques de petróleo em galerias de arte, que serão conectadas a um parque público.

Museu Nacional do Qatar

O Pritzker Jean Nouvel se prepara para inaugurar em 2019 outro de seus emblemáticos projetos: o Museu Nacional do Qatar. Anunciado em 2010, o projeto faz referência a uma formação rochosa local, conhecida como “a rosa do deserto”, e abrigará espaços destinados à pesquisa, laboratórios, restaurantes, café e lojas, além do acervo que remonta à história da nação.

>>> Adeus, 2018! 12 fatos que marcaram o ano na arquitetura, patrimônio e no design

Vessel

Imagem: divulgação

Assinado pelo designer britânico Thomas Heatherwick e Heatherwick Studio, o Vessel é um monumento interativo que integra o empreendimento Hudson Yards, em Nova York. Composto por um conjunto de 154 escadas, 2,5 mil degraus e 80 patamares, o espaço público terá 45 m de altura e oferecerá vistas panorâmicas de Manhattan.

A inauguração do Vessel está prevista para o primeiro semestre de 2019. Interessados em visitar o monumento já podem garantir seu bilhete pelo site do empreendimento.

The Shed

Imagem: divulgação

Também integrante do complexo Hudson Yards, o The Shed é outra das promissoras obras aguardadas para este ano. Assinada por Diller Scofidio + Renfro, trata-se de um espaço cultural multi-uso de quase 1,6 mil m² destinado a receber exposições temporárias. Seu grande destaque fica por conta da cobertura em vidro com 43 m de altura. Móvel, ela pode ser aberta em partes em faixas para cobrir a praça localizada em frente ao edifício, ampliando a área útil do espaço.

A previsão é a de que o The Shed seja inaugurado ainda na primeira metade de 2019.

>>> Arquiteta brasileira leva conceito de móveis planejados para os EUA e faz sucesso na Flórida

Under

O primeiro restaurante subaquático da Europa está prestes a ser inaugurado. Assinado pelo escritório norueguês de arquitetura Snøhetta,o Under está localizado em Lindesnes, no ponto mais ao sul da Noruega, e apresenta uma estrutura retangular em concreto parcialmente submersa a cinco metros de profundidade. Para garantir a segurança do espaço, as paredes terão quase 1 m de espessura. Uma janela panorâmica em acrílico medindo 11 x 4 m permitirá que os clientes façam suas refeições enquanto apreciam a vida marinha. A previsão é a de que ele seja inaugurado no primeiro semestre de 2019.

1000 Trees

Imagem: divulgação

Os modernos Jardins Suspensos da Babilônia. Assim pode ser definido o projeto 1000 Trees, assinado pelo Heatherwick Studio em Shangai, China. Com 300 mil m² de área construída, o empreendimento traz uma “porção de topografia” que faz com que as torres assumam a forma de “duas montanhas cobertas de árvores”.  Com 400 terraços, projetados para encorajar interações ao ar livre, as intalações do 1000 Trees abrigarão uso misto, sendo destinadas a moradias, lojas, uma escola e um hotel.

Outro destaque do empreendimento são as 1 mil colunas estruturais, que ainda servirão de suporte para as árvores que brotarão da estrutura. Nenhum anúncio oficial foi realizado, mas o estágio da obra sugere que o empreendimento possa ser concluído no segundo semestre de 2019.

>>> Resort tem projeto deslumbrante e autossuficiente, destacando o turismo sustentável

Leeza SOHO

O enorme átrio, que será o maior do mundo quando concluído, já seria suficiente para chamar a atenção do mundo para o Leeza SOHO, em construção em Pequim. Mas o empreendimento tem outro destaque por trás de seu projeto: a assinatura do escritório Zaha Hadid Architects, fundado pela arquiteta iraquiana que o batiza, falecida em 2016. Com previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2019, o prédio visa receber o selo LEED Gold. Para isso, conta com placas torcidas no piso que contribuem para a entrada da luz natural nos espaços internos.

Grande Museu Egípcio

Um concurso com mais de 2 mil inscritos, de 83 países, definiu o projeto do Grande Museu Egípcio, construído em um planalto desértico adjacente às Pirâmides de Gizé e Cairo. Assinado pelo Heneghan Peng Architects, o projeto receberá a maior coleção única de artefatos egípcios e terá 100 mil m², sendo um dos maiores do mundo. O espaço contará com extensa área de galeria, instalações para conferências e pesquisas, biblioteca e espaço dedicado à programação pública. A abertura oficial está prevista para 2019, sendo que a abertura total do museu está programada para ocorrer entre 2020 e 2022.

LEIA TAMBÉM

A história das civilizações é contada em estilos arquitetônicos na catedral mexicana; conheça

 

 

 

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você