Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto: Bigstock
Foto: Bigstock| Foto:

Filme ou livro? Documentário ou ficção? Mais do que um passatempo ou um momento de relaxamento, dedicar-se a eles pode ser em convite ao aprendizado e a perceber o mundo e suas relações de outra forma.

Faça sua escolha e confira uma seleção de obras relacionadas com arquitetura e construção indicadas por quatro arquitetos convidados por HAUS!

Siga a HAUS no Instagram!

"Escada para o Céu: A Arte de Cai Guo-Qiang"

Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

“Com 1h19 min de duração e disponível na Netflix, o documentário aborda o processo para a elaboração da obra Sky Ladder do artista contemporâneo chinês Cai Guo-Qiang. Ele tem como marca registrada de suas obras as instalações e a arte efêmera, as explosões e fogos de artifício, materiais que à primeira vista podem parecer agressivos, mas que Cai transforma em poesia e significado. Retrata também como pode ser tênue a relação entre artistas, o governo e as políticas de seus países natais.”

Por Julia Lis, arquiteta

"Em casa – Uma breve história da vida doméstica"

Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

“Através de uma ‘viagem’ por todos os ambientes domésticos, o autor nos apresenta a história do mundo sem sair de casa. Destarte, o banheiro é motivo para a história da higiene; o quarto é escusa para narrar sobre o sono, o sexo e a morte; a cozinha, a nutrição, os utensílios e o comércio de especiarias; e assim por diante. Um resumo de milênios de evolução da vida privada e da habitação humana. Por Bill Bryson, Companhia das Letras.”

Por Silvana Correia Laynes, arquiteta

"Tudo é projeto"

Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

“Minha indicação é o documentário ‘Tudo é projeto’, que narra a vida e obra do Paulo Mendes da Rocha. Além de ser super-relevante pela bagagem e pelo Paulo, que é um cara incrível e tem um jeito todo especial de entender as relações humanas, em um momento louco que é esse de pandemia, é muito legal escutar que as coisas que ele já falava há muito tempo e continua falando hoje são muito atuais. Outro ponto legal é que ele é narrado através de entrevistas com a filha dele. Então, é legal ver essa relação e como eles tratam esse assunto de forma familiar, amigável e corriqueira. Ele está disponível no Canal Brasil, Now e Vimeo on Demand."

Por Lula Gouveia, arquiteto

"Os Pilares da Terra"

Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

"O livro trata de um período na Idade Média no qual o personagem principal está obcecado em construir uma catedral. Ele tem ideias construtivas que inovam a arquitetura da época. E ele é o arquiteto, mas na época não existia essa figura. O Tom era o mestre de obras. Isso é muito forte e me trouxe um grande aprendizado: o quanto o arquiteto precisa se apropriar do conhecimento construtivo para fazer uma boa arquitetura. Outra coisa muito bonita é que quem termina a obra dele é seu filho. O quanto hoje a construção é superacelerada, enquanto a catedral demorou duas gerações para chegar na consolidação de um pensamento. Essa relação do espaço-temporalidade, o mestre de obras como um papel muito mais valorizado, entre outras questões, me deixaram encantado com o livro.”

Por Tomaz Lotufo, arquiteto

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]