Confira os vencedores do Prêmio Casa Cor Paraná & HAUS 2019

A 26ª edição da Casa Cor Paraná teve seus melhores ambientes revelados pelo Prêmio Casa Cor Paraná & HAUS, que se divide em categorias de voto popular, olhar técnico e destaque da diretoria

Foto: Letícia Akemi / Gazeta do Povo

por Gazeta do Povo

18/06/2019

compartilhe

A 26ª edição da Casa Cor Paraná foi marcada por recordes: são 52 ambientes e 70 profissionais que integram a mostra neste ano, que girou em volta do tema “Planeta Casa”. Com o objetivo de reconhecer o trabalho destes arquitetos, designers e engenheiros, o Prêmio Casa Cor Paraná & HAUS chegou à sua segunda edição em 2019, revelando seus vencedores na noite desta terça-feira (18).

O formato inaugurado em 2018 tem curadoria da HAUS, da Gazeta do Povo, e conta com três tipos de categorias: júri técnico, reconhecimento pela diretoria da Casa Cor Paraná e escolha do público.

A mostra está localizada em um edifício icônico no centro de Curitiba que abrigava um antigo outlet e ficou fechado por mais de duas décadas. A Casa Cor Paraná 2019 segue aberta até 7 de julho.

Voto popular

A votação popular foi realizada no site de HAUS entre os dias 18 de maio e 14 de junho. O público pôde votar quantas vezes desejou em seu ambiente preferido de cada uma das sete categorias (o site contou com verificação captcha – não sou um robô – a fim de evitar fraudes ou resultados distorcidos). Nesta edição, a votação teve um volume oito vezes maior do que o registrado em 2018, com mais de 345 mil votos. Conheça as categorias e seus vencedores:

Júri técnico

Do lado técnico, o Prêmio Casa Cor Paraná & HAUS aumentou o corpo de jurados e trouxe 13 profissionais de diferentes áreas para premiar categorias com um olhar mais crítico e fundamentado. Em comum, todos eles convergem para uma avaliação criteriosa da estética e funcionalidade dos espaços.

Integrou o corpo de jurados Margareth Menezes, presidente da regional paranaense do Conselho de Arquitetura Urbanismo (CAU/PR); Orlando Ribeiro, professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e presidente da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Reurbanizar; Ana Brum, designer e diretora técnica do Centro Brasil Design (CBD); Malu Meyer, produtora e diretora da Soma Galeria e responsável por eventos de arte contemporânea em Curitiba e em outras cidades do Brasil; Zilda Fraletti, galerista há 34 anos, fundou a primeira galeria de arte contemporânea de Curitiba, foi presidente do Núcleo Paranaense de Decoração; Rodrigo Brenner, designer e co-fundador da multipremiada internacionalmente Furf Design Studio; Eleuthério Neto, artista plástico; Nereide Michel, jornalista; Eleone Prestes, jornalista; Pedro Ariel Santana, diretor de conteúdo e relacionamento da Casa Cor; Rita Tristão, franqueada da Casa Cor Espírito Santo; Patrícia Quentel, franqueada da Casa Cor Rio de Janeiro e Cris Bava, editora-chefe da Casa Cor Nacional.

Nas categorias em que os ambientes finalistas apresentaram o mesmo número de votos, o desempate ficou por conta do corpo de jornalistas da HAUS. Nesses casos, a escolha está justificada abaixo.

Entenda cada categoria técnica e veja quem foram os vencedores:

CONCEITO

VENCEDOR: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra.

Foto: reprodução/Instagram @felipguerra

Nesta categoria, os jurados deveriam escolher o ambiente que traduz com excelência a proposta idealizada no tema. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Suíte do Rapaz Duratex, de Viviane Loyola

– Orlando Ribeiro: Upscale Bar, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul

– Ana Brum: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Malu Meyer: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Zilda Fraletti: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Rodrigo Brenner: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Eleuthério Neto: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Nereide Michel: Suíte do Menino, de Monica Pajewski e Renata Fraidg

– Eleone Prestes: Loft do piloto Natuzzi | Ton Sur Ton, de Priscila Ruon e Suely Ruon

– Pedro Ariel Santana: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Rita Tristão: Lounge STM Empreendimentos Jayme Bernardo e Glei Tomazi

– Patrícia Quentel: Loft on life by Reveev, de Maria Alice Crippa e Gustavo Assis

– Cris Bava: Loft on life by Reveev, de Maria Alice Crippa e Gustavo Assis

INOVAÇÃO

VENCEDOR: Living Pormade, de Léo Shehtman.

Foto: Michel Willian / Gazeta do Povo

Na categoria, os jurados avaliaram o quanto o ambiente proporciona o que o cliente quer, mas ainda não sabe. Novas soluções, ideias e materiais que saem da abordagem convencional devem integrar o projeto. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Toilettes funcionais, de Jane Rocha e Suzane Simon

– Orlando Ribeiro: Toilettes funcionais, de Jane Rocha e Suzane Simon

– Ana Brum: Upscale Bar, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul

– Malu Meyer: Upscale Bar, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul

– Zilda Fraletti: Studio da Youtuber, de Alexandre Weiss, Nara Moraes e Nelson Machado

– Rodrigo Brenner: Upscale Bar, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul

– Eleuthério Neto: Living Pormade, de Léo Shehtman

– Nereide Michel: Studio da Youtuber, de Alexandre Weiss, Nara Moraes e Nelson Machado

– Eleone Prestes: Living Pormade, de Léo Shehtman

– Pedro Ariel Santana: Living Pormade, de Léo Shehtman

– Rita Tristão: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Patrícia Quentel: Lounge STM Empreendimentos Jayme Bernardo e Glei Tomazi

– Cris Bava: Lounge STM Empreendimentos Jayme Bernardo e Glei Tomazi

DESEMPATE DE HAUS: O espaço essencialmente cenográfico de Léo Shehtman esbanja drama de uma maneira diferente, que para alguns chega a ser até impactante. A ousadia de desafiar os visitantes é coroada. A composição soube experimentar com maestria diferentes tons escuros e valorizar materiais e peças essencialmente brasileiras, como a palha e a cerâmica, e até mesmo a escada de um dos trabalhadores da Casa Cor Paraná.

CULTURA

VENCEDOR: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar.

Foto: Letícia Akemi / Gazeta do Povo

Nesta categoria, os jurados avaliaram os ambientes que inseriram com harmonia os conceitos do design e da arte na concepção dos espaços projetados. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Orlando Ribeiro: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Ana Brum: Coworking Archademy, de Caetano Nigro, Filipe Bender, Karla Bender, Marilia Bender Almeida e Rafaela Bender

– Malu Meyer: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Zilda Fraletti: Home Theater, de Samara Barbosa

– Rodrigo Brenner: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Eleuthério Neto: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar

– Nereide Michel: Bilheteria, de Renato Sabadin

– Eleone Prestes: Galeria de arte, de Luiz Maingué

– Pedro Ariel Santana: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar

– Rita Tristão: Upscale Bar, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul

– Patrícia Quentel: Studio 33, de Carla Grüdtner

– Cris Bava: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

DESEMPATE DE HAUS: O ambiente traz uma contraposição equilibrada entre elementos de antiquário, a partir de móveis do século 19 feitos com madeira bruta, e peças ultracontemporâneas na iluminação, como o pendente folheado a ouro com globos perolados. O casamento entre esses dois pilares acontece de uma maneira robusta e delicada, que explicita um trabalho de pesquisa de referências e uma atenção dedicada ao garimpo das peças.

PLANETA CASA

VENCEDOR: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi.

Foto: Michel Willian / Gazeta do Povo

Esta categoria busca entre os ambientes o projeto que melhor atendeu ao conceito e à temática desta edição da Casa Cor, equilibrando inspiração e funcionalidade. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Orlando Ribeiro: Sky Garden, de Beto Lemos, Nadia Bentz e Vanderlan Farias

– Ana Brum: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Malu Meyer: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Zilda Fraletti: Auditório Lounge Home, de Luize Andreazza Bussi

– Rodrigo Brenner: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Eleuthério Neto: Loft on life by Reveev, de Maria Alice Crippa e Gustavo Assis

– Nereide Michel: Selfie Point, de Ana Carolina Boscardin e Edgard Corsi

– Eleone Prestes: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Pedro Ariel Santana: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Rita Tristão: Studio 33, de Carla Grüdtner

– Patrícia Quentel: Loft on life by Reveev, de Maria Alice Crippa e Gustavo Assis

– Cris Bava: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

USO PÚBLICO

VENCEDOR: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa.

Foto: Michel Willian/Gazeta do Povo

Nesta categoria, os jurados avaliam o ambiente que melhor se propõe a atender o público em termos de funcionalidade e estética. O ambiente escolhido foi uma quase unanimidade do júri. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Orlando Ribeiro: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Ana Brum: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Malu Meyer: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Zilda Fraletti: Clube de Gourmet, de Carolina Rousseau e Denise Pereira Bazzo

– Rodrigo Brenner: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Eleuthério Neto: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Nereide Michel: Auditório Lounge Home, de Luize Andreazza Bussi

– Eleone Prestes: Toilettes funcionais, de Jane Rocha e Suzane Simon

– Pedro Ariel Santana: Livraria, de Fabio Marx, Nicholas Oher e Paloma Bresolin

– Rita Tristão: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Patrícia Quentel: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Cris Bava: Toilettes funcionais, de Jane Rocha e Suzane Simon

REVELAÇÃO

VENCEDOR: Bilheteria e Circulação, de Renato Sabadin.

Foto: Letícia Akemi / Gazeta do Povo

Concorrem nesta categoria apenas os ambientes assinados pelos profissionais estreantes na Casa Cor 2019. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Bilheteria, de Renato Sabadin

– Orlando Ribeiro: Bilheteria, de Renato Sabadin

– Ana Brum: Bilheteria, de Renato Sabadin

– Malu Meyer: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Zilda Fraletti: Escritório de uma Empreendedora, de Luciana Gibaile

– Rodrigo Brenner: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Eleuthério Neto: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

– Nereide Michel: Sala de Imprensa, de Bruna Souza e Emanuella Leite

– Eleone Prestes: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

– Pedro Ariel Santana: Livraria, de Fabio Marx, Nicholas Oher e Paloma Bresolin

– Rita Tristão: Jaime Lerner Design, de Samira Barakat e Felipe Guerra

– Patrícia Quentel: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

– Cris Bava: Livraria, de Fabio Marx, Nicholas Oher e Paloma Bresolin

DESEMPATE DE HAUS: A bilheteria assinada por Renato Sabadin surpreende pela sinestesia. São texturas naturais, luzes e sons que complementam o projeto arquitetônico funcional do ambiente, o que cria um convite promissor ao visitante. Além disso, o conceito de reproduzir a experiência de vida humana ao longo da circulação dialoga com o tema da Casa Cor Paraná 2019, “Planeta Casa”, assumindo materiais artesanais e muita personalidade.

MELHOR AMBIENTE

VENCEDOR: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar.

Foto: Letícia Akemi / Gazeta do Povo

Nesta categoria, o júri levou em consideração o diálogo e respeito à arquitetura do imóvel, a utilização adequada de peças de design e de obras de arte, iluminação, layout, conceito e apresentação. A eleição do melhor ambiente foi bastante disputada, com um empate triplo. Confira os votos:

– Margareth Menezes: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Orlando Ribeiro: Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

– Ana Brum: Cozinha Deca, de Yara Mendes

– Malu Meyer: Praça Zoller Casa Cor e Café Boutique, de Viviane Tabalipa

– Zilda Fraletti: Home Theater, de Samara Barbosa

– Rodrigo Brenner: Casa Maldivas, de Alessandra Gandolfi

– Eleuthério Neto: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

– Nereide Michel: Clube de Gourmet, de Carolina Rousseau e Denise Pereira Bazzo

– Eleone Prestes: Living Pormade, de Léo Shehtman

– Pedro Ariel Santana: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar

– Rita Tristão: Home Theater e Bar do Vinho, de Ary Jacobs e Renan Mutao

– Patrícia Quentel: Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar

– Cris Bava: Studio 33, de Carla Grüdtner

DESEMPATE DE HAUS: O escritório pensado por Flávia Mattar é inteirinho revestido de charme, como se o espaço lhe desse um abraço generoso. As peças de antiquário restauradas, que potencializam um aspecto importante do upcycling na decoração contemporânea; a escolha de texturas diferentes e na medida certa nas paredes, no piso e na tapeçaria; as mantas quentinhas convidativas e o casamento fluido entre as luminárias e a luz natural tornam o ambiente de escritório em um espaço de permanência relaxante. A harmonia entre esses aspectos faz com que o espaço entregue uma experiência completa.

Escolha da diretoria

A diretoria da Casa Cor Paraná elegeu os profissionais que se destacaram em duas categorias nesta 26ª edição da mostra. São elas:

Destaque cumprimento de prazos

Escritório – Biblioteca Verde que te quero verde, de Flávia Prestes Mattar

Sala de Jantar, de Kátia Herzog

Sala de Jogos, de Leonardo Gazzalle

Escritório de uma Empreendedora, de Luciana Gibaile

Suíte do Menino, de Monica Pajewski e Renata Fraidg

Destaque organização nota 10

Studio 33, de Carla Grudtner

Living e Hall da Família Jovem, de Larissa Lóh

Suíte do Rapaz Duratex, de Viviane Loyola

Serviço

A Casa Cor Paraná 2019 segue em cartaz até 7 de julho na Rua Coronel Menna Barreto Monclaro, 423 – Centro. A entrada custa R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Assinantes do Clube Gazeta do Povo pagam R$ 40.

LEIA MAIS:

Casa Cor Paraná 2019: conheça os 52 ambientes da principal mostra de decoração do estado

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você