Brasileira decora “megahomes” de luxo com 15 suítes em Orlando

Megahomes americanas são ressignificadas e abrem espaço no mercado para projetos inovadores

Fotos: Divulgação

por Luciane Belin*

19/07/2019

compartilhe

*Publicado originalmente em 05/12/2018.

Em apenas 60 dias, a designer de interiores Flavia Gueiros transformou uma luxuosa residência na Flórida em um hotel com 15 suítes, capaz de receber até 30 pessoas com áreas comuns e quartos para diferentes tipos de público.

A casa fica dentro do condomínio Sonoma Resort, na cidade de Kissimmee, na região de Orlando, próxima dos famosos parques temáticos que, liderados pela Disney World, atraem anualmente milhões de turistas do mundo inteiro.

>>> 10 homenagens de artistas e designers aos 50 anos do homem na Lua

No conceito de megahome, as enormes casas típicas dos Estados Unidos, a construção foi pensada como lar de uma família, mas a designer de interiores recebeu a proposta de um grupo de investidores de transformar o espaço totalmente para que pudesse abrigar uma grande família em período de visitação aos parques ou então receber grupos diferentes de pessoas com a mesma proposta.

>>> Apartamento duplex privilegia espaços de convivência e entretenimento da família

“Os investidores buscavam algo diferenciado para as casas. Elas precisavam estar no padrão hotel, mas com ‘cara’ de casa de férias. O fato de estarmos na Disney ganha ênfase nos quartos temáticos que receberam decoração com essas características. Tivemos que usar bastante criatividade sem perder a elegância que o projeto pedia.”

Com 500 m², a residência passou por alterações principalmente nos quartos, na sala e na área externa de lazer. De acordo com a profissional, a principal transformação feita na casa foi “a bancada de Silestone da cozinha, que foi ampliada para receber 16 banquetas. Na área externa construímos a churrasqueira. Decidimos fazer dois quartos temáticos, para ficar bem interativo para as crianças”.

>>> Dobraduras de papel garantem conforto térmico e visual em universidade catarinense

Para promover todas as alterações necessárias, Gueiros incorporou toques de brasilidade à essência norte-americana das megahomes. “Sempre considero o design americano, mas a brasilidade está na raiz de todos os meus projetos, com algumas referências italianas. Gosto das linhas retas, dos tons de cinza, do branco e do preto e sempre uso peças modernas em todos os meus projetos”, descreve, complementando que sua proposta era unir conceitos modernos e contemporâneos, com características das duas nações. “O americano é mais conservador, busca as mudanças de maneira sutil. Já os brasileiros são ousados, sabem bem o que querem”, completa.

Cada suíte tem seu frigobar, cofre e fechadura digital, o que oferece privacidade ao hóspede. No mobiliário, destaque para peças modernas e atuais, paredes de espelhos e luminárias de cristais, em contraste com o uso de madeira, tecidos suaves para sofás e poltronas, e tapetes no chão. “Nos quartos, a proposta era mais comercial — afinal estamos falando de um hotel – e os móveis foram feitos sob medida. Nos ambientes comuns, o recurso usado foi aplicar textura nas paredes e utilizar peças mais despojadas”, disse, através de sua assessoria de imprensa.

Além deste projeto, a designer de interiores também assinou a reforma de outras duas megahomes no mesmo condomínio, todas com a proposta de se tornarem hotéis.

Veja mais fotos:

*Especial para a Gazeta do Povo.

LEIA TAMBÉM:

Prédio do Banco da Espanha é cenário da nova temporada de La Casa de Papel

5 projetos e 4 dicas para montar uma sala de cinema perfeita dentro de casa

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você