Inspire-se nas ambientações e aproveite toda a versatilidade dos banquinhos na decoração

Móveis multifuncionais são peças de charme que assumem diferentes funções na decoração e transitam por diversos estilos

Estante de madeira crua com banquinhos da Kartell encontrados na Kraft Home Store. A ideia é da designer de interiores Renata McCartney. Destaque para os bancos de anões Attila e Napoleon, criações de Philippe Starck, e para os cactos mexicanos de tricô na parte superior, de autoria da designer. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Estante de madeira crua com banquinhos da Kartell encontrados na Kraft Home Store. A ideia é da designer de interiores Renata McCartney. Destaque para os bancos de anões Attila e Napoleon, criações de Philippe Starck, e para os cactos mexicanos de tricô na parte superior, de autoria da designer. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

por Luan Galani*

18/10/2019

compartilhe

Eles são pau para toda obra. Cumprem o papel de assentos, mas também servem de apoio para os pés, mesa de centro, aparador ou criado-mudo. A versatilidade dos banquinhos vem justamente do design cada vez mais autoral, que proporciona formas variadas, superfuncionais e belas.

Por isso são peças que saltam aos olhos e fazem a diferença em qualquer ambiente sem ocupar muito espaço. Com uma vantagem extra: por serem móveis soltos, podem ser mudados de disposição facilmente, como lembra a designer de interiores Renata McCartney.

Proposta do Studio Ambienta, de Andre Largura e Giovana Kimak, em que um banquinho garimpado vira pequena estante para livros e suporte para vasos. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Proposta do Studio Ambienta, de Andre Largura e Giovana Kimak, em que um banquinho garimpado vira pequena estante para livros e suporte para vasos. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Mas essa brincadeira com o uso do design merece cuidado. “A ergonomia precisa ser respeitada. No caso dos criados-mudos, por exemplo, a altura do banco deve ser sempre proporcional à da cama, ultrapassando no máximo dez centímetros”, atentam o arquiteto Luiz Maganhoto e o designer de interiores Daniel Casagrande.

Jasper Morrison para a Vitra ganham nova função como mesa de centro: as peças trazem personalidade e movimento. Foto: Vitra/ Divulgação

Os banquinhos de cortiça de Jasper Morrison para a Vitra ganham nova função como mesa de centro: as peças trazem personalidade e movimento. Foto: Vitra/ Divulgação

Na composição do ambiente, você tem duas opções: fazer uso de um banquinho com a mesma linha estética do espaço ou apostar num banco que rompa com o estilo do projeto, mas que ainda assim funcione na composição. Inspire-se nessa ideia.

Estar contemporâneo de Andre Largura e Giovana Kimak com bancos de diferentes alturas que atuam como mesa de canto ou de centro. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Estar contemporâneo de Andre Largura e Giovana Kimak com bancos de diferentes alturas que atuam como mesa de canto ou de centro. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Banquinhos industriais da Ontwerp com função de criado-mudo: ambiente criado pela designer de interiores Renata McCartney. Ao fundo, sacos de tecido da designer para guardar diversos objetos. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Banquinhos industriais da Ontwerp com função de criado-mudo: ambiente criado pela designer de interiores Renata McCartney. Ao fundo, sacos de tecido da designer para guardar diversos objetos. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Banco de apoio Bouvrie, da Artefacto, com função de mesa de centro em um apartamento com pegada provençal de Buenos Aires, assinado por Daniel Casagrande e Luiz Maganhoto. Foto: Roger Dipold/Divulgação

Banco de apoio Bouvrie, da Artefacto, com função de mesa de centro em um apartamento com pegada provençal de Buenos Aires, assinado por Daniel Casagrande e Luiz Maganhoto. Foto: Roger Dipold/Divulgação

LEIA TAMBÉM

Reforma expõe as marcas do tempo em apartamento dos anos 1950

Cores na decoração: 5 dicas para transformar os ambientes sem errar

Pai do design democrático, Stefano Seletti traz para o Brasil prestigiado evento italiano

Reforma traz integração total, jardim interno e muita luz natural para casa de 125 m²

*matéria atualizada, publicada originalmente em outubro de 2016.

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você