i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Detalhes em ouro e outras 3 tendências de decoração da maior feira de design de Paris

  • PorLuciane Belin*
  • 20/01/2020 15:09
Linha da Noom homenageia Bauhaus. Foto: Reprodução/ Instagram
Linha da Noom homenageia Bauhaus. Foto: Reprodução/ Instagram| Foto:

A estética futurista e as cores fortes e com pegada retrô vieram para ficar em 2020. Depois da Imm Cologne, foi a vez da Maison&Objet (M&O) fazer sua contribuição para firmar estas tendências no universo da decoração para este ano. A feira realizada em Paris, na França, começou na última sexta-feira (17) e termina nesta terça (21), com a presença de mais de duas mil marcas expositoras.

Um dos nomes que notadamente adotou a linguagem futurista é o do profissional escolhido como designer do ano na M&O, o chipriano Michael Anastassiades. Reconhecido por seu trabalho com iluminação, ele mescla formas e volumes para criar uma linguagem muito característica em suas obras, muitas das quais apontam para o futuro do pretérito.

Brincar com a iluminação é a marca do designer Michael Anastassiades, designer do ano pela Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram
Brincar com a iluminação é a marca do designer Michael Anastassiades, designer do ano pela Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram

Esta estética inspirada em temas como a corrida espacial não está presente somente na iluminação, mas também nos ambientes, mobiliário e objetos de decoração exibidos nos 11 salões da mostra.

Ambiente retrô da Pedrali na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram
Ambiente retrô da Pedrali na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram

Linhas curvas e fluidas em peças monocromáticas, ideais para criar composições de tom sobre tom ou compor com cores complementares, aparecem entre os destaques da M&O. Peças como a Cadeira The Odisseia, da Dooq, que incorpora a era da exploração espacial, são exemplos desta tendência.

Cadeiras The Odissey, da Dooq, na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram
Cadeiras The Odissey, da Dooq, na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram

Bauhaus inspiration

A presença do saudosismo no evento parisiense também aparece nas peças que homenageiam a escola Bauhaus pelo seu centenário, celebrado em 2019. Entre os itens que ilustram esta tendência está a linha da ucraniana Noom, assinada pela designer Kateryna Sokolova,que usa a praticidade das linhas geométricas para fazer uma releitura confortável das peças duras da escola alemã.

Linha da Noom homenageia Bauhaus. Foto: Reprodução/ Instagram
Linha da Noom homenageia Bauhaus. Foto: Reprodução/ Instagram

As peças de Elena Salmistraro para a Houtique, como a mesinha de café Chicchera, também são exemplos de trabalhos que têm inspiração na Bauhaus em cores cheias de vida.

Formas disformes

Nem tudo é sobriedade e geometria nesta Maison&Objet. Nos objetos de decoração, peças desconstruídas também têm vez. Designers e marcas internacionais mais uma vez abraçaram uma linguagem assumidamente artesanal, incorporando elementos assimétricos que honram a tradição de uma arte que se distancia do industrial.

Peças da mostra (Re)Generation, na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram
Peças da mostra (Re)Generation, na Maison&Objet. Foto: Reprodução/ Instagram

Peças em palha, resina e cerâmica carregam essa tendência, presente em novidades como os jogos de jantar da empresa sueca de design de interiores Olsson & Jensen, e nos itens decorativos da italiana Paola Paronetto.

Ouro em detalhes

Ano vai, ano vem, o dourado consegue sempre voltar e se reinventar na decoração. Depois de um período em que esteve menos em voga, ele retorna com tudo em 2020, aparecendo na forma de linhas finas e discretas em peças repletas de elegância.

Entre as peças expostas na feira, o dourado reaparece fosco e brilhante. Foto: Reprodução/ Instagram
Entre as peças expostas na feira, o dourado reaparece fosco e brilhante. Foto: Reprodução/ Instagram

Especialmente na categoria (Re)Generation, marcas como a Urban Nature Culture, de Amsterdam, e a francesa Concept Verre trazem esta tonalidade brilhante nas arestas e cabos, incorporando também o dourado fosco em peças inteiras, neste caso de forma discreta.

*Especial para Haus

LEIA TAMBÉM

Quem foram as mulheres da Bauhaus? Os principais nomes femininos da influente escola alemã

Feira de Colônia adianta tendências 2020: cores vivas, padrões discretos e muita madeira

Tchau, minimalismo! Feira de design de Paris exalta mistura ousada na decoração

Apartamento de 65m² aposta em integração e mobiliário versátil para aproveitar espaços

 

Criador das luminárias mais desejadas do mundo é eleito designer do ano de 2020

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.