Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Um dos mais importantes prêmios do universo do design, a premiação alemã iF Design Award laureia 28 escritórios de design brasileiros na edição de 2022
Um dos mais importantes prêmios do universo do design, a premiação alemã iF Design Award laureia 28 escritórios de design brasileiros na edição de 2022| Foto: Reprodução/YouTube

Foram anunciados nesta segunda-feira (11), em Hannover, na Alemanha, os vencedores do prêmio alemão iF Design Award, considerado o "Oscar" do design e um dos mais prestigiados de todo o mundo desde 1953. Entre os laureados da edição de 2022 do principal selo de excelência internacional em design estão 28 escritórios de design brasileiros que se destacam no meio de quase 11 mil inscritos, de outros 56 países.

A escolha dos vencedores aconteceu agora no final de março no pavilhão industrial de Wilhelm Hallen, em Berlim, durante três dias intensos de avaliações, quando 75 jurados de 23 países diferentes estiveram reunidos para inspecionar cada um dos produtos pré-selecionados. O jurado brasileiro que fez parte da pré-seleção foi o premiado internacionalmente Gustavo Greco, da Greco Design.

Siga HAUS no Instagram

Galpão industrial em Berlim com todos os produtos finalistas da edição de 2022 do iF Design Award
Galpão industrial em Berlim com todos os produtos finalistas da edição de 2022 do iF Design Award| iF Design/Divulgação

"Estamos muito orgulhosos. Essa é a edição mais bem sucedida do iF Design Award! Nunca antes tivemos tantas inscrições. É um reflexo da confiança que os participantes tem na nossa organização e na isenção de nossos jurados", celebra o alemão Uwe Cremering, que está à frente da premiação.

A cerimônia de entrega dos prêmios vai acontecer dia 16 de maio no charmoso endereço do Friedrichstadt Palast, o teatro com o maior palco do mundo, no bairro de Mitte, em Berlim.

Cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá em maio, em um famoso teatro de Berlim
Cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá em maio, em um famoso teatro de Berlim| iF Design/Divulgação

O destaque especial vai para o projeto Hilab, da empresa Hi Technologies, do Paraná, que recebeu o troféu máximo da premiação. “Ganhar um iF Gold Award é algo único e merecido. São escolhidos projetos de grande importância entre todos os inscritos e ter um projeto brasileiro entre eles nos enche de orgulho e nos faz ter a certeza de que o Brasil é um país com potencial e cheio de criatividade”, comenta a representante do iF no Brasil e relações internacionais do Centro Brasil Design, Juliana Buso.

Confira 16 produtos e serviços com DNA brasileiro que estão chamando a atenção do mundo!

MDF Perspectivas

MDF Floresta, da Guararapes, leva para a casa das pessoas uma fotografia aérea da Amazônia, com textura em alto relevo
MDF Floresta, da Guararapes, leva para a casa das pessoas uma fotografia aérea da Amazônia, com textura em alto relevo| Divulgação

A Guararapes, uma das maiores fabricantes de MDF da América Latina, em parceria com a Schattdecor, foi premiada com a recém-lançada Linha Perspectivas, publicada em primeira mão por HAUS, formada por dois novos padrões artísticos que não encontram paralelo no mercado internacional.

São duas fotos aéreas obtidas por satélite pelo renomado fotógrafo norte-americano Benjamin Grant, a 700 mil metros de altura, transformadas em padrões decorativos: das copas das árvores da Amazônia brasileira e da selva urbana de São Paulo, ambas vistas de cima.

MDF Floresta, da linha Perspectivas, da Schattdecor, para Guararapes, no momento de avaliação dos jurados
MDF Floresta, da linha Perspectivas, da Schattdecor, para Guararapes, no momento de avaliação dos jurados| iF Design/Divulgação

Estiveram envolvidos no conceito dos padrões premiados: Humberto Oliveira, Jessica Hori e Diego Rodrigo Andrade, da Guararapes; Cláudia Küchen, Michael Aigner, Sandra Mohr Ludwig, Juliana Mayumi e Elisa Toazza, da Schattdecor; e as fotografias são de Benjamin Grant, do projeto Overview.

“Esse foi um dos projetos mais ousados que já fizemos. Um grande trabalho de equipe que envolveu um time internacional de oito pessoas ao longo de mais de um ano e possibilitou um resultado único, inovador e disruptivo”, conta Humberto Oliveira, gerente de marketing da Guararapes.

Para  Juliana Mayumi, designer e gerente comercial da Schattdecor para América Latina, o reconhecimento inspira a seguir desafiando os limites da criatividade e da tecnologia.

Teste laboratorial remoto Hilab

| Hilab

Para tornar a saúde mais acessível, o Hilab realiza uma série de exames — incluindo Covid, teste de gravidez e dengue — com apenas uma gota de sangue, e com resultados que saem em apenas 20 minutos. O projeto já levou sua tecnologia até mesmo a locais remotos, como a aldeias indígenas Kayapó.

Cadeira AL13

cadeira al 13 jabuticasa
| Divulgação

A cadeira concebida por Thiago Antonelli e Thélvyo Veiga, do estúdio de design Jabuticasa, tem pés em madeira maciça, e assento e encosto em compensado curvado folheado com lâmina natural. O aro é em alumínio fundido e os acabamentos disponíveis são laca, madeira freijó, tauari ou pintura preto e branco.

| Divulgação

Anexo Casa dos Livros

| Andre Nazareth

O escritório Siqueira + Azul Arquitetura projetou um anexo para uma casa no Rio de Janeiro para abrigar um grande acervo de livros. A ideia de concentrar as obras era importante para a pesquisa e arquivo. O desenho da arquitetura surge sobre eixos de trajetos determinados pela sua utilização, em um expressivo plano horizontal flutuante.

O uso de uma malha em estrutura metálica com peças mais esbeltas e leves permite uma linguagem de traços lineares. A mobilidade de todos os panos de esquadria permite a integração da arquitetura com o seu entorno, abrindo espaço para a ventilação cruzada e a iluminação natural.

| Andre Nazareth

A presença de madeira nas estantes busca a marcação e valorização dos planos horizontais e reforçam a apresentação da biblioteca como elemento de destaque.

Janeiro Hotel

| João Freire

O escritório Siqueira + Azul Arquitetura também é responsável pelo Janeiro Hotel. A localização e a paisagem descortinada para o oceano Atlântico com vista panorâmica para o conjunto arquipélago das Ilhas Cagarras determinaram a concepção do projeto, focado em espaços pensados para o lazer e momentos de descanso.

"Buscamos valorizar os vãos de abertura para o exterior, a orientação para a vista mais generosa e a extensão dos elementos da praia. A utilização na composição geral de materiais naturais e orgânicos visaram inspirar um ambiente acolhedor", escrevem os arquitetos no descritivo do projeto.

A presença da madeira freijó natural, da textura e do mármore travertino compõe a construção e reforçam o desenho do conjunto marcado pelos planos verticais. A paleta da base da arquitetura reproduz o tom da areia. Os elementos utilizados reafirmam o verde, o azul e o brilho da natureza em peças como cristais coloridos, folhas de Philodendron e a luz filtrada dos abajures com cúpulas de linho.

| MCA Estúdio

Estes componentes foram utilizados em repetição nas áreas comuns e nos 53 apartamentos na tentativa de uma força visual interna. Para os mirantes concebemos o desenho de uma escada helicoidal solta em formato de fita.

Paredes flutuantes buscam a simplicidade da geometria e planos de cortina em linho como filtros da luz natural. A abertura ‘óculo’ como elemento da nossa arquitetura, próximo ao espelho d’água em borda infinita permitindo a apreciação de uma visão icônica do Rio de Janeiro, o imponente conjunto de montanhas denominado Dois Irmãos.

| MCA Estúdio

SESC Verão

| Divulgação

O projeto de cenografia de ciclo praça foi realizado como parte do programa SESC Verão, que promove atividades esportivas e culturais. Assinam a criação o centro multidisciplinar Bijari, de Geandre Tomazoni, Gustavo Godoy, João Rocha, Maurício Brandão, Olavo Ekman e Rodrigo Araujo.

O espaço, localizado no térreo do SESC Avenida Paulista, era destinado ao encontro, à convivência, ao fomento à cultura ciclística e atividades correlatas. A inspiração estética da praça foi a colorida, luminosa e movimentada Tóquio, capital que sediou os Jogos Olímpicos de 2020.

| Divulgação

Horizonte Utópico

| André Porto

O centro multidisciplinar Bijari, de Geandre Tomazoni, Gustavo Godoy, João Rocha, Maurício Brandão, Olavo Ekman e Rodrigo Araujo, assinam também a instalação imersiva criada para a exposição Metaverso, no Farol Santander.

Concebida a partir de uma ocupação do espaço pelo verde e tecnologia, produz um ambiente vivo e pulsante que se contrapõe à aridez cinza avistada através de uma janela. A relação entre a cidade real e a cidade possível nos questiona sobre qual horizonte queremos. A estranheza dessa junção de elementos aparentemente desconexos aliada à beleza gráfica transformam o espaço num evento único.

| André Porto

Pia Flat

| Divulgação

As peças da linha Flat foram desenvolvidas para auxiliar nas atividades na bancada da pia e levam em conta o roteiro de uso dos produtos nesse ambiente: descarte dos alimentos, limpeza da louça e escorrer a água da louça limpa. Primeiro, a Lixeira Automática Flat é utilizada para o descarte dos restos de alimentos, após as refeições. O seu formato foi pensado para que acomode um prato adequadamente e mesmo sendo compacta, possui capacidade de 2,8 L.

Para lavar a louça, o Dispenser Flat acomoda a esponja e oferece o detergente de prontidão. O pump, com abertura vertical, evita o desperdício do detergente. Após lavar a sua louça, você facilmente pode inclinar o Dispenser para retirar o excesso de água do compartimento da esponja e deixar tudo limpinho.

Para acomodar as louças, o Escorredor Flat pode ser utilizado fechado (sem molhar a pia). Caso tenha muitas louças, como panelas e utensílios, pode ser usado com as partes superior e inferior separadas.

| Divulgação

Além disso, são produtos com design moderno que deixam a sua cozinha mais sofisticada e elegante. As opções de cores são em Duo, trazendo uma linguagem atual e diferenciada.

O projeto é da Coza Design, de Patrícia Sandrin, Nicole Zolet e Fabiano Bonatto, para Brinox.

Potes Hoop

| Divulgação

A Coza Design, de Patrícia Sandrin, Nicole Zolet e Fabiano Bonatto, também para Brinox, criou um novo tipo de pote. Eles se diferenciam primeiramente pela sua forma, com linhas retas e base angulada. No mercado de potes nacional, não existe forma similar.

Ainda, o corpo opaco não revela o conteúdo interno, mas o visor facilita na hora de reconhecer o alimento, sem ter que retirar a tampa. Possuem textura suave e tampa emborrachada para uma melhor experiência sensorial. A sua ótima vedação permite o armazenamento e transporte dos alimentos. E uma aba auxilia na abertura da tampa maleável.

Quando abertos, podem servir de bowl para a pessoa comer diretamente neles ou servir snacks para os amigos. Por dentro, acabamento brilho e cantos arredondados facilitam a limpeza. Uma paleta vibrante, formada por 5 opções de cor, traz luz e vibração.

Ducha Toró

Os arquitetos da Play Arquitetura, Marcelo Alvarenga e Juliana Figueiró, criaram a ducha Toró, primeiro chuveiro para áreas externas que não depende de um ponto fixo de água. O nome remete à pancada de chuva bem concentrada que todos conhecemos.

| Docol

A peça para a Docol é genial pela simplicidade. Em vez de depender de pontos pré-estipulados, é só conectar a uma mangueira comum de jardim, e pronto! A peça tem garantia vitalícia, é todo em aço inox, base de concreto Ductal - seis vezes mais resistente que o comum -, acionamento giratório e uma vazão de até 12 litros por minuto.

Embalagem para Oxford

| Divulgação

O sistema de embalagem para porcelana da Oxford foi criado pela Lumen Design, de Karine Kawamura, Guido Dezordi e Silvio Silva Junior.

"Para refletir e reforçar o posicionamento da marca, sintetizado na expressão 'Oxford: A nova geração da porcelana', redesenhamos o baú de madeira, transformando-o em um caixote contemporâneo e versátil, com inúmeras possibilidades no pós uso. Diferenciamos as duas linhas (porcelana e cerâmica) por cor e ícone. Padronizamos as caixas de papelão, agregando etiquetas com dados variáveis para ganho de escala, produtividade e logística", explicam os designers.

| Divulgação

No caixote, as alças plásticas injetadas e coloridas trouxeram jovialidade e alegria. A linha Daily e Oxford Porcelanas ganharam diferenciação e consistência no conceito e projeto gráfico.

Atmo

| Divulgação

Ricardo Fahl, para Omega Light, assina a família Atmo de luminárias, que prima por um processo de desmaterialização, com delicadeza e versatilidade, permitindo sua utilização tanto em ambientes domésticos quanto corporativos.

Destaque para o acabamento na produção de seus componentes e a rápida e lúdica transição entre a emissão de luz direta ou indireta, possibilitada pela engenhosa inversão no posicionamento da canopla que se fixa ao corpo da luminária através de simples ímãs.

Bule térmico

| Divulgação

A Design Único assina o bule térmico Exata para Tramontina. Para garantir praticidade para o dia a dia e manter as bebidas quentes e prontas para consumo, o bule tem ampola de vidro com capacidade para 1 litro e corpo de polipropileno com design simples e atemporal. Sua abertura é estilo rolha com canal que direciona o fluxo das bebidas e sistema corta-pingos que evita acidentes e sujeira durante sua utilização. O bule ainda é de fácil de limpeza e proporciona muita praticidade e segurança durante o uso, pois é muito leve.

Cobogó Mundaú

O Marcelo Rosenbaum, designer conhecido pelos trabalhos vernaculares de design, que exploram as matérias-prima e mão de obra locais, aliou-se à Pointer e ao designer Rodrigo Ambrosio e criou os cobogós Mundaú.

| Pointer

São feitos a partir das conchas do molusco sururu, considerado patrimônio imaterial de Alagoas, na comunidade do Vergel. O nome do produto homenageia a Lagoa de Mundaú, que banha as habitações locais. O recorte vazado é em formato orgânico das conchas dos moluscos e, na escala de cores, destaque para o brilho furta-cor, tons de verde e de roxo.

| Pointer

Assinam o produto também Itamácio Santos, Equipe Pointer e Portobello, e Equipe IABS (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade).

Mesa Wabi

| Luiza Florenzano

A mesa Wabi, do Estúdio Cremme, de Pierre Colnet e Hadrien Lelong, apresenta nas suas dobras, em cada um dos cantos, evidências tênues da ideia de incompletude. A peça materializa o delicado balanço entre o essencial e a expressão poética. Wabi-sabi, concepção estética japonesa, na qual a noção de belo é “imperfeita, impermanente e incompleta”, inspirou o nome e deu a esta mesa o seu caráter sutil. Possui uma estética singular que cria a sensação de leveza e simplicidade.

| Luiza Florenzano

Banqueta Cascade

| Divulgação

As águas das cataratas tropicais pronunciam a forma e o nome da linha Cascade, criada pelo Estúdio Cremme, de Pierre Colnet e Hadrien Lelong. Com síntese geométrica, a silhueta ondulada dos bancos e banquetas é orientada pelo movimento das quedas dos rios em desnível.

A percepção das "águas como epifania da criação" transmite força e, ao mesmo tempo, revela a aparência minimalista e fluida, características acentuadas pela estrutura elegante que ergue o  assento em aço ou estofado.

Veja a lista global de premiados!

Confira a lista completa de jurados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]