Cabines Ulmer Nest
Projeto social Ulmer Nest instala cabines na cidade de Ulm para proteger pessoas em situação de rua.| Foto: Facebook/Ulmer Nest

Pessoas em situação de rua da cidade de Ulm, na Alemanha, contam agora com uma alternativa para se abrigar do inverno intenso na região, marcado por temperaturas baixas e muito vento: nos últimos dois anos, a prefeitura da cidade autorizou a instalação de cabines que podem ser usadas por cidadãos vulneráveis.

O projeto é realizado pela Ulmer Nest, ação social alemã para moradores de rua, que atua principalmente encontrando soluções de abrigo para evitar situações extremas, como o congelamento ou pessoas morrendo por conta do frio.

Siga a HAUS no Instagram

De aparência "futurística", cada pequena cabine acomoda até duas pessoas e é feita de madeira e aço. Além disso, são à prova d'água e protegem contra o frio, o vento e a umidade. Também foram incorporados painéis solares para aquecer a cápsula, que pode ser trancada pelo morador.

Há ainda um sensor que avisa a assistência social da cidade quando a pessoa deixa o local, para que seja realizada uma limpeza profissional.

Segundo informações da página do projeto no Facebook, este ano o foco foi na melhoria do isolamento térmico, para diminuir a umidade e proporcionar ar quente ao abrigado. A utilização dos painéis solares, diz o projeto, permite um uso mínimo neutro de energia durante o dia.

Cabines sendo instaladas na cidade: locais contam com aquecimento e internet. Foto: Facebook/Ulmer Nest.
Cabines sendo instaladas na cidade: locais contam com aquecimento e internet. Foto: Facebook/Ulmer Nest.

Os ninhos da Ulmer também estão ligados à uma estação de rádio local e contam com rede de internet.

Abrigo alternativo

A ideia dos idealizadores é que as cabines não sejam uma opção de moradia, mas sim uma alternativa emergencial para pessoas que não têm para onde ir. Ao site My Modern Met, um dos integrantes da equipe do Ulmer Nest contou que a recepção dos moradores de Ulm foi muito positiva, com vizinhos oferecendo bebidas quentes aos moradores de rua pela manhã e agradecendo a ação.

Se bem-sucedido, projeto pode ser expandido para toda a Alemanha. Foto: Facebook/Ulmer Nest.
Se bem-sucedido, projeto pode ser expandido para toda a Alemanha. Foto: Facebook/Ulmer Nest.

A instalação dos ninhos em Ulm é um experimento-piloto: a intenção é que, aos poucos, ele seja levado para toda a Alemanha.

Mesmo sendo uma potência mundial, há um número considerável e alto de pessoas em situação de rua no país: aproximadamente 50 mil, sendo 2 mil na capital Berlim, segundo censo realizado pelas autoridades locais em 2020. Para efeitos comparativos, no Brasil, país mais populoso, cerca de 220 mil pessoas moram nas ruas, segundo dados de 2019 divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Conteúdo editado por:Luan Galani
5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]