Conheça o homem que transformou o “morar embaixo da ponte” em um estilo de vida

Designer da Espanha projetou um estúdio sob um viaduto em Valência para refugiar-se da cidade

Fernando Abellanas projetou um espaço embaixo de um viaduto em Valência, Espanha. Foto: Reprodução.

por HAUS

05/09/2017

compartilhe

O designer espanhol Fernando Abellanas pensou em montar um refúgio da cidade na própria cidade e para isso projetou e construiu um estúdio embaixo de um viaduto de Valência. O jovem, que tem a marca Lebrel para a qual projeta móveis e luminárias, criou a pequena cabana em madeira e metal em apenas duas semanas.

Fernando Abellanas projetou um espaço embaixo de um viaduto em Valência, Espanha. Foto: Reprodução.

Fernando Abellanas projetou um espaço embaixo de um viaduto em Valência, Espanha.
Foto: Reprodução.

Ele não revela a localização exata do espaço na cidade por uma questão de segurança e para evitar que as autoridades locais o obriguem a desmontá-lo. Em entrevista para a revista Dezeen  explicou que a proposta é uma intervenção pessoal que tenta colocar valor em espaços degradados.

Quem está ocupando o estúdio fica totalmente isolado.

Quem está ocupando o estúdio fica totalmente isolado.

Para ele, isolar-se em uma cabana é uma forma de recuperar as sensações primitivas do ser humano e a necessidade de um “tempo” da correria da cidade. O estúdio é projetado como uma cabana urbana, oferecendo refúgio da agitação da cidade enquanto está diretamente abaixo de uma estrada movimentada.

Isso é tudo o que se precisa dentro do estúdio sob o viaduto.

Isso é tudo o que se precisa dentro do estúdio sob o viaduto.

Além da localização inusitada, o pequeno estúdio inova na forma de acesso. O piso e as laterais do ambiente se deslocam pelas vigas do viaduto através de uma manivela. A plataforma vai até o lado onde é possível chegar a pé. Essa estrutura faz com que seja impossível chegar até o local quando já existe alguém lá dentro.

Quando a noite cai, o estúdio vira um espaço de descanso.

Quando a noite cai, o estúdio vira um espaço de descanso.

A pequena plataforma de madeira de metal pode ter as laterais abertas. Lá dentro o mínimo do mínimo: uma escrivaninha, uma cadeira, algumas prateleiras e um futon para relaxar. Um dos destaques é a cadeira que fica presa na parede e parece flutuar.

Veja detalhes do projeto

LEIA TAMBÉM

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você