Mercado imobiliário mais caro do mundo tem mansão à venda por 446 milhões de dólares

Se vendida pelo preço pedido, propriedade construída em 1991 vai bater o recorde de casa mais cara de Hong Kong e talvez da Ásia inteira

Foto: Christie’s International Real Estate

por Luciane Belin*

compartilhe

Parece coisa da nova comédia de ficção coreana Podres de Ricos (Crazy Rich Asians), mas é realidade. Uma mansão na vizinhança de Peak, localizada sobre o Monte Victoria Peak, em Hong Kong, está no mercado para ser vendida com o preço esperado de 446.850.343 dólares, quase R$ 1,7 bilhão.

Se conseguir emplacar o preço sugerido, ela vai ganhar o título de propriedade mais cara de Hong Kong e poderá também alcançar o mesmo feito em relação a todo o continente asiático.

>>>> Uma viagem pela cultura, arquitetura e paisagens de Hong Kong

Hong Kong vem acumulando títulos abastados nos últimos anos. Não apenas foi nomeada como a cidade chinesa mais cara para se viver em todo o mundo, de acordo com a 14ª Pesquisa anual de Demografia Internacional e Acessibilidade de Moradia, mas tem também o mercado imobiliário mais caro do planeta, de acordo com o site norte-americano Business Insider.

Foto: Haydn Hsin/ Wikimedia Commons

O número de ultrarricos da cidade cresceu 31% e a cidade hoje tem mais multimilionários do que Nova Iorque, de acordo com um relatório do instituto de pesquisas econômicas Wealth-X. São 10 mil residentes na categoria de “patrimônio líquido ultra-alto” e uma em cada 7 pessoas é milionária.

>>>> Instituto cria bolsa de 9 mil euros para reduzir desigualdade na arquitetura

Enquanto as outras 6 de 7 pertencem a classes sociais não tão privilegiadas e se espremem em apartamentos minúsculos, no entanto, os moradores que ajudam a engordar essa estatística podem competir pela aquisição da mansão, que foi colocada no mercado em abril, mas ainda não foi vendida.

Foto: Christie’s International Real Estate

Representada pela imobiliária Christie’s International Real Estate, a casa foi construída em 1991 e não tem nem de perto a extravagância que se espera de uma casa com esta etiqueta de preço.

Localizada na Middle Gap Road, a casa tem apenas quatro quartos e 700 m² de área, em uma estrutura cercada por uma densa floresta. Como destaque, a propriedade conta com uma piscina circular pequena.

>>>> Maior ponte do mundo resiste até a terremotos e será inaugurada em breve

Foto: Christie’s International Real Estate

O valor é justificado principalmente pela localização privilegiada e pela vista deslumbrante para a mata e para a cidade, abaixo, com um verde de tirar o fôlego.

Foto: Christie’s International Real Estate

Por dentro, no entanto, a mansão é inacreditavelmente modesta. Já mobiliada, a residência inclui uma cozinha com armários sob medida, uma ilha e alguns eletrodomésticos.

Foto: Christie’s International Real Estate

A sala, um dos espaços mais amplos da casa, também já inclui uma decoração própria – e de gosto duvidoso! – com sofás e mesas já inclusos.

Foto: Christie’s International Real Estate

A casa toda tem pintura branca nas paredes e pisos de madeira, exceto pelos 4 banheiros e pela sala adjacente à piscina.

Foto: Christie’s International Real Estate

Alguns dos cômodos também dão vistas para a mata e para a cidade ao fundo, mas de resto apenas a extravagância dos preços locais justificam os 446 milhões pedidos.

Foto: Christie’s International Real Estate

*Especial para Haus.

LEIA TAMBÉM:


8 recomendações para você