Projeto de nova vila gastronômica em Curitiba terá contêiner suspenso a 45 metros de altura

Projeto com área de 2.620 m² será composto de 17 contêineres e terá diferentes ambientes voltados a gastronomia e entretenimento

Foto: Rafa Vieira

por Luciane Belin*

25/04/2019

compartilhe

A capital paranaense vai ganhar mais uma vila gastronômica ainda em 2019. Localizada na região de Santa Felicidade, a Porto CWB prevê um ambicioso projeto arquitetônico em um terreno de esquina com 2.621 m² e diferentes ambientes voltados a eventos e atividades de gastronomia, lazer e entretenimento. Como grande destaque do espaço está a previsão de uma sala de jantar nas alturas, que será montada em um contêiner suspenso a 45 metros de altura.

Com projeto da arquiteta Priscila Ferstemberg, que já desenvolveu mais de 20 obras criadas com contêineres, o empreendimento vai utilizar 17 estruturas do tipo, sendo que uma área inteira da vila gastronômica, com 417 m² será construída somente dessa forma. “O uso de soluções de construção baseados em reutilização de contêineres demonstra-se, cada vez mais, uma solução que agrega agilidade de execução e excelente custo benefício no custo por metro quadrado, além do apelo ecológico vindo da reciclagem e diminuição de resíduos de construção”, diz.

>>>> Com projeto racional e custo reduzido, casa se destaca pela conexão com a terra

Foto: Rafa Vieira

O local terá ainda 340,00 m² de área de convívio coberta, onde estará a praça de alimentação, e 235,00 m² de deck descoberto. “No térreo serão usados nove contêineres e meio, formando a praça central e espaços de apoio, dois contêineres superiores para apresentação musical e esportivas, meio container para o Espaço Kids e um container Flat Rack para o Skyline”, detalha.

A atração suspensa, que vai se chamar Skyline Experience, consistirá em uma estrutura suspensa pensada para proporcionar uma experiência de vista panorâmica da cidade. Um container de vidro será suspenso a 45 metros de altura e com capacidade de 24 pessoas, se transformando em uma sala de jantar nas alturas sem restrição de movimento aos visitantes, de acordo com Priscila.

Içado por um guindaste que suporta até 10 toneladas, o contêiner do Skyline levará cerca de 5 minutos para chegar à altura proposta e o mesmo tempo para retornar ao chão.

Foto: Rafa Vieira

Tecnologia e decoração

De acordo com a arquiteta, o projeto da Porto CWB reúne recursos tecnológicos nos diferentes ambientes, aliados a aspectos de sustentabilidade. Para isso, explora recursos como a luz natural. “Procurou-se aplicar todas as medidas para aumentar a eficiência no uso de recursos naturais e fazer com que a construção agrida o mínimo possível o meio ambiente: desenvolvimento local sustentável, uso racional da água, eficiência energética, seleção de materiais e qualidade ambiental interna”, disse Priscila.

Foto: Rafa Vieira

>>>> Cientistas desenvolvem material acústico que bloqueia o som, mas permite passagem do ar

Foto: Rafa Vieira

Desenvolvidos em em tons de azul, madeira, e branco, os diferentes ambientes serão ainda equipados com recursos como o video-mapping, uma tecnologia de mega projeção que combina sons e efeitos especiais, e a Arena Gamer vai disponibilizar equipamentos de entretenimento como óculos de realidade virtual e transmissão dos principais eventos nacionais e internacionais de jogos eletrônicos.

Com capacidade para mais de 500 pessoas sentadas, a área da vila gastronômica incluirá ainda estacionamento, telão para exibição de jogos e eventos, além de bares temáticos.

 

*Especial para Haus

LEIA TAMBÉM

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você