No Dia Mundial Sem Carro, Curitiba inaugura mural sobre mobilidade urbana

Assinado pelo artista visual Luiz Gustavo Vidal, intervenção artística homenageia Poty Lazzarotto e traz a locomoção como temática

Foto: Cintia Zuchi

por Luciane Belin*

20/09/2018

compartilhe

A lateral do Edifício 13 de Maio, na rua de mesmo nome, no bairro São Francisco, foi transformada em uma tela de pintura pelo artista visual Luiz Gustavo Vidal. Nos últimos oito anos, ele trabalhou para transformar a fachada do prédio no mais novo mural curitibano, um dos primeiros que traz a temática da Mobilidade Urbana. A obra, que será inaugurada neste sábado (22), tem 7 metros de altura por 7 de largura e é composta por 1.250 azulejos.

O lançamento oficial vai coincidir com o Dia Mundial Sem Carro e reforça a importância do tema em um período no qual se incentiva cada vez mais a utilização de meios de transporte alternativos e a redução do uso de combustíveis fósseis. “Esse desenho se trata de uma composição contemporânea em que abordo animais e bicicletas, em que estes dois elementos se fundem”, adianta o artista.

Foto: Rubens Nemitz Jr.

>>>> Ícone do pós-modernismo, arquiteto Robert Venturi morre aos 93 anos

Ao tratar de um tema que já é urbano em sua essência, o painel conseguiu, de acordo com Vidal, despertar a atenção dos moradores e transeuntes da região. “Foi construído todo um conceito em cima, a comunidade envolvida abraçou a situação e quando começou a obra percebi o sentimento de pertencimento das pessoas pelo local. É um lugar normalmente abandonado, faltava iluminação, era local de passagem, e de repente você dá um status, traz a luz, já que o painel vai ter iluminação noturna, e a segurança vem junto com isso, pois as pessoas começam a circular por um local em que não circulavam”, conta.

Além da mobilidade urbana e da própria localização, no bairro São Francisco, um dos principais centros culturais e históricos da capital, o mural tem na técnica escolhida também uma relação com a cidade, já que homenageia o consagrado muralista curitibano Poty Lazzarotto.

Foto: Rubens Nemitz Jr.

>>>> Prédio restaurado no centro de Curitiba preserva história do primeiro modernista brasileiro

Para a produção da obra, Vidal contou com a colaboração dos artistas Elvo Benitto Damo e Maria Helena Saparolli e empregou mais de mil horas de trabalho envolvendo cada unidade dos azulejos que fazem parte da composição. “Cada um dos 1.250 azulejos recebia a tinta e ia a um forno que alcança entre 800 e 900 graus. Ele passa 12 horas aquecendo no forno e mais 12 horas no processo de resfriamento. Foram mais de dois anos para a produção das peças”, detalha.

 

Foto: Rubens Nemitz Jr.

Foto: Rubens Nemitz Jr.

A partir de um primeiro contato com o condomínio do Edifício 13 de Maio, o painel foi pintado e o trabalho foi iniciado com o apoio da Centrais Elétricas do Rio Jordão (Elejor), através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.

A cerimônia de inauguração do Mural Mobilidade Urbana em Curitiba será realizada no dia 22 de setembro, a partir das 10h, na Rua Treze de Maio, 1.184, no Bairro São Francisco. O trecho do Edifício 13 de Maio estará bloqueado para a inauguração do mural, das 8h às 13h.

*Especial para Haus.

LEIA TAMBÉM:

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você