• Patrocínio

    Vale do Pinhão Prefeitura de Curitiba

O que fazer no 2º dia do Smart City Expo Curitiba 2019

Exemplo que guiou uma revolução urbana em Barcelona e líder de tecnologia que promete ser o futuro da mobilidade urbana palestram nesta sexta (22), na Smart City Expo Curitiba 2019

Postes de energia para carros elétricos devem estar presentes em smart cities. Foto: Michel Willian/Gazeta do Povo

por Diego Denck* e Aléxia Saraiva

21/03/2019

compartilhe

Uma das maiores promessas para o futuro da mobilidade urbana abrem o segundo dia da Smart City Expo Curitiba 2019 – edição brasileira do maior congresso de cidades inteligentes do mundo. Quem visita o evento para compartilhar suas visões sobre o tema é Bibop Gresta, presidente da empresa Hyperloop Transportation Technologies (HTT), que palestra às 9h.

A HTT lidera os estudos sobre o conceito ‘futurista’ de transporte coletivo Hyperloop, criado por Elon Musk, que consiste em um trem que desliza por canos metálicos de baixa pressão em velocidades que poderão chegar a 1.200 km/h — modelo que promete ser o futuro do transporte coletivo.

Bibop Gresta, presidente da empresa Hyperloop Transportation Technologies (HTT). Foto: Michel Willian/Gazeta do Povo

Outro nome de peso é Josep Piqué, ex-CEO da 22@Barcelona – um ícone de transformação urbana que revolucionou Barcelona e que inspira Curitiba a fazer o mesmo, com o Vale do Pinhão. Ele palestra às 14h30, com a plenária Ecossistemas de desenvolvimento local e inovação.

Brooks Rainwater também estará presente. Ele é diretor do Center for City Solutions da National League of Cities, impulsionando discussões de pesquisa da organização e ajudando os líderes a selecionarem suas prioridades.

Brooks Rainwater, diretor do Center for City Solutions da National League of Cities. Foto: Divulgação

Confira a programação completa do segundo dia:

Plenária Principal

9h – Keynote: Bibop Gresta – O Hyperloop: Sem bilhete, sem atrito e sustentável

Desde 2013, a HyperloopTT vem construindo um sistema que traz a velocidade do avião para o chão usando um modelo de negócio único que continua a recrutar engenheiros apaixonados, criativos, tecnólogos, parceiros corporativos e universitários de todo o mundo.

Palestrante: Bibop Gresta, presidente e cofundador da HyperloopTT, dos EUA

Mediador: Caio Castro, sócio-diretor do iCities

Foto: Michel Willian/Gazeta do Povo

9h45 – Transições e interrupções na gestão da cidade em uma sociedade digital

A sessão irá explorar como diferentes tecnologias podem beneficiar o gerenciamento de tráfego, serviços de informação, tomada de decisão pública ou serviços públicos, e como a transformação digital pode ser um direcionador de mudança para projetar e construir governos locais mais eficientes e serviços públicos mais responsivos.

Presidente da mesa: Fabio Cammarota, presidente da Tecpar

Participantes da mesa: Alfonso Santiago, diretor do Diploma em Smart City da Escola de Governo, Política e Relações Internacionais da Universidade Austral, da Argentina; Fabio Luiz Conte, consultor sênior de smart cities da iCities; Gustavo Rafael Collere, gerente de pesquisa e inovação da Sanepar; Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia; e Fabro Steibel, diretor-executivo da Its Rio.

11h15 – Diálogos de Prefeitos – Revisão do Plano Diretor das Cidades para Cidades Inteligentes

Soluções inteligentes para problemas de mobilidade e planejamento urbano farão parte da rotina nas cidades, e os gestores atuais têm o desafio de integrar os conceitos e tecnologias de Cidades Inteligentes para orientar adequadamente o desenvolvimento de suas cidades.

Presidente da mesa: Silvio Barros, ex-prefeito de Maringá

Participantes da mesa: Rafael Greca, prefeito de Curitiba; Felicio Ramuth, prefeito de São José dos Campos; Gustavo Costa, prefeito de Guarulhos; e Udo Dohler, prefeito de Joinville.

16h – Keynote: Brooks Rainwater – Mobilidade Centrada no Homem na Cidade do Amanhã

Tópicos específicos a serem abordados na apresentação incluem mobilidade como serviço, tecnologia emergente, tendências de transporte e exemplos de sucesso em todo o mundo.

Palestrante: Brooks Rainwater, executivo sênior e diretor da National League of Cities Center for City Solutions, dos EUA

Mediador: Giancarlo Rocco, da APD

16h45 – Estruturas de planejamento urbano para cidades inclusivas e inovadoras

“Planejar as cidades que queremos”, o lema do evento, significa compreender toda a gama de atividades e setores que moldam as cidades, dando-lhes um senso de unidade para facilitar processos abrangentes de desenvolvimento. A sessão explorará como lidar com essa complexidade e como promover a inclusão e a inovação criando estruturas estratégicas no longo prazo.

Presidente da mesa: Milena Seabra, diretora-corporativa do GRPCOM – Grupo Paranaense de Comunicação

Participantes da mesa: Jacobo Herdoiza, secretário do território, habitat e habitação de Quito, no Equador; Romero Rodrigues, prefeito de Campina Grande; Eduardo Mantoan, da secretaria de assuntos estratégicos, captação de recursos e energias sustentáveis, de Palmas; e Daniel Thá, economista ambiental da Kralingen

18h – Cerimônia de encerramento

Participantes da mesa: Cristina Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento; Caio Castro, sócio-diretor do iCities; e Andrea Urdampilleta, diretora de eventos da Fira Barcelona International

Programação paralela

Paralela 1

12h – Estratégias de cidades inteligentes e desenvolvimentos de grande escala

A sessão foi projetada para oferecer ao público uma visão específica das cidades que estão colocando as ideias em torno das cidades inteligentes em ação, com uma estrutura estratégica clara para garantir que os projetos de desenvolvimento em larga escala sejam bem-sucedidos.

Moderador: Adriano Krzuy, presidente da Assespro-Paraná

Integrantes: Alejandro Contreras, diretor de infraestrutura e serviços públicos do município dos Condes, no Chile; José Antonio Parimoschi, gestor de governo e finanças de Jundiaí; Marcus Cunha, gerente de desenvolvimento de novos negócios da Citelum; e Pascall Cyrill Toque, diretor IOT & IOC da Green4t

14h30 – Ecossistemas de desenvolvimento local e inovação

A sessão reunirá agentes públicos e privados ativos na concepção de processos e ferramentas para ajudar os atores econômicos a fazer parte da economia de transformação digital.

Moderadora: Erica Marques, gestora de projetos da Agência Curitiba

Integrantes: Diego Serna, diretor administrativo e financeiro da Ruta N, na Colômbia; Josep M. Piqué, presidente-executivo da La Salle Technova Barcelona, da Espanha; Daniel Annenberg, secretário municipal de inovação e tecnologia de São Paulo; Tania Gomes, fundadora e vice-presidente da Associação Brasileira de Startups; e Allan Costa, diretor-presidente da Celepar.

16h – Carta de Smart Cities para o Brasil (Coorganizado por GIZ)

Debate sobre a ideia de formular uma Carta de Smart Cities para o Brasil

Moderador: Dennys Antonialli, da InternetLab

Palestrantes: Adriana Mellos Alves, secretária do desenvolvimento regional e urbano; Ana Paula Bruno; Instituto de Tecnologia Social; Tiago Faierstein; BNDES; e Caio Fassão

Paralela 2

12h – Cidades circulares

A economia circular pode ser vista como uma nova abordagem que busca um uso mais eficiente de materiais e recursos, ajudando a evitar a geração de descarte de resíduos a partir de uma compreensão holística de como as cidades consomem os fluxos de materiais. Esta sessão exibirá diferentes projetos para ilustrar a maneira como as cidades podem fazer parte desse movimento circular de economia.

Moderadora: Ariane Santos, fundadora da Badu Design

Integrantes: Álvaro Cabrini, superintendente-executivo do Paranacidade; Alexandre Gobbo, consultor sênior de economia circular da Plataforma Para Economia Circular Nas Américas; Evandro Luis Moraes, superintendente-administrativo do Hospital Moinhos de Vento; e Jorge Augusto Callado, diretor-superintendente do Parque Tecnológico de Itaipu.

14h30 – Serviços públicos inteligentes e sustentáveis

A forma como os serviços públicos são entregues está mudando profundamente na economia digital. Dos serviços de saúde aos canais de informação, da gestão de obras públicas à iluminação pública, os serviços públicos têm que enfrentar a busca pela automação, eficiência ou personalização como motores de uma mudança na forma como são projetados, provisionados, financiados ou auditados. A sessão irá explorar exemplos específicos de como isso está acontecendo nas cidades e quais os papéis que os agentes envolvidos podem desempenhar.

Moderadora: Maíra Nazareth, gerente de relações institucionais e governamentais da Green Building Council

Integrantes: Bolivar Coloma, diretor de meio ambiente de Guayaquil, no Equador; Hélio Lemes, professor e pesquisador da Universidade Federal de Alfenas; Cintia Estefania Fernandes, procuradora do município de Curitiba; Alexandre Lima, gerente de negócios digitais do Banco do Brasil; e Leandro Kuhn, CEO da L8.

LEIA MAIS

Confira o resumo do primeiro dia da Smart City Expo Curitiba 2019

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você