Edifício de Curitiba é o primeiro do Sul do Brasil a conquistar selo de eficiência energética
| Foto: MDGP/Divulgação

O residencial Átman Cabral, empreendimento da Incorporadora MDGP em fase de obras na capital paranaense, acaba de conquistar o Selo Procel de Edificações, outorgado pela Eletrobrás. A certificação identifica as construções que apresentam as melhores classificações de eficiência energética.

O Átman Cabral é o primeiro empreendimento do Sul do país a garantir o selo. Há apenas outros três certificados no país, todos localizados em São Paulo.

Siga a HAUS no Instagram

“Essa é uma notícia muito importante, pois demonstra que estamos no caminho certo em relação a nossos valores como incorporadora, ao primar por soluções e tecnologias que revertam em um morar mais seguro, confortável e eficiente", comemora o diretor da MDGP, Marlus Dória.

O empreendimento de alto padrão conta com 24 apartamentos e tem previsão de conclusão das obras para 2022. As plantas são a partir de 209 m². O projeto é assinado por grandes nomes da arquitetura, como a Triptyque Architecture, o Escritório Burle Marx, BST Arquitetura e Studio Regina Bruni.

| MDGP/Divulgação

Para a obtenção do Selo Procel de Edificações, é necessário ter primeiramente a Etiqueta PBE Edifica, do Programa Brasileiro de Etiquetagem, em nível A – o máximo concedido pelos órgãos certificadores. A etiqueta, concedida pelo Inmetro, avalia e legitima o desempenho energético das edificações.

Ambos os selos são outorgados tanto na etapa de projeto, válido até a finalização da obra, como na etapa da edificação construída. Eles são emitidos pela Eletrobras após a avaliação realizada por um Organismo de Inspeção Acreditado (OIA) pelo Inmetro, com escopo de Eficiência Energética em Edificações - OIA-EEE.

Segundo o diretor da MDGP, estima-se que o morador do Átman Cabral tenha uma economia efetiva de energia em 20%, em comparação a um imóvel convencional.

| MDGP/Divulgação

Na avaliação do engenheiro ambiental Eduardo Mattos, da Forte Desenvolvimento Sustentável, empresa responsável pela certificação do edifício, junto com a Fundação Vanzolini (USP), a redução de demanda na rede elétrica é a principal forma de reduzir o consumo energético.

“Contribui positivamente com o meio ambiente, visto que a matriz energética do empreendimento suporta um número maior de pessoas, reduzindo também a geração de gases de efeito estufa por habitante.”

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]