i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Tendência

Brasileira com cara de gringa: conheça a “Begônia maculata”, planta queridinha do momento

  • PorSharon Abdalla
  • 10/07/2020 11:18
Foto: reprodução/Pinterest
Foto: reprodução/Pinterest| Foto:

De tempos em tempos uma espécie desponta como a queridinha entre as plantas, em especial aquelas que podem ser cultivadas em ambientes internos. Depois da Ficus lyrata e da pilea, agora é a vez da Begônia maculata assumir o protagonismo e simbolizar o sonho de consumo dos loucos por plantas.

A prova: o sucesso que a espécie tem feito nas redes sociais, onde é ostentada por quem tem a sorte (e o capital) de contar com sua exuberância na decoração de casa. "Ela é uma planta 'rara' de se encontrar e seu valor gira em torno de R$ 150/R$ 200. Mesmo assim, tem muita procura e uma saída muito rápida", conta a arquiteta Thaís Falce, sócia-proprietária da Abuela Plantas.

Siga a HAUS no Instagram!

Foto: Divulgação/TBA Plantas
Foto: Divulgação/TBA Plantas

A raridade decorre de dois fatores: a recente chegada dela ao mercado, que passou a ser comercializada há poucos meses, e a exclusividade na produção, realizada pela Flora Fujimaki, especialista no cultivo de begônias, em São Paulo, que não esperava uma demanda tão alta pela espécie.

"Produzimos cerca de 170 vasos por semana. Se fosse para atender a demanda, teríamos que produzir mais de dois mil", conta Mário Fujimaki, proprietário da empresa de flores e plantas ornamentais. A dificuldade em aumentar produção, no entanto, decorre das características da espécie, cujo matrizeiro (planta-mãe, com fornecedor na Holanda) é capaz de produzir uma muda a cada 15 dias, como explica o produtor.

Brasileiríssima

Fora do país não é de hoje que a Begônia maculata faz sucesso. Basta uma simples pesquisa em perfis gringos para encontrar a exuberância de suas folhas em destaque. O que pouca gente sabe é que ela é uma planta tropical, nativa brasileira, e que entra no rol das plantinhas da vovó que voltaram à cena, já que eram comumente cultivadas em jardins por volta das décadas de 1970/1980. "Tenho uma floreira com uma Begônia maculata que minha avó tinha no jardim dela", conta Thiago Bueno Araújo, fundador da TBA Plantas.

Foto: Divulgação/TBA Plantas
Foto: Divulgação/TBA Plantas

Com fundo em um tom de verde vibrante, suas folhas são "estampadas" com bolinhas brancas, o que faz com que pareça terem sido pintadas à mão. "Além das bolinhas, ela tem folhas com textura emborrachada, que remete ao silicone", acrescenta Thiago. "Ela também costuma ser comercializada em um tamanho bem maior do que as outras begônias, com cerca de 40 cm/50 cm de altura. Então, tudo nela atrai [a atenção]", completa Thaís.

Cuidados

A exuberância da espécie é inversamente proporcional aos cuidados que ela demanda para crescer forte e viçosa. Assim como as demais begônias, a maculata não gosta de ser exposta ao sol, preferindo luz indireta - característica que faz dela ideal para o cultivo em espaços internos.

A rega deve ser realizada de duas a três vezes por semana, no verão, e de uma a duas vezes durante o inverno. O substrato deve permanecer úmido, mas nunca encharcado. Então, vale aqui o clássico teste do dedo para saber se é hora de regá-la. E para os mais desatentos, a planta dá o alerta quando está na hora da rega.

"Ela murcha, 'desmaia', quando está precisando de água. Basta regá-la para ela voltar ao normal", explica Thiago. O ideal, no entanto, é fazer as regas na frequência indicada, para não estressar a planta. "Como as folhas são finas, elas não devem ser molhadas na rega, que deve ser feita diretamente no substrato", acrescenta Thaís.

Foto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons

E para quem gosta de flores, a Begônia maculata presenteia seus cuidadores com um pendão em tons de branco ou rosa-avermelhado, que costuma desabrochar no fim do inverno. "Ela é uma planta que se destaca por si só, devido a suas cores e formas. Mas a sua beleza merece um lugar de destaque na casa, próximo a uma obra de arte, para que ela seja valorizada", finaliza a arquiteta e sócia-proprietária da Abuela Plantas.

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.