i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Palacete de barão da erva-mate recebe maior festival de criatividade urbana de Curitiba

  • PorAléxia Saraiva
  • 04/07/2018 08:40
Palacete que recebe o evento tem quatro pavimentos e alpendres laterais. Iniciais do proprietário original, ZP, estão cravadas no alto do edifício. Foto: Acervo/Gazeta do Povo
Palacete que recebe o evento tem quatro pavimentos e alpendres laterais. Iniciais do proprietário original, ZP, estão cravadas no alto do edifício. Foto: Acervo/Gazeta do Povo| Foto:

O conceito de explorar a cidade que marca a essência do Festival Subtropikal vai levar seus participantes a conhecer uma das mansões mais icônicas dos tempos do ciclo de erva-mate: o Palacete Zacarias de Paula Xavier. A casa, que fica no número 720 da Avenida Marechal Floriano Peixoto, leva o nome do barão que viveu na capital no início do século 20. Mas, durante a semana de 7 a 15 de julho, dias em que recebe o festival, ficará conhecida por “Casa Subtropikal”. 

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A terceira edição do evento traz uma programação intensa de oficinas, apresentações, intervenções artísticas e debates, e trata de temas que vão do design à música. A organizadora do festival, Bruna Calegari, afirma que a ideia de utilizar a casa história reforça o objetivo de buscar possibilidades pouco conhecidas da cidade.

“O fator novidade é muito importante: a gente pega a maior parte das atividades criativas e leva para dentro desse espaço”, conta. “É uma forma de explorar o DNA da cidade sem ir a vários lugares nem fazer as pessoas irem a lugares que elas já frequentam”.


Segundo Calegari, o atual proprietário do imóvel deixou um vão livre na casa para receber as atividades do festival. Para manter a memória do patrimônio histórico, as paredes originais da casa estão delimitadas por marcações no piso.

Design e arte na programação

HAUS selecionou alguns destaques da programação que trazem debates sobre design, arte e urbanismo. Confira!

Laboratório de criativos

Doze marcas de design autoral vão integrar um bazar organizado pela designer Ana Penso. Mais do que expor seus produtos, os participantes vão fazer parte de um workshop de aceleração a partir de uma consultoria individual. Quem visitar o festival poderá conferir o desenrolar do processo, conhecer as marcas e também compartilhar suas percepções.

Quando? De 6 a 8 de julho. Veja aqui.

Curitiba no fluxo

Foto: divulgação/Subtropikal
Foto: divulgação/Subtropikal

Ocupar parques, praças e ruas de Curitiba tem sido uma realidade cada vez mais frequente na cidade. O diretor de Ação Cultural da Fundação Cultural de Curitiba, Beto Lanza, vai discutir o que a Prefeitura tem feito para levar cultura, educação e convívio para a população através desse fluxo. Participam do debate Mariah Salomão, arquiteta e proprietária do NovoLouvre, e João Anzolin, da organização do Subtropikal.

Quando? Sábado, 7 de julho, às 11h. Ingressos: R$ 60. Veja aqui.

Economia e Cidades Criativas

Gina Paladino, professora e ex-presidente da Agência Curitiba para o Desenvolvimento, vai discorrer sobre como uma cidade com potencial para atividades criativas pode se desenvolver um mercado maduro e interdependente, e que estabelece conexões com pessoas, setor industrial e lideranças políticas.

Quando? Domingo, 8 julho, às 11h. Ingressos: R$ 60. Veja aqui.

Cadê Cachê? Sobre Valorizar o Artista Independente

Foto: divulgação/Subtropikal
Foto: divulgação/Subtropikal

O artista Celestino Dimas vai comandar uma mesa redonda sobre arte de rua, trazendo à tona o debate sobre valorização desse tipo de expressão. O que é preciso fazer para unir os artistas com esse propósito?

Quando? Segunda, 9 julho, às 19h30. Gratuito. Veja aqui.

THE WRONG: Tecnologia e Criatividade na Bienal de Arte Digital

A produção de uma exposição de arte digital dentro de uma bienal internacional é tema da palestra que conta com a presença de Flávio Carvalho, embaixador da The Wrong em Curitiba, Roberta Cibin, produtora executiva e da artista Sayuri Kashimura. Os assuntos vão abordar motivação, curadoria, produção, entre outros.

Quando? Segunda, 9 julho, às 19h. Gratuito. Veja aqui.

LEIA MAIS

Orla do Guaíba, em Porto Alegre, é revitalizada com projeto assinado por Jaime Lerner

Família italiana ?vende tudo? a partir R$ 2 neste fim de semana

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.