i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

Escola de Nova York pede que pais se tornem “traidores da branquitude”

  • PorChristopher F. Rufo
  • City Journal
  • 23/02/2021 17:19
Em carta aos pais, o diretor da escola fala ainda em abolir a branquitude. Diante da repercussão, ele aconselha os pais a não falarem com a imprensa.
Em carta aos pais, o diretor da escola fala ainda em abolir a branquitude. Diante da repercussão, ele aconselha os pais a não falarem com a imprensa.| Foto: Pixabay

A East Side Community School de Nova York recentemente enviou uma carta pedindo que os pais brancos se tornem “traidores da branquitude” e defendem a “abolição branca”.

A mensagem, enviada pelo diretor Mark Federman, trazia um gráfico que mostrava os oito estágios do desenvolvimento da identidade branca – da forma mais baixa, o “supremacismo branco”, passando por formas intermediárias, como “branquitude confessional” e “traição da branquitude”, até a forma mais elevada, o “abolicionismo branco”. O objetivo do processo, de acordo com o criador do gráfico, o professor Barnor Hesse, da Northwestern University, é questionar o “regime de branquitude” e, por fim, “subverter a autoridade branca” e “não permitir que a branquitude se reafirme”.

Na carta aos pais, Federman se lança numa cruzada anticonversadora, dizendo que “o racismo e o ódio geralmente alimentam as crenças dos conservadores”. Ele chama o ex-presidente Donald Trump de “valentão mentiroso, racista, sexista, odioso e negacionista” e descreve os apoiadores de Trump que participaram dos atos de 6 de janeiro como “uma multidão de supremacistas brancos”. O surto mais recente de Federman não surpreende, como afirmou o pai de um aluno que não frequenta mais a escola. O pai, que pediu para permanecer anônimo, disse que Federman criou um ambiente progressista que dividiu alunos e pais.

A linguagem que Federman usa na carta traz incômodos ecos históricos. A Ku Klux Klan e os neonazistas usavam o termo “traidor da raça” para descrever os brancos que cruzavam os limites raciais para trabalhar, se casar e se tornarem amigos dos não-brancos. O uso do termo “abolição branca” também é problemático. Federman e Hesse dizem querer abolir a “branquitude” como uma construção cultural e social, mas eles também usam o termo para descrever uma essência racial imutável. Como observou o professor Geoffrey Miller, da Universidade do Novo México, “aplicado a qualquer outro grupo, isso soaria como um eufemismo monstruoso para o extermínio em massa e a aniquilação cultural”.

Não é a primeira vez que Federman envolveu a escola que administra numa controvérsia. Em 2007, um aluno da East Side deu um soco na cara de um policial e foi preso. De acordo com os registros da polícia, Federman pediu ao policial que levasse o aluno pela porta dos fundos, para evitar o constrangimento. O policial, contudo, recusou e Federman impediu que o policial deixasse a escola pela porta da frente, “se debatendo todo para evitar ser algemado e preso”. A polícia prestou queixa contra Federman por resistir à prisão e obstruir o trabalho da polícia (a justiça mais tarde arquivou o processo).

Em 2014, depois da morte de Eric Garner quando em custódia da polícia, Federman enviou uma carta aos alunos pedindo que eles se unissem num protesto que exigia que o a Procuradoria dos Estados Unidos abrisse um processo criminal contra um dos policiais nova-iorquinos envolvidos no caso. O Departamento de Educação o conteve, dizendo a Federman que o protesto era “perigoso, não tinha valor educativo e se mostrava tendencioso”. Relutante, Federman retirou o apoio da escola ao protesto, mas 70 de seus alunos deixaram a sala de aula e pegaram o metrô até o Brooklyn para protestar contra a polícia de Nova York.

Depois que contei a história desse material nas redes sociais, Federman enviou outra carta aos pais de seus alunos. “Quero deixar claro que não acredito que fiz nada de errado”, escreveu ele num e-mail para toda a escola. Federman, então, instruiu as famílias a não falarem com a imprensa. “Por favor, não deem entrevistas. Não queremos estimular essas pessoas. Se alguém lhe enviar um e-mail, por favor, me encaminhe”, escreveu ele.

“Fui surpreendida” pelas recentes mensagens sobre “abolição da branquitude”, disse um pai cujos filhos frequentavam a East Side Community School. Muitas famílias compartilham da opinião, de acordo com este pai, mas “temem se manifestar” e serem considerados racistas. O conselho desse pai é simples: “precisamos parar de doutrinar e radicalizar nossa juventude”.

Levando em conta a ascensão da teoria racialista nas escolas públicas, é mais fácil falar do que fazer.

Christopher F. Rufo é editor do City Journal e diretor do Discovery Institute’s Center on Wealth & Poverty.

© 2021 City Journal. Publicado com permissão. Original em inglês
14 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 14 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • W

    wilmar scoz

    ± 4 horas

    O que vemos é um ódio inflamado vindo do movimento dos negros e da esquerda. Os brancos serão perseguido e difamados quais os judeus. Pois os incompetentes sempre atribuem seus fracasso como consequência do sucesso dos outros. A pior coisa é alguém destruir os outros para ser bem sucedido. O que vê é uma tendência de ódio racial aos brancos. Estão buscando todas as forma e termos para denegri-los, rebaixá-los. Eles já declararam guerra aos brancos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Z

      Zzz

      ± 14 horas

      Acredito que iniciamos um processo que culminará em uma guerra civil. Pensem neste processo de forma histórica. O nazismo começou assim... Como retomada de identidade alemã, convencendo as crianças.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • B

        BOB WILSON

        ± 17 horas

        Esse Mark Fedelman é um **** , um **** . Infelizmente estamos vendo um grupo de C*****AS esquerdopatas firmemente interessados em destruir os Estados Unidos da América. Espero que os conservadores norte-americanos reajam com rigor.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          Afonso Celso Frega Beraldi

          24/02/2021 13:08:24

          A esquerda e seus radicais asquerosos fazendo o que sabem fazer de melhor: dividir. A hegemonia do pensamenmto esquerdofilo progressista eh impressionantemente igual em todo o mundo. Nao tenho mais duvidas que isto eh um movimento de cima para baixo, coordenado pelos metacapitalistas capitaneados pelo George Soros, que caminha para um governo central e com pensamento unificado. Cabe aos conservadores resistir.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • F

            Fernando Cavalcante

            24/02/2021 13:00:18

            Se têm tempo para isso é preciso rever a grade e o número de horas que um aluno precisa ter em cada fase escolar.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • F

              FRANCIELY

              24/02/2021 12:24:20

              como se somente os brancos fossem os culpados dos erros que afligem o mundo!! vão chupar prego...

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • J

                José Luiz A. C.

                24/02/2021 11:50:33

                Acho que os desvios de finalidade das escolas revelam certa incompetência pedagógica. Pelo visto, a frustração dos técnicos em educação com seus métodos os levam a sair da seara pedagógica e adentrar na política. O Brasil está repleto de professores frustrados que compensam sua ineficiência técnica com opiniões desalinhadas da finalidade das escolas.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • T

                  Thiago

                  24/02/2021 11:39:30

                  Elegeram um Presidente para implementar precisamente a agenda de terror supremacista racial negro. Com ou sem fraude. Em que pese a censura e o cerceamento de manifestação do lado perdedor, junto com a glorificação da violência praticada outro lado, fato é que os supremacistas negros venceram. O plano de extermínio da direita griga (com ou sem a morte das pessoas que fazem parte dela) está lastreado nessa vitória eleitoral. É um plano que foi apresentado claramente, repetidamente, e venceu: lá é tarde demais. AQUI estamos justamente na época de definir se teremos uma eleição à moda Biden ou uma honesta em 2022. Se a Infalibilidade Papal do STF durar até o fim de 2021, será à moda Biden.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  1 Respostas
                  • F

                    fernanda ribeiro

                    ± 22 horas

                    O problema não é o STF. Não são os ministros supremacistas negros nem brancos. Sequer esquerdistas as decisões deles são. Progressistas, talvez. Nos costumes. A questão aí é de debate público, de circuito afetivo na sociedade, de comunicação política. Nisso é que tem que haver oposição do conjunto dos brasileiros realmente antirracistas, antirracialismos. Inclusos os negros, pois é uma militância e marionetes que pregam esse divisionismo e identitarismo. E exigir que alguém com esse perfil seja nomeado ao STF, q seja favorável à observância dos prazos finais de cotas raciais p negros etc. E cobrar dos políticos de todas as esferas o Antirracialismo. Essa arena é na sociedade, n no STF

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                • P

                  Paulista

                  24/02/2021 7:57:20

                  Já passou da hora de "resetar" o comportamento humano, as pessoas perderam totalmente a noção das coisas.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  1 Respostas
                  • F

                    Fernando Cavalcante

                    24/02/2021 13:01:03

                    Você nem sabe o que diz.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                • R

                  Renata de Paula Xavier Moro

                  24/02/2021 2:05:02

                  O que esse diretor prega é eugenismo. Tolos são os pais que mantêm os filhos numa escola assim.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • P

                    Paulo

                    24/02/2021 1:39:25

                    O problema não é o tom de pele e sim os habitos, tradicoes e costumes Isso vale para todas as situacoes. E nossa famigerada televisão insiste em fomentar a guerra.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • F

                      fernanda ribeiro

                      24/02/2021 1:11:35

                      Ja ouvi dizer Paulo Cruz: "o movimento negro (brasileiro) não quer resolver, quer se vingar"

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      Fim dos comentários.