i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Opinião

Guerra de nervos

  • 12/01/2021 16:43
Guerra de nervos
| Foto: Pixabay

Otimista que sou, acho que no futuro, após o colapso da China, iremos lançar luz sobre o que acontece por agora. Algo como a queda do Muro de Berlim, talvez a queda do Firewall da China, marcará esse colapso, e virá à tona a documentação sobre grandes operações de espionagem e propaganda chinesa, com parceiros no Ocidente. E, se eu pudesse, batizaria este período iniciado com a pneumonia de Wuhan como Guerra de Nervos.

O medo do apocalipse indefinido 

Anos atrás, quando pós-graduanda, descobri um método inofensivo de vingança. Se a turma do #NãoVaiTerGolpe era a dona do pedaço e mandava no ambiente que eu frequentava, eu dava um pulo nas redes sociais daquele povo e via que o sistema de crenças fazia deles uns coitados.

Imagine ser uma mulher e achar que, não obstante seus títulos acadêmicos e emprego vitalício, você nunca vai deixar de ser uma inferior por causa do patriarcado.

Imagine crer que estamos sempre à beira de um apocalipse difícil de conceituar (golpe, ditadura, turbotecnomachofascismo), nunca descrito com precisão, mas que é certamente horrível. Eles viviam no mesmo lugar que eu, tinham até poder sobre mim, mas nada podia aplacar o seu desespero nem trazer felicidade. Então eu pensava que saúde mental vale ouro, e eu não pagaria aquele preço para ascender na profissão.

Por que entrei na academia, então? Ora, todo mundo era assim meio de esquerda, ou de esquerda inteira, mas não reinavam o desespero e a loucura na universidade. Se antes a esquerda remetia àquele povo festivo afeito às artes, a partir de 2016 ela se tornara uma multidão de desesperados. E destruíra qualquer verniz intelectual da universidade.

Agora, em 2021 eu observo o mesmo clima de desespero se espalhando por nichos da sociedade que antes não tinham nada a ver com a esquerda, nem com a universidade, exceto talvez o fato de serem nichos urbanos.

Do Twitter de Freixo à televisão 

Vamos a um causo ilustrativo. Abro as redes sociais e vejo que Freixo está denunciando a tentativa de compra de vacinas na Índia por laboratórios privados brasileiros. Nada de novo sob o sol: Freixo é um estatista tão despudorado, mas tão despudorado, que defende a CEDAE. (A estatal de saneamento que deixou a população do Rio de Janeiro com água marrom.)

Não vendem para nós há meses a ideia de que, se Bolsonaro fizesse uma campanha de vacinação com qualquer vacina experimental, o apocalipse iminente seria cancelado?

Ou bem você quer agilizar a entrada de vacinas a qualquer custo, ou bem você faz questão absoluta de uma vacinação estatal centralizada, coisa sempre mais demorada do que compras pontuais por agentes privados. Eu entendia que o discurso no telejornalismo tradicional era focado na vacinação, pouco importando se privada ou estatal, de modo que Freixo podia ser encarado, nesse quesito, como um esquisitão minoritário, um dinossauro dos anos 70.

No entanto, um ou dois dias depois, uma familiar vem correndo me perguntar horrorizada se eu sabia o que os laboratórios estavam fazendo. Ela acabara de ver na TV que eles queriam comprar vacinas para o setor privado, de maneira que só os ricos poderiam se vacinar; que eu ia morrer e ela ia morrer, no que dependesse dos laboratórios. Minha cara de paisagem, minhas perguntas e respostas, só serviam para enfurecê-la. Ela sabia, com certeza inabalável, que o setor privado brasileiro faria com que o preço da vacina subisse lá na Índia, e nos deixaria à morte.

Fui então ao Twitter daquele divulgador pró China, Átila Iamarino, para ver a quantas ele andava, e eis que estava a toda carga contra a importação de vacinas pelo setor privado. De Freixo para Átila, de Átila para a TV, da TV para a boca de uma mulher normal que nunca votou no PSOL.

O credo antibolsonarista 

O pensador oficial da mania da covid é Átila Iamarino. (A covid não é gripezinha, nem matou milhão até agosto do ano passado.)  A mania da covid faz parte de um credo oficial de boa parte do jornalismo que pode ser fixado assim: Bolsonaro e Trump — não a China com seus campos de extermínio racial, nem as Big Techs com sua espionagem em massa — são o pior problema do Brasil e o mundo. Mas “pior problema” talvez ainda soe comedido demais. Bolsonaro e Trump são questão de vida ou morte para o cidadão comum, e devem ser combatidos diuturnamente, do contrário um apocalipse indefinido irá se instalar entre nós. Assim como o petista não sabia dizer se o apocalipse era o impeachment, nem quantas fases tinha o “golpe”, o antibolsonarista não sabe dizer ao certo em que consiste o apocalipse.

Mas o credo é tão certo quanto o fato de que 1 + 1 é igual a 2, ou de que o diabo é ruim. Daí inferem que todo mundo que não pensa como eles só pode ser alguém teleguiado por Bolsonaro, que teria um poder inexplicável de teleguiar todo mundo que não adote o credo.

Esse credo pegou antipetistas tradicionais e eleitores de Bolsonaro, que ficam nas redes sociais dando lastimáveis espetáculos de desequilíbrio mental que me recordam aqueles que eu assistia na esquerda em 2016. O mundo e a democracia não vão acabar se Dilma sofrer um impeachment, se Temer fizer a “PEC da morte”, se Bolsonaro for eleito etc. Eu tenho medo da China, das Big Techs e de certos ministros do STF, mas não acho que o mundo vai acabar por isso. Enquanto houver o que comer, o que ler, e com quem conversar, não vejo apocalipse, nem me desespero.

E se fosse ao contrário? 

Me ocorreu então me colocar no lugar daqueles que acham que sou teleguiada por Bolsonaro. Digo um milhão de vezes que não ligo pra Bolsonaro, nem acompanho o que ele diz, mas não adianta. Por outro lado, se eu dissesse à minha parenta que ela é teleguiada por Átila Iamarino, ela, que só vê TV e não tem Twitter, diria a mesma coisa que eu digo de Bolsonaro, e estaria correta. Às vezes eu penso algo, e depois descubro que Bolsonaro disse algo parecido. Qual seria o análogo à TV no meio da história, aquilo que estaria me teleguiando?

Vou refazer o percurso da última vez que a minha opinião coincidiu com a de Bolsonaro. Vi a confusão no Capitólio americano, não entendi nada, e esperei saírem fontes confiáveis. Eu é que não ia ligar a televisão, pois sei que está infestada de analistas que repetem a CNN dos Estados Unidos, que é progressista fanática. (É woke, como dizem lá.) Abro o YouTube para ver se encontro algo. O TimCast aparece, mas ele próprio não está entendendo nada, e diz que vai viajar para Washington, para ver de perto. Depois aparece Tucker Carlson, o famoso comentarista da Fox News, que comecei a acompanhar desde os protestos do Black Lives Matter. Ele me ganhou por defender enfaticamente a igualdade de direito de todos os cidadãos, independentemente de sua cor. Segundo Tucker Carlson, os protestos no Capitólio atraíram gente comum, não só fanáticos. Ele reprovava a quebradeira e a violência com toda ênfase, mas não deixava de chamar a atenção ao fato de que aquilo tinha uma causa, e não eram só malucões que estavam ali. A causa da invasão era o descrédito da apuração das eleições, descrédito que tinha que ser sanado para o bem da democracia. Concordei com Tucker, e pensei que nós não estamos em condição muito melhor do que o vizinho ao Norte.

Depois, vi vídeo de Alexandre Garcia, com pensamento parecido, e ênfase no Brasil. Em seguida Bolsonaro repetiu o raciocínio e causou manchetes que interpretaram isso como ameaça de golpe. (É possível que ele tivesse mesmo a intenção de fazer uma ameaça, mas é possível também que estivesse apenas repetindo Alexandre Garcia. Suspendo o meu juízo a esse respeito.) Na verdade, depois que eu comecei a assistir a Alexandre Garcia, comecei a compreender melhor as declarações de Bolsonaro, e acho plausível que ele tenha encontrado no velho assessor de Figueiredo uma figura confiável o bastante para embasar as próprias opiniões.

Ao contrário da minha família, eu busco proativamente informação por meio da internet. Ela liga a TV e assiste o que está passando. Penso que seja esse o fator político mais importante para explicar as diferenças de pensamento.

Leitor ativo da internet X leitor passivo tradicional 

Existe quem assista a TV e leia jornais impressos (que não migraram para o digital) sem pôr em questão a seriedade da informação, e quem ouça os acadêmicos sem considerar que valham tanto quanto o menino do DCE. Usam a internet, é claro, mas fazem isso mais para reforçar suas convicções formadas em ambiente analógico do que para buscar novas fontes de informação (ou de desinformação).

Quantos leitores e espectadores serão proativos na internet? Creio que não poucos, dado o fato de Bolsonaro ter virado presidente sem tempo de TV, e ter arrastado consigo para o legislativo ilustres desconhecidos. Contribuiu para isso, creio eu, o fato de a televisão ter adotado há muito uma agenda progressista e antievangélica. Os progressistas nunca foram numerosos na população geral, e os evangélicos só crescem: como seria possível a TV manter sua credibilidade?

O jornalismo tradicional, feito para o leitor passivo, está em crise. Frente a isso, penso em três opções para os veículos quebrados: 1) seguir com o discurso woke até naufragar, por questão de princípios, tal como o comandante do Titanic; 2) embolsar dinheiro chinês e seguir com discurso woke para não naufragar; 3) parar de querer agradar woke e jogar os progressistas pela janela, para manter o público e não quebrar. Quem não optou pelo 3 está com o 1 ou com o 2.

Mas isso é só um pedaço da história. O novo capítulo, recém inaugurado, é o controle da internet via Big Techs, que fica pra próxima.

19 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 19 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Martinho

    ± 0 minutos

    Bruna...mais um belo texto. Estou entendendo um pouco melhor sobre o método de Hume lendo sua tese de Doutorado. Cada vez mais fascinado pelo assunto e conseguindo manter ao menos um pouco a paz de espírito com tudo o que está acontecendo!! Aguardo a visão sobre as Big Techs... obrigado !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      ± 4 horas

      Que pena que não continuou hoje... No aguardo das considerações sobre as big techs. Obrigado.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • B

        Bevi

        ± 5 horas

        Que pessoas que pregam o autoritarismo vivam uns tempos sob as tais ditaduras que admiram, como cidadãos comuns. Talvez seja uma vacina para acordarem fora de suas estreitezas mentais e se conscientizarem de ser manipulados por fanáticos ideopatas, que induzem os incautos de cabeça oca a olhar a realidade sob as lentes distorcidas e embaçadas de sua ideologia anacrônica..

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • C

          Carlos

          ± 7 horas

          Muito bom !!!!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • V

            Vinicius Obadowski

            ± 7 horas

            De fato concordo com os outros abaixo. Seu artigo apresenta pontos excelentes. Brilhante exposição.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • C

              Celso Arruda Salomé

              ± 8 horas

              Bruna, parabéns pelo artigo. Você orgulha a Gazeta. Por isto sou assinante.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • C

                Celso Arruda Salomé

                ± 8 horas

                Grande professor. Parabéns pelo artigo.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • R

                  Renata de Paula Xavier Moro

                  ± 8 horas

                  Impressiona como extrema direita e extrema esquerda se parecem, nas ideias e nos métodos. Não à toa existe a comparação com uma ferradura, em que as pontas opostas se aproximam. Aliás, ferradura é o calçado ideal tanto pra uns quanto pra outros

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • B

                    BP

                    ± 8 horas

                    Parabéns pelo texto! Aos poucos encontramos articulistas que apresentam visões sensatas, analisando fatos com argumentos lógicos e válidos. Essa capacidade, infelizmente, parece diminuir a cada dia e nossas universidades têm muita responsabilidade sobre isso. Por lá predomina o que Schopenhauer chamou de dialética erística, notadamente nas humanidades, o que afeta o jornalismo. Não se busca a verdade e a razão, mas "vencer" o debate a qualquer custo, com vieses ideológicos "do bem". "Transformar"! Falácias não são ensinadas e nem reconhecidas, sendo proferidas sem acanhamento. Daí, adotam xingamentos e chegam a defender que se "calem" os "inimigos". E nem percebem o vexame que protagonizam.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • L

                      Luiz

                      ± 8 horas

                      Opa Bruna, acho mesmo que os tais "veículos quebrados", vão ficar com a segunda opção: dinheiro chinês. Os tentáculos deles já estão por aí. Vários "veículos" da nossa estimada imprensa já estão contando a grana chinesa que irriga seus cofres, né? Eles compram tudo, até consciências. Que o diga o Dória, hein? A mídia mainstream - pelo menos por enquanto - não deixará de ser progressista. Eles ainda tem um mercado a disposição para ser explorado. É só dar uma observada no que se transformaram os gloriosos marqueteiros tupiniquins do politicamente correto. Credo. Mas eles remam contra a maré, o Brasil é conservador e Bolsonarista, eheheh...

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • M

                        MCPN

                        ± 9 horas

                        Parabéns pelo texto Bruna.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • M

                          Mário de Moraes Mihalik

                          ± 9 horas

                          Faço minhas as palavras do Donizete! Parabéns pela lucidez, Bruna!

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • J

                            João Martins Donizete

                            ± 9 horas

                            Parabéns Bruna. Sou seu fã. E esse seu artigo é simplesmente fantástico. Penso exatamente igual e agora você me deu mais argumentos de contraposição aos lunáticos que ainda acreditam em progressistas como salvadores da pátria - antes ao contrário - e que por outro lado crêem numa ficção do "fascismo imaginário" aos que pensam diferente. Termo esse entre aspas cunhado, salvo engano, pelo o também grande Articulista Guilherme Fiuza.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • pradojoseeduardo@gmail.com

                              ± 9 horas

                              Quando o ser humano ultrapassa o limite da rasoabilidade, torna-se corrupto, egocentrico e por assim dizer um agente de todos os males, os quais alimentam suas aspirações, tal como ser presidente de um país no caso Dória que removeu todas as barreiras da decencia com o intuito de vir a ser presidente do Brasil, mas, se esqueceu da causa e efeito, a unica certeza é que o plantio é livre, mas a colheita é obrigatória. Está chegando a hora da colheita Sr. Dória.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • T

                                Thiago

                                ± 9 horas

                                É pouco provável que a vida seja extinta na Terra, ou mesmo a espécie humana, num futuro próximo. E quando essas coisas acontecerem o resto do Universo seguirá seu curso. O pior que pode sair da guerra de extermínio promovida pelos "progressistas" é o término das Democracias e dos Estados Nacionais soberanos. É um "fim do mundo", como a queda de Roma foi, mas ñ é "o" fim. Seguimos na periferia do mundo. Com os EUA naufragando e a China prevalecendo o centro foi pra um pouco mais longe, culturalmente, mas a gente se adapta. De momento soa implausível esperar a queda da China, dada a brevidade da vida humana faz mais sentido matricular as novas gerações em aulas de mandarim. A vida segue.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • A

                                  Arys

                                  ± 10 horas

                                  Cada texto da Bruna supera o anterior! Que mulher corajosa, também. Imagino o tanto de patrulhamento ideológico que deve sofrer na profissão dela. Parabéns!

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  1 Respostas
                                  • R

                                    Reynaldo Mendes de Carvalho Júnior

                                    ± 10 horas

                                    Texto imperdível

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                • F

                                  FERNANDO A. O. PRIETO

                                  ± 12 horas

                                  Nãp se pode mais acreditar em televisão, em quase tudo do rádio, jornais impressos,... Só divulgam o que lhes interessa, ou que são pagos para dizer...Que cada um tome suas decisões críticas (vacinar-se ou não, retomar as atividades ou não,,) baseado na sua consciência e na Lei de Deus, NÃO levando em conta o que dizem as "autoridades" e os pseudo-cientistas que afirmam que tudo é "para o nosso próprio bem"...Deus nos livre de tais "amigos" e "orientadores"!

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • D

                                    DENISSON HONORIO DA SILVA

                                    ± 16 horas

                                    Professora, também sou da terceira opção para que um meio de comunicação consiga informar e sobreviver. Não dar descanso a esses progressistas. Para isso, precisamos da senhora. Com sua erudição e saber. Quando li Guerra e Paz fiquei confuso. Parecia que Tolstoi gostava do papel de Napoleão na Europa. Mas ele foi um tirano ou não? Por isso, espero que muralha chinesa venha abaixo, no bom sentido. Essa máscara chinesa com seus adeptos pueris no Brasil. Pensam, que com seus títulos acadêmicos, torna os sábios, vide Natália Pasternak e Atila. Agora, mesmo este bobalhão quer instituir a vacinação compulsória. Monstro travestido de Santo.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    Fim dos comentários.