i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cinema

“Milada”: a heroína da vida real que enfrentou o nazismo e o comunismo

  • PorGabriel de Arruda Castro, especial para a Gazeta do Povo
  • 23/07/2020 17:33
Milada Horakova
Milada Horakova: Praticamente desconhecida fora da atual República Checa, ela é um símbolo nacional de heroísmo na luta contra dois totalitarismos| Foto: Divulgação

Terminada a Segunda Guerra Mundial, os países europeus mais devastados pelo conflito tiveram destinos diferentes: nações na parte ocidental do continente foram reconstruídas como democracias, sob a tutela de Estados Unidos, Inglaterra e França. Nações mais ao leste acabaram nas mãos da União Soviética e se transformaram em marionetes do regime autoritário de Moscou.

A Checoslováquia foi um desses países. Libertada da ocupação nazista, logo caiu nas mãos dos comunistas, que só deixariam o país em 1990. E uma das figuras centrais da história checoslovaca é a da ativista e política Milada Horakova. Praticamente desconhecida fora da atual República Checa, ela é um símbolo nacional de heroísmo na luta contra dois totalitarismos: o de Adolf Hitler e o de Joseph Stálin. O filme “Milada”, disponível na Netflix, conta a história dela.

O drama acompanha Milada desde a o período da ocupação nazista. Apesar de ter alertado desde cedo sobre a ameaça de Hitler, ela não foi ouvida. Após tomada da Checoslováquia pelos nazistas, ela foi presa e enviada para um campo de concentração.

Mas o foco do filme é a perseguição, neste caso ainda mais brutal, sob o regime comunista. Considerada inimiga da pátria por não aceitar a hegemonia do partido único, Milada sofreu os horrores da opressão soviética. Recomenda-se ao espectador, aliás, que não procure ler sobre a história de Milada Horakova antes de assistir ao filme, para evitar spoilers acidentais.

“Milada” foi lançado em 2017 como a obra de estreia do diretor checo David Mrnka. Em certo sentido, o filme funciona como alegoria da da própria Checoslováquia: violentada por duas ditaduras, a nação empreendeu uma luta pela liberdade que, apesar de vitoriosa no longo prazo, deixou cicatrizes indeléveis. É uma história que se repetiu em países como Polônia e Hungria, e que merece ser ouvida, dentre outras razões, porque ainda é pouco conhecida do público brasileiro.

O filme também apresenta, em um eixo paralelo, o drama da vida privada de Milada, que era casada e tinha uma filha adolescente no período da perseguição. Ao mostrar o conflito entre a vida pública e a esfera familiar, e ao retratar o dilema entre persistir com a verdade a todo o custo ou assinar uma confissão inverídica na esperança de obter alguma clemência, o filme demonstra como as tiranias obrigam cidadãos com vidas comuns a tomar decisões com implicações seriíssimas. Não há segunda chance sob o regime soviético.

Interessante notar que Milada não era uma militante ferrenha de direita. Pelo contrário: sempre fora uma ativista da causa das mulheres que lutava, por exemplo, pela igualdade de representação e outras bandeiras que, no papel, os comunistas também defendiam. Mas, como mostra o filme, o regime stalinista não tolerava qualquer poder que não fosse o soviético.

Realista, o filme causa desconforto em qualquer um que se sinta desconfortável com a injustiça - e essa parece ser a intenção do diretor. “Milada” nos lembra que, apesar de o regime nazista felizmente ter sido bem enterrado, a ameaça que continua viva em países como China e Coreia do Norte - a do comunismo - segue viva.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 8 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    JOSMAR PORTUGAL VAZ

    03/11/2020 10:06:00

    Comunismo é a pior coisa que pode existir....matam quem estiver contra e fim de papo...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • L

      Luiz

      02/11/2020 17:03:30

      Prezado, ameaça comunista só vem da China e da C. do Norte? E Cuba, Venezuela e tutti quanti que seguem o mesmo caminho? Aqui mesmo, nessas terras altaneiras, o comunismo/socialismo está à espreita, né não? Que o diga os Boulos, os Caetanos, as Gleisis e Manuelas da vida. Mamma mia!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • C

        Carlos fastruck

        01/11/2020 19:28:53

        Foram os comunistas que mataram Milada, importante frisar isto antes que venha alguém e queira mudar mais este fato histórico, pois como praticamente todo professor de história é apenas um militante comunista, nunca se deve duvidar do mal caratismo desta gente.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • R

          Regina Célia Baldin

          17/08/2020 13:28:18

          Com certeza assistirei. Infelizmente, essas duas facções eliminaram milhões pelo mundo. E as outras matizes políticas também vêm decepcionando e deixando o mundo sem saída.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • N

            Nico Gavelick

            24/07/2020 21:32:31

            Já assisti no Netflix. Vale a pena!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • R

              Ricardo Toledo

              24/07/2020 19:36:25

              Um filme estupendo e necessário. Nazismo e Comunismo retratados em suas essências. Lados da mesma moeda. Asquerosos seus apoiadores.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • C

                Carlos Eduardo

                24/07/2020 19:31:00

                Fiquei interessado em assistir.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • M

                  mup

                  24/07/2020 18:49:34

                  Meus caros, Parabenizo esta bela iniciativa que a GP vem conduzindo, dando conhecimento de filmes que desnudam as várias formas de opressão a que estão submetidos pessoas e povos. Neste último exemplo, fiquei muito feliz pois o filme está disponível no Netflix. Mas devo dizer da minha frustração de não poder falar para meus amigos para assistirem a todos os outros que foram resenhados neste espaço. Se entendi bem só estão disponíveis em streaming de acesso mais limitado. Seria possível indicar se os filmes podem ser encontrados em DVD? Assim mais gente teria acesso a essas obras importantíssimas!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.