Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Nas alturas

Os seis edifícios mais altos de Curitiba

Os projetos recentes mudaram a lista dos maiores prédios da capital, que ainda conta com exemplares construídos há mais de três décadas

  • Sharon Abdalla
Novos arranha-céus mudam o cenário urbano de Curitiba. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Novos arranha-céus mudam o cenário urbano de Curitiba. Hugo Harada/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Os lançamentos recentes do mercado imobiliário ampliaram não somente a oferta de unidades, mas também a altura dos prédios em Curitiba. Apoiadas na evolução das tecnologias construtivas, as incorporadoras têm elevado cada vez mais suas torres – tanto em metros lineares quanto em número de pavimentos –, alterando o cenário urbano e inserindo novos nomes à lista dos edifícios mais altos da capital.

Entre os “novatos” no skyline curitibano, destacam-se os empreendimentos de uso misto, que reúnem salas comerciais, corporativas e unidades residenciais em endereços tradicionais do Centro, como a Rua Comendador Araújo e a Rua Brigadeiro Franco.

Alguns dos gigantes das antigas também mantêm sua imponência e, passadas mais de três décadas de suas entregas, não perderam o posto diante dos novos “concorrentes”.

A reportagem não localizou uma lista oficial que relacione os prédios mais altos de Curitiba. Para listá-los, foram cruzadas informações sobre a metragem linear e o número de pavimentos dos edifícios encaminhadas pela Secretaria Municipal do Urbanismo, Brain Bureau de Inteligência Corporativa e pelas empresas responsáveis pela construção ou gerenciamento dos empreendimentos.

Conheça os seis empreendimentos que figuram entre os mais altos da capital

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Imóveis

PUBLICIDADE