Alemanha e Reino Unido testam vacinas contra Covid-19 em humanos
| Foto:

Alemanha e Reino Unido anunciaram nesta semana que vão iniciar testes de vacinas contra a Covid-19 em humanos.

Nesta quarta-feira (22), o instituto federal de vacinas e biomedicina alemão Paul-Ehrlich autorizou o primeiro teste clínico de uma vacina contra o novo coronavírus na Alemanha, que está sendo desenvolvida pela empresa BioNTech.

Em uma primeira etapa do ensaio clínico, 200 voluntários saudáveis com idades entre 18 e 55 anos serão vacinados, em cada caso com uma ou mais de uma variante da vacina, cada uma delas ligeiramente modificada. Após um período de espera observacional, outros voluntários da mesma faixa etária serão vacinados na segunda parte do ensaio clínico. O instituto não informou quando os testes em humanos começariam, mas afirmou que outros ensaios clínicos de vacinas começarão nos próximos meses na Alemanha.

Enquanto isso, o Reino Unido anunciou que vai começar testar uma vacina em humanos nesta quinta-feira (23). O ministro da saúde do país, Matt Hancock, disse que a vacina está sendo desenvolvida por cientistas da Universidade de Oxford e tem uma taxa de sucesso de 80%. O governo investirá 20 milhões de libras (US$ 24,5 milhões) neste projeto e mais 22,5 milhões em uma vacina que está sendo desenvolvida no Imperial College London, que também deve ser testada em humanos em breve.

Os primeiros ensaios clínicos, segundo o instituo alemão, visam investigar a tolerabilidade geral dos candidatos à vacina, bem como sua capacidade de induzir uma resposta imunológica específica contra o vírus. Outras três vacinas já estão em fase de testes clínicos: duas na China e uma nos Estados Unidos. A Organização Mundial da Saúde estima que o desenvolvimento e produção de uma vacina segura deve levar de um ano a um ano e meio.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]