i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Manifestações

Brasileiro retido em cidade do Equador conta como estão sendo os protestos

  • PorGazeta do Povo
  • 09/10/2019 20:03
Manifestantes em confronto com a polícia de choque em Quito, 9 de outubro de 2019
Manifestantes em confronto com a polícia de choque em Quito, 9 de outubro de 2019| Foto: Martin BERNETTI / AFP

O curitibano Gustavo Ader da Cruz está fazendo uma viagem há dez meses pela América do Sul e acabou testemunhando os protestos do Equador, que chegam ao sétimo dia nesta quarta-feira (9).

O mochileiro teve que mudar os planos de sua viagem por causa dos protestos - a previsão era ficar na cidade de Cuenca por quatro dias e seguir viagem pelo Equador, mas os bloqueios nas estradas o impediram de sair, e ele está na cidade há oito dias.

Cuenca é a capital da província de Azuay e terceira maior cidade do Equador. Também chamada de "Atenas do Equador", se situa a cerca de 470 quilômetros da capital, Quito.

"A última informação que recebemos é que fecharam também o aeroporto de Cuenca. Então parece que a possibilidade de viajar para outra cidade do Equador com avião se acabou", disse Ader, que está hospedado em um hostel no centro histórico da cidade, de onde registrou as manifestações.

A polícia fez uma barreira de proteção em torno da sede do governo do estado de Azuay. "Os policiais atiram bombas de gás lacrimogêneo em quem tenta tenta passar, forçando as barreiras", disse Ader.

Nesta quarta-feira (9), a greve geral convocada por grupos indígenas que se opõem ao presidente do Equador, Lenín Moreno, provocou o bloqueio de estradas, paralisações no transporte público e o fechamento do comércio em Quito e outras cidades do país.

Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019. Vídeo: Gustavo Ader
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019. Vídeo: Gustavo Ader
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
O curitibano Gustavo Ader
O curitibano Gustavo Ader| Gustavo Ader da Cruz
Manifestantes distribuem suco e sanduíches durantes protestos no centro de Cuenca, Equador, 9 de outubro de 2019
Manifestantes distribuem suco e sanduíches durantes protestos no centro de Cuenca, Equador, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019
Manifestações contra o governo do presidente do Equador Lenín Moreno em Cuenca, 9 de outubro de 2019| Gustavo Ader da Cruz
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.