i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Reportagem do NYT

Documentos vazados revelam a China que o Partido Comunista tenta esconder

    • Gazeta do Povo e Washington Post
    • 18/11/2019 11:45
    Repressão uigures
    Instalação de alta segurança perto do que se acredita ser um campo de reeducação onde minorias étnicas muçulmanas são detidas| Foto: GREG BAKER/AFP

    Novos detalhes, revelados por documentos vazados, oferecem uma rara visão para as deliberações de um dos governos mais opacos do mundo: a China. O jornal New York Times teve acesso a 403 páginas de diretrizes do Partido Comunista, relatórios, notas de investigações internas e discursos internos proferidos por autoridades do partido, incluindo o presidente Xi Jinping, sobre as origens dos planos de prisões em massa de mais de um milhão de uigures e outras minorias muçulmanas na província de Xinjiang.

    Esses documentos mostram como uma onda de violência étnica e ataques terroristas no início da década convenceram Xi a liberar os "órgãos da ditadura" - suas próprias palavras, em um discurso privado. Aparentemente, isso envolveu confrontos em massa, a construção de um aparato de controle e vigilância do século XXI e um ataque sistemático à capacidade dos moradores da região de observar sua fé islâmica.

    Como justificativa para a repressão, uma importante autoridade chinesa em Xinjiang alertou para os "riscos" de colocar "direitos humanos acima da segurança" em uma diretiva de 10 páginas a partir de 2017.

    O vazamento dos documentos também aponta para um desacordo interno sobre a repressão na região, já que foi entregue ao New York Times por uma figura do "establishment político chinês" que "expressou esperança de que sua divulgação impedisse os líderes partidários, incluindo Xi, de escapar da culpa pelas detenções em massa".

    Ameaça a jovens muçulmanos

    Um dos documento mais impressionantes é uma diretiva classificada emitida para autoridades locais em uma cidade do leste de Xinjiang sobre como conversar com estudantes uigures que retornam de outras partes da China e descobrem que seus parentes e amigos desapareceram em campos de detenção.

    Eles foram instruídos a dizer aos jovens que seus parentes haviam sido "infectados por pensamentos prejudiciais", enquadrando a desconfiança do Estado em relação às minorias muçulmanas em termos clínicos. "A liberdade só é possível quando esse 'vírus' em seu pensamento é erradicado e eles fiquem em boa saúde", dizia a diretiva.

    Sistema de pontos

    O New York Times também relatou evidências do que parece ser um "sistema de pontuação" usado pelas autoridades para determinar quem é libertado de um campo. Ele incorpora não apenas o comportamento dos detidos, mas também a cooperação de parentes externos. "Os membros da família, incluindo você, devem cumprir as leis e regras do estado, e não acreditar ou espalhar boatos", as autoridades deveriam dizer. "Somente então você poderá somar pontos para seu familiar e, após um período de avaliação, eles poderão deixar a escola se cumprirem os padrões de conclusão do curso".

    "Crenças tóxicas"

    Entre os documentos, o presidente Xi, chefe do Partido Comunista, não aparece dando ordens diretas para a criação de centros de detenção de muçulmanos uigures, mas segundo a publicação americana ele associou a instabilidade em Xinjiang à influência de “crenças tóxicas”, pedindo que ela fossem erradicadas. Em 2014, Xi visitou a província semanas depois de u atentado realizado por militantes uigures que deixou 31 mortos e mais de 150 feridos em uma estação de trem. Na ocasião, ele defendeu um "esforço total contra o terrorismo, infiltração e separatismo”, usando os "órgãos da ditadura" e para "não mostrar qualquer piedade". Ataques terroristas em outras partes do mundo aumentaram os temores do governo chinês.

    Resistência

    A reportagem do New York Times aponta para pequenos atos de resistência. Em 2017, Wang Yongzhi, uma autoridade local em uma prefeitura no sul de Xinjiang, libertou silenciosamente 7.000 presos do campo por sua própria vontade. Como resultado, ele foi tirado de sua posição, processado e considerado um funcionário "corrupto". "Eu diminuí, agi de maneira seletiva e fiz meus próprios ajustes, acreditando que reunir tantas pessoas conscientemente provocaria conflitos e aprofundaria o ressentimento", escreveu Wang em uma confissão assinada que ele pode ter feito sob coação. "Sem aprovação e por minha própria iniciativa, eu quebrei as regras".

    O que diz o governo chinês

    Em resposta à reportagem do New York Times, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores disse que medidas "preventivas" em Xinjiang ajudaram a impedir ataques terroristas. Ele não contestou a autenticidade dos documentos revelados pelo jornal.

    14 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 14 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • M

      Marcos

      ± 28 dias

      China? Partido Comunista? Ué, o Bozo não teve la semana passada ? Estranho nosso presidente miliciano ter ido lá, num país comunista .....

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • C

        Chaz CWB

        ± 33 dias

        Pimenta no olho dos outros é refresco! Qual o problema do povo lá sofrer com o Comunismo, se economicamente, a Chiva é importante pra nós? Vamos expulsar a ameaça vermelha do Brasil, mas fazer acordo com com os comunas chineses na economia liberal nos convém...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        1 Respostas
        • M

          Marcos

          ± 28 dias

          Que ameaça vermelha, pára de repetir sandice dos robôs da tal "direita" (até 2012 estavam quietos dentro do Congresso Nacional, comendo bem). Foram eleitos pelo voto, deseleitos pelo voto e a vida continuou. A tal ameaça é coisa da cabeça dos cidadão fracos como você, que fica ouvindo comício da tal "direita" raivosa.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • S

        salcutrim

        ± 33 dias

        Essa é a democracia que os esquerdistas querem pro Brasil. Matar muçulmano é simples, matar cristãos, mais simples ainda. O professor da UFF que defendeu a matança de evangélicos na Bolívia porque as pessoas se revoltaram contra seu pupilo Evo Morales, deve ficar feliz quando ver um relatório desses. A esquerda é a pior ideologia no mundo hoje. Se deixar, eles farão o paraíso, ou melhor, o inferno na terra.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          Alexandre S.

          ± 33 dias

          E na balança moral do autor... oh tadinhos mussulmanos, eles estão ficando tão bonzinhos que já faz uma semana que estão sem trucidar alguém...

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          3 Respostas
          • M

            Maykonn W.

            ± 33 dias

            Primeiro você precisa abandonar o instinto da generalização. Dentro da religião muçulmana existem diversas denominações. Diversas. Algumas poucas mas sim extremistas e essas com muito poucos seguidores em comparação com as outras denominações. O instinto da generalização só serve para aumentar o ódio no mundo e criar preconceitos com inverdades. É o mesmo instinto que te faz ter medo de todos os jovens que moram em uma favela dominada pelo tráfico por exemplo.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • O

            Oliveira

            ± 33 dias

            Esse sabe interpretar textos... Valei-me

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • M

            Marcos K

            ± 33 dias

            Aprenda a escrever muçulmano

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • W

          Willian Cardoso de Souza Jesus

          ± 34 dias

          Não surpreende o fato de um jornal esquerdista, como o NYT, destacar apenas a perseguição chinesa aos muçulmanos e IGNORAR completamente as atrocidades do governo chinês contra cristãos. Nenhum país no mundo mata mais cristãos do q a China!!! No mais, vale destacar q a China é a prova de q nada adianta uma economia pujante se vc tiver um país dominado pelo Comunismo e sua tirania típica. Outro ponto é a destruição e o caos q os imigrantes muçulmanos tem causado na Europa, em especial em países como a França, a Alemanha e até a Suécia, q hj tem problemas até com ESTUPRO, ocorridos em especial em bairros muçulmanos. Ou seja, um povo acostumado a oprimir q descobriu oq é ser oprimido.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • R

            RMSL

            ± 34 dias

            A invasão de muçulmanos só tende a piorar os locais invadidos. Vide França e Alemanha. Claro que vem gente bem intencionada mas vem muito mais tranqueira no meio. Sobre Paris já saiu reportagem dos ataques de muçulmanos a judeus que estão tendo que mudar de local ou de país por causa daquele povo.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • J

              JOSE Z. NETO

              ± 34 dias

              China esta é a democracia gritada e cantata pelos Petistas.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              1 Respostas
              • T

                Teodoro Jacob Winkler

                ± 34 dias

                O PT e a China são comunistas. Comunismo é igual a mentira e manipulação.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

            • V

              Vitor Chvidchenko

              ± 34 dias

              Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • T

                Toso

                ± 34 dias

                Nunca George Orwell foi tão atual

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                Fim dos comentários.