i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Estados Unidos

Trump diz que assinou decreto que prevê prisão a quem depredar monumentos

  • PorGazeta do Povo
  • 26/06/2020 20:20
protestos andrew jackson
Manifestantes tentam derrubar a estátua de Andrew Jackson na Praça Lafayette, perto da Casa Branca, em 22 de junho de 2020 em Washington, DC| Foto: Drew Angerer/Getty Images/AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na noite desta sexta-feira (26) que assinou uma ordem executiva para proteção de monumentos, memoriais e estátuas americanas. A ordem, segundo o republicano, tem o objetivo de "combater a recente violência criminal". "Prisão longa para esses atos fora da lei contra o nosso grande país!", disse Trump pelo Twitter.

O texto da ordem executiva ainda não foi divulgado. O anúncio é feito no momento em que ganha força um movimento que pede pela derrubada de estátuas e outros símbolos considerados racistas.

Na segunda-feira, manifestantes tentaram derrubar uma estátua do ex-presidente americano Andrew Jackson, perto da Casa Branca, em Washington, mas foram impedidos pela polícia.

Andrew Jackson foi presidente dos Estados Unidos por dois mandatos, entre 1829 e 1837, e é alvo de protestos atualmente pelo tratamento severo que dispensou aos nativos americanos.

Manifestantes também tentaram derrubar estátuas do navegador Cristóvão Colombo em algumas cidades dos EUA no início do mês.

No começo da semana, Trump fez referência à lei de Preservação de Memorial de Veteranos para dizer que "autorizou o governo federal a prender qualquer um que vandalize ou destrua qualquer monumento, estátua ou outra propriedade federal similar com pena de até dez anos de prisão".

Os atos que pedem a remoção de estátuas e outros símbolos foram replicados em outras cidades e países. Em Nova York, a estátua do ex-presidente americano Theodore Roosevelt, onde ele aparece montado em um cavalo ao lado de um nativo e um africano, será retirada da entrada do Museu de História Natural após protestos. Em Londres, uma estátua do ex-primeiro-ministro Winston Churchill foi vandalizada durante manifestações anti-racismo e precisou ser coberta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.