Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Centenas de milhares de ucranianos foram executados pelo regime de Josef Stalin
Centenas de milhares de ucranianos foram executados pelo regime de Josef Stalin| Foto: Pixabay

Pesquisadores encontraram na Ucrânia o que pode ser uma das maiores valas comuns da época em que o ditador Josef Stalin governava a antiga União Soviética. Restos mortais de até oito mil pessoas foram encontrados nesta semana em 29 sepulturas em Odessa, no sul do país, durante os trabalhos iniciais de uma obra de expansão do aeroporto da cidade.

Acredita-se que os corpos sejam de vítimas do Grande Expurgo, quando Stalin mandou matar pelo menos 750 mil pessoas.

Sergiy Gutsalyuk, chefe da filial regional do Instituto Nacional de Memória da Ucrânia, disse à agência de notícias AFP que as vítimas provavelmente foram assassinadas pela unidade da polícia secreta soviética no final dos anos 1930, embora seja impossível identificá-las, já que os documentos da época são sigilosos e mantidos em Moscou.

"Esses documentos nunca serão entregues a nós sob o atual governo da Rússia", disse.

Aleksander Babich, um dos pesquisadores envolvidos na descoberta das sepulturas, disse que o número de vítimas pode ser ainda maior, já que as escavações ainda estão em andamento. Valas comuns já haviam sido encontradas na área anteriormente e em outras partes da Ucrânia.

Segundo estimativas de historiadores, centenas de milhares de ucranianos foram presos em campos de trabalhos forçados ou executados durante a época de Stalin. Também neste período, milhões de ucranianos morreram durante a chamada "grande fome", causada pela política agrícola implementada pelo ditador na década de 1930.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]